vivaldi

Fala terráqueos como vão vcs??? Eu tô legal… Eu sei que faz um tempinho que eu não faço um texto, não escrevo sobre nada de tecnologia, não tenho fuçado muito nessas coisas por falta de tempo e outras coisas mas… hoje vamos remediar esta situação. 

Como vcs sabem, eu sou bem nerd e de vez em quando eu gosto de testar novos programas, novos apps e novos gadgets para ver suas funcionalidades… Como eu sempre digo, eu amo a tecnologia, quando ela funciona. E de vez em quando eu resolvo deixar a preguiça de lado e testar algumas coisinhas novas. E dessa vez é um navegador novo, vamos testar o navegador Vivaldi. Que é um navegador baseado no Ópera… 

Não sei se vcs sabem, mas eu já trabalhei com Webdesign e de vez em quando eu ainda trabalho com alguma coisinha de HTML, e legenda e tradução… E na época que eu trabalhava com Webdesign, uma coisa que eu sempre tinha que testar era como o meu site rodaria nos navegadores mais populares. Então… desde essa época eu tenho por hábito de ter instalados no meu PC (tanto de casa quanto o do trabalho) mais de um navegador.

Claro que hoje eu não utilizo tanto isso para trabalho, mas eu ainda utilizo bastante como usuária e eu explico porque. Cada navegador tem a sua particularidade e suas funcionalidades, seus apps e seus programinhas que rolam nele e facilitam pra caramba a vida da gente. Atualmente eu tenho usado bastante o Google Chrome mesmo, apesar dele não ser o navegador mais bacana para consumo de memória RAM do PC, o Chrome tem fama de comer a RAM do sistema…

Mas eu tenho tantos apps da loja do Chrome instalados no meu navegador aqui em casa que  facilitam tanto a minha vida que eu acabo usando ele mesmo ele usando mais recursos do meu computador. Meu navegador preferido mesmo é o Ópera. Ele é mais seguro, mais estável,  mais leve, mais clean e  ainda por cima tem umas funcionalidades bacanas entretanto eu tenho usado mais o Chrome mesmo. Mas então me sugeriram o Vivaldi que tem seu código fonte baseado no Ópera e agora vamos contar para vcs o que eu achei dele depois de umas semanas testando.

Como eu já disse ele é baseado no Ópera, ele é multiplataforma, vc pode usá-lo com Windows, Mac e Linux o que é ótimo. E ele sinceramente não deixa muito a desejar se compararmos ele com os dois líderes atuais do mercado que são o Chrome e o Firefox (que eu também tenho no computador e uso alternadamente quando necessário). Uma das coisas que eu primeiro percebi no Vivaldi é que ele tem um leque bem amplo de opções de personalização, tantas que nem deu tempo de eu testar todas. Mas logo de cara ele é bem leve e conforme vc vai instalando ele já oferece para vc baixar as configurações dos seus navegadores favoritos que já estão no seu computador.

Eu tive dois probleminhas com essas configurações, primeiro eu não consegui baixar muita coisa do Chrome, a interação com o sistema tá meio falho e ele vem instalado a ferramente de busca padrão do Bing. Eu configurei e mudei para o Google como principal mas ele deu uns bugs e manteve o Bing, sei lá eu porque raios… eu tentei várias vezes e ele nem tchum… pode ser algum burrice minha, não sei… mas pode ser um defeito. 

Ele é bem bonitinho, bem clean, ele me lembra vagamente o Netscape dos anos 90 e ele tem bastantes opções de temas. E ele deixa também, se vc quiser, criar um tema… legal isso. Não testei ainda porque me faltou tempo e paciência. Mas eu vi que tava lá disponível. Quem gosta de personalizar bastante seu PC vai curtir essa  característica.

Como eu já comentei aqui com vcs eu uso uma ferramenta no Chrome e no Firefox que se chama Speed Dial (clique aqui para ver o post) que é um menu customizado que fica salvo no navegador e vc pode acessar de qualquer computador quando vc faz o login, então raramente vc vai perder os seus sites favoritos. Isso aliás é útil para caramba para mim também no trabalho… vejam lá o post que eu escrevi sobre essa ferramenta.

E o Vivaldi, assim como o Ópera ele já vem com o seu próprio Speed Dial integrado, vc não precisa baixar um app ou uma extensão. É abrir, logar na sua conta da Vivaldi (vc tem que ter uma conta para poder utilizar diversas funcionalidades bacanas do navegador… mas até aí nenhuma novidade porque o Chrome, o Firefox e o Opera vc também precisa ter conta para desfrutar de tarefas semelhantes), cadastrar todos os seus sites favoritos e toda a vez que vc logar no navegador seus sites e links vão estar salvos na nuvem em qualquer computador.

Caso vc queira fazer o cadastro, vc ganha uma conta de e-mail e uma conta de blogue nas nuvens do Vivaldi. Para mim isto não tem muita utilidade porque eu já estou adaptada ao WordPress para Blogue e ao Gmail para e-mail. Portanto eu não testei essas funcionalidades, mas elas estão lá disponíveis. Caso vc esteja procurando um novo serviço de e-mail e/ou blogue, caso esteja descontente com os que vc utiliza no momento quem sabe vc não queira dar uma chance para os serviços da Vivaldi. 

Uma característica diferentona que eu vi no Vivaldi é uma opção que vc pode empilhar as abas, todas as abas abertas, organizando elas por assunto, tema… whatever. É uma ferramenta bastante útil para produtividade. Chama-se Tab Stack se eu não me engano, é é bem melhor do que ficar dando CTRL TAB nas abas do Chorme por exemplo para encontrar a última guia onde vc estava trabalhando. Eu achei muito maneiro. Eu que uso dois monitores para trabalhar… dá pra vc por exemplo deixar duas janelas abertas, numa vc trabalha na outra vc deixa várias abas abertas com vários sites que vc esteja utilizando no momento, para pesquisas, etc. Vc não precisa ficar alternando entre abas e perdendo tempo com isso.

Assim como o Ópera e como o Firefox, vc pode também abrir uma mini guia lateral que fica com uma lista dos seus sites mais acessados e vc pode deixar uma amostra desse site aberta nessa barra lateral. Eu sempre curti isso. É otimo para deixar um dicionário aberto quando eu estou escrevendo ou traduzindo, ou um e-mail quando vc está esperando uma mensagem importante. É bem bacana esse painel.

Agora… vcs lembram que eu disse que o Chrome é ladrão de memória RAM? E que eu sempre procuro navegadores que consumam menos memória RAM e que me venderam a idéia do Vivaldi como sendo mais leve e blábláblá? Pois é… ledo engano, ele come mais RAM que o Chrome… isso mesmo amigos… então essa parte ele não atendeu minhas expectativas. Fora isso, outra coisa que me chateou é que ele oferece vários serviços na nuvem mas ele não existe esse navegador para celular… é um navegador para PC vc não consegue extender essas funcionalidades  para o seu celular por exemplo.

Eu curti o navegador gente, mas não acho que ele vai se tornar o favorito e que eu vou trocar o Chrome por ele… foi uma experiência bacana, mas o Vivaldi e seus criadores tem que comer muito arroz e feijão para tomar o mercado dos navegadores.

Então é isso galera… Vou terminando este post por aqui… Espero que vcs tenham curtido o texto de hoje. Caso tenham gostado, deixem um comentário. Bora interagir. Se vc tem um blogue também deixe aí o seu link para eu conhecer seu trabalho. É sempre bacana conhecer o trabalho de outros escritores e fazer novos amigos. E eu acho que é isso aí, amanhã como sempre estaremos de volta com mais uma postagem.

Abraços, Shao