diabetes

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… A pergunta que não quer calar, desde que eu comecei a escrever um pouco mais sobre o diabetes. Eu recebi muitas perguntas assim, na caixa de entrada de mensagens… Shao, como eu sei se eu tô com diabetes? Como eu sei que meu pâncreas não produz mais insulina? E minha resposta padrão a estes questionamentos é basicamente a mesma… procure um médico! Faça exames!!! Não fique buscando diagnóstico na internet… é bacana usar a internet para se informar melhor, massss… não para se auto diagnosticar nem para se auto medicar. Entretanto, vamos colocar aqui para vcs algumas informações para ajudar vcs no convencimento que PRECISA IR AO MÉDICO PARA SER DIAGNOSTICADO e começar o quanto antes um tratamento para evitar maiores complicações.

Eu vou falar sobre o meu caso… eu tenho diversos casos de diabetes na minha família, então para mim o fator genético é muito importante. Se vc tem familiares próximos a vc que tem diabetes, fique atento… pode ser o primeiro sinal de alerta. Segundo… desde criança eu sempre tive hipoglicemia (que é quando o açúcar do sangue fica muito baixo e se vc ficar muito tempo sem comer vc simplesmente desmaia) já é outro sinal de alerta. Infelizmente para mim, eu não sabia nada disso quando eu era criança, adolescente ou uma jovem adulta. Talvez se eu soubesse e tivesse me cuidado melhor, eu não teria desenvolvido o diabetes aos 33 anos (talvez ela tivesse chegado mais tarde).

Outra coisa que eu já tinha e que não prestei atenção na época era Resistência à insulina… que era um terceiro sinal de alerta que eu não conhecia. E eu tinha todos os sintomas, mas só me dei conta disso e do que era quando já era tarde demais, quando a diabólica já tinha se instalado no meu corpo e na minha vida. E deixa eu explicar para vcs o que é exatamente a resistência à insulina, muita gente acha que é um pré-diabetes… não é… é uma doença diferente. Elas tem sintomas e características parecidas mas não é a mesma coisa.

Resistência à insulina é quando temos um desequilíbrio entre a quantidade de insulina produzida pelo nosso pâncreas e o funcionamento desta quantidade de insulina no nosso organismo. Explicando mais claramente, se uma pessoa normal precisa de uma molécula de insulina para fazer as suas células absorverem o açúcar dos alimentos para produzir energia para o corpo, uma pessoa com resistência à insulina precisa de duas ou mais moléculas para realizar o mesmo trabalho. O que faz com que o pâncreas trabalhe mais e se desgaste o que pode fazer com o que ele uma hora simplesmente pare de funcionar. Aumentando o açúcar no sangue o que vai fazer com que o Diabetes Tipo 2 chegue e diga oláaaa trouxa, vc tá diabético, parabéns! 

Alguns sintomas da resistência à insulina, que eu tinha e nem sabia que tinha são: Aumento de pelos no corpo (sério isso Shao? Sério), muita acne e pele muito mais oleosa do que o normal, se vc é mulher sua menstruação pode ficar irregular, e doenças de pele diversas, como dermatites (ahhhh parabéns, eu sabia que essa alergia do cão era culpa da diabólica), escurecimento e surgimento de umas espécies de verrugas no corpo (conhecidas como acantose nigricans e que só some com cirurgia à laser tá bom pra vcs?).

Então assim… se vc está com qualquer dos sintomas citados anteriormente, ou ainda sede excessiva, vontade de urinar frequente, cansaço exagerado sem motivo, aumento ou perda exagerada de apetite , ganho ou perda de peso em excesso muito rapidamente, dificuldade de concentração, câimbras, dores nas pernas e no corpo, visão embaçada, dificuldade de cicatrização em ferimentos simples, náuseas e vômitos frequentes… procure urgentemente um médico, não espere passar não enrole. O diabetes é uma doença silenciosa e a maioria dos diabéticos só descobre a danada quando tá maus mesmo… quase à beira do abismo. 

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao