tradingpaint

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Segundo filme da sexta. é um daqueles filmes de aventura, de corrida, com uma história bem simples, uns nomes famosos e muita correria. Sabe quando vc tá zapeando aleatoriamente pelo Netflix procurando um filme e dá de cara com um título e pensa… hum… parece legal, vou assistir. Foi mais ou menos isso que aconteceu nesse caso, mas eu estava zapeando pelo PopcornTime.

Daí eu vi a foto do John Travolta e a temática meio “Velozes e Furiosos” e pensei… não tô fazendo nada mesmo, faz tempos que eu não vejo um filme com este ator que eu curto. Bora assistir… Antes de mais nada deixa eu dizer que eu não sei se este filme chegou a ser lançado nos cinemas brasileiros, eu dei uma procurada… e eu nem encontrei dados que ele tenha tido seu título traduzido. Mas enfim… é um filme bem bacana.

A história do filme é mais ou menos assim… Sam Munroe (interpretado pelo John Travolta) é um velho mecânico e ex corredor que é uma lenda local. Sam tem a fama de ser um piloto imbatível e um ainda melhor preparador de carros. Então ele e seu filho Cam Munroe (interpretado pelo ator Toby Sebastian) comandam juntos uma velha mecânica e uma equipe, meio falida de carros que correm nas tradicionais corridas de lama no interior dos EUA.

Sam, que perdeu a esposa num acidente terrível meio que deixou a vida afundar, perdido na sua dor. Ele até tenta ter um outro relacionamento com a divorciada Becca (interpretada pela cantora country Shania Twain, que manda bem no papel) mas eles vivem num termina e volta infinito. Cam é um bom corredor, mas ele corre com um carro não tão bom, porque as finanças do pai e os patrocínios não andam bem das pernas. Fora isso ele corre debaixo da sobra do pai, sempre tentando provar que ele pode vir a ser um corredor melhor do que o pai foi um dia.

Pensando em começar a ganhar as corridas, depois de perder várias em seguida… Cam resolve romper com o pai e ir correr para o arqui rival de seu pai. Irritado com o filho, Sam rompe relações com o garoto e ele mesmo resolve correr com o seu carro. Sam acaba mostrando porque é uma lenda do volante e mesmo tendo um carro inferior, bate o seu filho.

Acontece que noutra corrida Cam sofre um acidente e fica entre a vida e a morte no hospital e aquele é um chamado para pai e filho e então temos aquela reviravolta emocional de sempre… onde temos aquela máxima de que família é mais importante do que tudo e os dois então se unem num esforço para melhorar a saúde de Cam e voltarem a correr juntos, enfrentando seu rival nas pistas. Então é isso… fica esse segundo filme de dica para vcs hoje.

Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao