367920003164573

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Eu acho que faz um tempinho que eu não conto aqui no blogue para vcs nenhum “causo” engraçado ou estranho da minha família não é mesmo???? Não que minha família seja aquela maravilha de família… muito pelo contrário, existem seres humanos na minha família, como diz o velho ditado: “Família é tudo igual, mas a da gente é mais legal!”

Eu vou ter que falar um pouquinho de história do Brasil no texto de hoje para vcs poderem entender o contexto de como as coisas aconteceram. Uma coisa interessante aconteceu no Brasil no final dos anos setenta que foi crescendo mais em mais nas duas décadas seguintes. O Brasil que era o maior país católico do mundo, foi pouco a pouco se tornando o maior pais evangélico (ou protestante como muitos preferem) do mundo. Então um grande número de cristãos que eram católicos permaneceram sendo cristãos mas migraram para as diversas igrejas evangélicas que já existiam no país ou para igrejas que surgiram posteriormente… E com a minha família não foi diferente.

Então lá por volta dos anos 90 quase todo mundo da minha família tinha  abandonado o catolicismo e começado a frequentar este ou aquela igreja evangélica. E um dos meus tios (com que eu graças a Deus não tenho mais contato desde que minha mãe faleceu) acabou virando pastor de uma igreja que eu não sei qual é… pensa numa criatura que já era chata, e ficou ainda mais chata? Pois é…

E naquele tempo eu estava cursando a faculdade de letras e eu me lembro que naquele semestre estávamos estudando Shakespeare em literatura inglesa e como piada minhas amigas me deram de presente de aniversário um abajur em formato de caveira e apelidaram ela de Hamlet. Eu achei graça e coloquei ela no meu criado mudo do lado da minha cama. E o Hamlet ficava lá… bonitinho, acendia de noite quando eu precisava e tal… 

Então um dia, este meu tio chato pacarai veio na minha casa, fazer sei lá o quê, devia ser para pedir alguma coisa para a minha mãe porque era só para isso que esse povo ia lá em casa… para pedir as coisas… e quando a criatura nefasta entra no meu quarto ele dá de cara com o Hamlet. Ele dá um pulo para trás e grita apontando para o abajur caveira: Tá amarrado em nome de Jesus! (sério, ele deu um pulo e apontou pro abajur e gritou – eu nem tô brincando). Minha mãe tomou um susto e disse: Que isso fulano, tá besta é? Eu caí na gargalhada a princípio… porque sério… o bichinho ficou todo trêmulo de medo do abajur hahahahahaha.

Aí ele vira para mim e começa aquele sermão, que eu tinha que tirar aquilo do meu quarto, que aquilo não louvava a Deus, e que minha mãe como dona da casa não podia permitir que eu trouxesse coisa do demônio pra dentro da casa dela. E toda hora ele olhava pra caveira e ficava ’tá amarrado’.

Daí uma hora eu fiquei de saco cheio daquela pataquada toda… e essa é uma característica bem comum à minha pessoa, perder a paciência rapidinho com gente ou coisas idiotas… e virei para ele e disse Ahhh sai fora, fica amarrando nada aqui, quer amarrar o Satanás vai amarrar lá na sua casa. E ele: Mas isso não é de Deus! E eu… ahhh não é de deus? Caveira não é de Deus? E vc acha que tem o que embaixo da sua pele e da sua carne? Um unicórnio? Todo mundo é um esqueleto por baixo da pele amigo, e não foi Deus que criou o ser humano à sua imagem e semelhança? Então caveira é de Deus sim…

Ele ficou sem resposta, e minha mãe caiu na risada. Eu ouço muita gente falando mal de evangélico porque evangélico é “tudo ignorante” e eu penso que na grande maioria das vezes as pessoas não podem evitar de pensar assim porque a maioria dos evangélicos é ignorante sim. Eu vejo isso… dentro da minha própria família.

Eles eram todos católicos, e passaram a serem evangélicos mas a ignorância é a mesma… eles só mudaram ela de casa. A mentalidade deles é a mesma da idade média. E isso me irrita profundamente porque por conta dessa galera tapada, eles colocam todos os evangélicos num pacote.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao