pandora

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Hoje é dia de falarmos de livro. Bora então para o décimo livro do ano, acho que este ano conseguiremos chegar aos 12. E para o volume sete das Crônicas Vampirescas. Saudades dos tempos que eu conseguia ler um ou dois livros por semana… hoje em dia não mais. Mas, falando em crônicas vampirescas, este livro segue os parâmetros das Crônicas mas ele introduz novos personagens ao panteão de personagens vampirescos já conhecidos dos livros de Anne Rice.

Eu a inseri nas crônicas vampirescas porque eu estou lendo na ordem que eles foram publicados, mas ele na verdade introduz uma nova saga, que a Anne chamou de “Novas Histórias de Vampiros”… São dois volumes e “Pandora” é o primeiro deles. Lançado em 1998 (mesmo ano de “O Vampiro Armand” que já resenhamos neste blogue, vcs podem clicar no link e ler este texto se quiserem) o livro é bem mais curto que os demais volumes das crônicas vampirescas e conta a história de Pandora. Uma vampira de mais de 2000 anos de existência que numa conversa com o já nosso conhecido David Talbot.

David, passeando pelas ruas de Paris aproveitando sua nova juventude e sua nova vida imortal como vampiro, acaba por conhecer a deslumbrante e enigmática vampira Pandora. Depois de algum tempo conversando com ela e sabendo um pouco de sua história, David, ex-membro da Talamasca que adora registrar o passado convence a vampira a registrar também a sua história.

Ela a princípio reluta, mas logo depois se empolga com a ideia e começa a contar a sua história de vida… desde quando ela era adolescente, vivendo uma vida inocente, feliz e cercada de proteção numa Roma cheia de confrontos políticos.  Ainda muito menina ela conhece o charmoso e inteligente Marius, também mortal e alguns anos mais velho que ela. Mas a vida de Pandora acaba por virar de ponta cabeça quando por causa das agitações políticas ela se vê obrigada a fugir de Roma.

Vinte anos se passam e Pandora agora adulta começa a ser atormentada por sonhos estranhos, onde ela vê sangue jorrando. Pandora vive num mundo em mudança, o cristianismo está se fortalecendo entre tantas religiões antigas. Ela acaba por escolher seguir o culto da deusa Ísis e é onde ela se sente realizada. Mais de vinte anos depois de sua fuga de Roma, Pandora volta a se encontrar com seu grande amor Marius, agora um vampiro poderoso… E eu não vou falar mais nada porque não quero estragar a história para vcs… se vcs quiserem saber mais sobre Pandora vão ter que ler o livro.

Já vou avisando a vcs que é um livro escrtio para quem é fã da Anne Rice, do estilo dela e das Crônicas Vampirescas, muita coisa vai ficar sem sentido para vc se vc for ler este livro sem tem nunca tido nenhum contato com nenhuma obra da escritora. Então eu aconselho ler este livro se vc já leu os seus predecessores.

É um livro bem bacana, apesar de não tão inserido na história das crônicas vampirescas que tem Lestat como personagem principal… é uma história paralela… mas é bem bacana mesmo assim. Eu recomendo esta leitura para vcs.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao