imaturidade

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Um tanto quanto cansada, mas tô legal… Que calor é este que está fazendo em São Paulo pelo amor de Deus? Setembro é primavera ainda não tinha que estar tão quente. Enfim… nem era disso que eu queria falar no texto de hoje. Esses dias eu estava pensando aqui com os meus botões e como sempre conversando com um dos meus irmãos… E estávamos falando de como todo mundo conhece uma pessoa, na família, ou algum amigo… que nunca cresce.

Aposto que vcs que estão lendo isto agora já imaginaram uma pessoa que vcs conhecem não é mesmo? Todo mundo conhece uma pessoa assim. Mas quanddo falamos daquela pessoa que nunca cresce podemos falar no bom sentido ou no mau sentido. No bom sentido porque todo mundo tem aquele amigo que é sempre alegre e feliz, sempre bem humorado, sempre positivo que vê o lado bom das coisas. Aquela pessoa que tem um otimismo na vida que a maioria das pessoas geralmente não consegue manter, o que geralmente é uma característica das crianças. Podem reparar, as crianças em geral são mais otimistas que os adultos. E na real, aquele amigo que a gente gosta de estar perto, que joga a gente pra cima porque não tem como ser pessimista perto dele.

Mas claro também tem aquela pessoa que nunca cresce no mau sentido. Aquela pessoa que é irresponsável, que apesar de já ter uma certa idade é emocionalmente imaturo e trata tudo e todos como uma criança mimada trata os seus brinquedos. Certeza que todo mundo conhece uma pessoa assim. Aquela pessoa que por mais que vc ame, ela testa a sua paciência, com a qual a convivência é complicada… porque uma coisa é criança fazendo birra, outra coisa é um adulto que age como uma criança birrenta.

E aí Shao, conta pra gente… vc conhece pessoas assim? Claro que sim! Sério galera… pessoas irresponsáveis que agem como crianças birrentas, o mundo tá cheio não é mesmo? Claro que eu conheço… com algumas eu até convivo bem, tá certo que nem sempre é uma convivência fácil, mas a gente se esforça na medida do possível. Mas, parando para pensar e sendo bastante sinceros com nós mesmos, quem nunca agiu assim não é mesmo?

Meu irmão ainda me lembro que existe um outro tipo de pessoa que nunca cresce… que tá num meio termo entre um e outro dos dois tipos que eu citei anteriormente que é aquela pessoa que é responsável, que é de confiança e com quem vc sempre pode contar entretanto… em algumas áreas da vida essa pessoa continua agindo como adolescente. E infelizmente (ou felizmente não sei… ) eu e meus irmãos nos enquadramos neste quesito… pelo menos por hora. Enquanto um deles não resolver se casar e ter filhos hahahaha.

Porque nós trabalhamos, estudamos, pagamos nossas contas, vamos para a igreja, vamos ao médico quando precisamos, cuidamos da nossa casa e uns dos outros e do nosso pai. Mas geralmente nossos finais de semana e horas livres a gente passa como se estivessemos estacionados na adolescência, jogando videogame em casa, dando passeios no Parque do Carmo ou no Parque do Ibirapuera (Caçando Pokemon muitas vezes hahahaha). E vira e mexe tem sempre alguém que vem pentelhar a gente com aquele questionamento… nossa, mas vc não pensa em casar? Tá na hora já (eu aliás já passei da hora né? Fiquei para titia como se diz), vai ficar a vida inteira assim? Não pode… mimimi… blábláblá…

E às vezes a pessoa não fala nem por mal, às vezes é porque a pessoa gosta da gente e acha que sei lá… seríamos mais felizes se fôssemos casados e tivéssemos filhos… essas coisas. Mas a verdade é que a vida é feita de escolhas, e cada vez que fazemos uma escolha, conscientemente ou não abrimos mão de outra coisa. É como diz o texto da imagem que eu coloquei no começo desta postagem. Ás vezes maturidade não é ser casado, ter uma família, pagar todas as contas em dia, ter casa, carro… nada disso… às vezes maturidade é saber que para viver certas coisas vc tem que abrir mão de outras.

Uma vez, há muito tempo, meu irmão me perguntou. Mas, e se um dia na vida eu me deparar com uma situação em que eu vou ter apenas duas opções de escolha e eu não quiser nenhuma das duas? Eu disse para ele, vc não precisa escolher uma ou outra, vc pode escolher não escolher entre aquelas opções e esperar por um momento em que outras opções surjam, nesse caso… não escolher nem uma coisa nem outra também é um tipo de escolha. Entre seguir em frente e voltar atrás… vc pode simplesmente ficar parado um tempo.

Maturidade muitas vezes é não se importar com a opinião dos outros e saber que se vc tá feliz naquele cantinho do mundo, ou do seu jeito. Então tá tudo bem.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao