solitario

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Quer dizer, hoje eu não tô legal não. Aliás eu não tô legal tem uns dias… ou umas semanas… esse ano tem sido complicado. Tem umas semanas já que eu tô sem escrever nada, ou quase nada, aqui para o blogue. Claro, o blogue não ficou sem textos porque eu deixo os textos agendados para serem publicados pelo WordPress com bastante antecedência.

Como vcs sabem eu gosto de deixar entre 90 e 120 posts agendados mas eu realmente não escrevi praticamente nada nas últimas semanas e neste momento que eu estou escrevendo eu tenho exatamente 68 textos agendados, sem contar com  este… O que é bem abaixo do que eu costumo deixar, Mas de verdade, eu tenho me sentido bastante doente e cansada no último mês e eu mal tenho conseguido ficar acordada quando eu chego de tarde do trabalho. Eu até tento hahahaha, mas eu chego, tomo um banho, janto e quando eu sento pra fazer alguma coisa eu já começo a cochilar.

Essas crises de dermatite, e as glicemias doidas (fora o cansaço normal do dia a dia das coisas que eu geralmente tenho que fazer) estão acabando com as minhas energias. Então por causa disso eu não tenho escrito muita coisa… Mas, como sempre nem era disso que eu queria falar… quer dizer, mais ou menos… o tema do texto de hoje tem um pouco a ver com doença e cansaço. Uns dias atrás uma pessoa me fez essa pergunta “Mas, quem cuida de vc?” E eu respondi… ué… eu mesma. Porque no final das contas depois que a gente cresce, vira adulto é vc mesmo quem tem que tomar conta de vc e das suas coisas certo?

Claro que, uma vez que vc tem o seus pais, mesmo sendo adulto e morando sozinho e quebrando a cara por aqui e por alí para pagar as suas contas e tal… sempre vai ter alguem (mais ou menos) cuidando de vc. Ligando pra sua casa e perguntando, tá tudo bem? Vc tá precisando de alguma coisa. Mas em geral, depois de adultos quem cuida da gente é a gente mesmo não é verdade? Eu não tenho mais a minha mãe, que Deus já levou, mas eu ainda tenho meu pai e tenho meus dois irmãos e nós somos bem unidos e sempre estamos nos preocupando uns com os outros. Mas ainda assim quem cuida de mim sou eu mesma.

Eu quem marco minhas consultas, compro meus remédios, tomo eles nas horas certas. Marco e faço meus exames de rotina. Até mesmo porque as pessoas não tem bola de cristal para adivinhar quando as coisas não estão boas com vc. Quer dizer algumas pessoas tem, mas é raro. E às vezes na correria do dia a dia a gente se esquece que tem que se cuidar. E eu falo por experiência própria. Vira e mexe eu me perco nessa correria das minhas obrigações e esqueço de me cuidar.

Este ano talvez tenha sido uma grande lição para mim… uma lição que eu insisto em não aprender porque eu sou cabeçuda. Este mês (Agosto) eu tô passando num monte de consultas e tentando ser um pouquinho mais bacana comigo mesma. E eu espero que vcs que estão lendo este texto agora, também se lembrem de cuidar mais de vcs.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao