brunocovas

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Quem não tá legal é o meu patrão, o Prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Se vcs pararam um pouquinho para acompanhar os noticiários já ouviram que ele está com um câncer no trato digestivo.

Caso vcs não tenham visto as notícias… na quarta-feira da semana passada, dia 23/10 ele foi internado no Hospital Sírio-Libanês para tratar de uma erisipela, dois dias depois na sexta-feira, ele foi diagnosticado com uma trombosa das veias fibulares da perna e no sábado diagnosticado com trombolismo pulmonar e finalmente, no mesmo dia, um tumor no trato digestivo e no domingo foi confirmado que este tumor era maligno. E ontem, na terça ele já começou a quimioterapia.

E vcs que acompanham o meu blogue sabem o quanto eu acho o câncer uma doença terrível, e que tirou de mim duas das pessoas que eu mais amava no mundo. Minha tia mais querida também enfrentou uma cirurgia e quimioterapia e agora está em remissão… a gente torce para que o câncer não retorne. E eu sinceramente espero que o Prefeito fique bem, que os remédios façam efeito… eu não desejo essa doença para ninguém.

Agora, por que é que eu resolvi falar do caso do Prefeito aqui no blogue? Num post extraordinário ainda por cima, que nem estava nos meus planos de escrever. Por algumas razões… uns questionamentos que eu me fiz nesses últimos dias… Primeiro eu queria dizer que o câncer (e grande parte das doenças graves em geral) é assim mesmo, ele vem de repente e cai como uma bomba na vida da gente. Segundo… estamos no mês de Outubro ainda (acaba amanhã o mês) que é o mês de conscientização sobre o câncer de mama…

E durante todo esse mês o que a gente mais ouve é… faça os exames sempre, tem que prevenir sempre, a gente tem mais chance de cura quando é diagnosticado cedo… blábláblá… todo mundo sabe disso!!! Entretanto deixa eu contar para vcs a realidade que eu vivi com meu avô, com minha mãe e com minha tia… Meu avô e minha mãe demoraram meses… MESES para conseguirem marcar consulta, fazer o exame, conseguir o resultado do exame para então aguardarem mais SEMANAS começarem a fazer o tratamento com a quimioterapia. Foram entre oito a dez meses da suspeita da doença, até o diagnóstico e finalmente o começo do tratamento. Enquanto isso o câncer tava lá, crescendo e espalhando…

Eu tive um episódio em 2015 que me mandou pra terapia… Eu, que faço mamografia e ultrassom de mama todos os anos por conta da grande incidência de casos cancerígenos na minha família, descobri um nódulo na minha mama esquerda… tive que fazer uma microcirurgia, uma biópsia neste nódulo para saber se era um tumor, se era benigno, se era maligno… eu fiquei… UM MÊS esperando os resultados desta biópsia, a consulta, o exame de mamografia, de ultrassom e o retorno com o médico foram rápidos porque eu tenho plano de saúde. Mas mesmo tendo plano de saúde, levou um mês…

Graças a Deus não era nada… não era nem um nódulo… Mas, se fosse um tumor, se fosse maligno… um mês faz muita diferença no início do tratamento galera. E isto porque eu não dependo do SUS. Agora… o Prefeito, ele foi para o Sírio Libanês, um dos melhores hospitais da America Latina… e o diagnóstico dele saiu em menos de 24 horas. No domingo de manhã ele colheu material via video laparoscopia… e no mesmo dia diagnosticou-se o tumor como maligno.

Como eu já disse… eu espero que ele fique bom… mas sabe o que esse caso do Prefeito me suscita? Isto causa em mim o desejo de que todo brasileiro tivesse acesso a este tipo de tratamento. Imagina, quantas vidas não seriam salvas todos os anos… mães e pais de família… se todo o diagnóstico e tratamento em caso de câncer fosse tão rápido quanto o do Prefeito. A grande verdade é que as doenças não escolhem pessoas… ricos, pobres, adultos, velhos e crianças, são igualmente acometidos pelas mesmas pragas e doenças. Outra grande verdade é que a realidade da classe política brasileira é completamente diferente e distante da realidade do brasileiro médio…

Vejam bem, eu nem tô falando dos pobres… que dependem do SUS, eu tô falando de gente quem nem eu, que é classe média, que tem emprego, internet, casa, carro e plano de saúde. Imagina a galera pobre mesmo… às vezes quando chega a data da consulta do pobre, ele já morreu… Mas Shao, todos terem este tipo de acesso à saúde é utopia. Eu sei… mas como eu gostaria que fosse uma realidade para todo mundo e não apenas para o Prefeito. Deixa eu sonhar galera…

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao