diabetes

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Eu tô legal… Umas semanas atrás eu estava comentando com vcs sobre como AINDA não existe vacina contra o diabetes. Claro que conforme a tecnologia vai avançando aumenta nossas esperanças de que descubram, se não uma vacina, pelo menos remédios melhores, novas formas de tomar insulina, novos aparelhos para ajudar o controle da danada da diabólica.

Meus irmãos e meu pai detestam o fato de eu ter diabetes, eles detestam que eu tenha que tomar várias injeções de insulina todos os dias, que eu tenha que fazer exame de destro e furar meu dedo todos os dias, eles detestam que eu não possa comer qualquer coisa, que às vezes eu tenha dias péssimos e tenha que ficar de cama… Porque vejam bem, até meus 33 anos eu não tinha nada. Meu pâncreas funcionava. E eu vejo que eles ficam extremamente frustrados com isso, toda a vez que eles lêem na internet alguma coisa sobre alguma inovação, algum tratamento, algum remédio novo eles comentam comigo.

E esses dias meu irmão me perguntou sobre transplante de pâncreas, porque ele leu uma reportagem sobre transplante de pâncreas e ele pensou, é isso!!! É a cura para a minha irmã poder comer o que ela bem entende, e parar de tomar essas injeções…  Então, eu fui ler mais sobre o assunto e vou tentar falar sobre o que eu li aqui para vcs. Só lembrando que eu não sou médica, nem especialista só tô comentando sobre coisas que eu li pelas internets da vida. Caso vc seja diabético e esteja lendo este post, pergunte pro seu médico, é importante ter a opinião de uma pessoa que estudou anos e anos para cuidar da saúde da gente.

Pra começo de assunto, o transplante de pâncreas existe faz tempo, se eu não me engano o primeiro transplante de pâncreas foi feito em 1966 e o primeiro transplante de pâncreas no Brasil foi feito dois anos depois em 1968. O primeiro transplante de pâncreas inter vivos (que é quando uma pessoa viva doa um órgão para outra pessoa que está gravemente doente) no Brasil aconteceu em 2003 ou 2013 não estou bem certa… Pelo que eu li por aí, em sites leigos e em sites de especialistas, eu entendi que este transplante é recomendado em casos graves de diabetes tipo 1. Quando a pessoa já está com diversas complicações (rins comprometidos, visão comprometida, circulação comprometida) e não consegue controlar mais os níveis de açúcar no sangue com medicação, com insulina com nada.

Então amiguinhos, este tipo de transplante não é recomendado para qualquer um. Até porque tem diabético para caramba no mundo, não acho que exista pâncreas  sobressalentes suficientes para trocar nos diabéticos do mundo hahahaha. É um procedimento extremamente radical e vc não vai sair dele, livre, leve e solto curado. Vc vai ficar curado do diabetes? Vai… não vai ter mais que tomar insulina e vai poder comer doces novamente e misturar arroz com batata frita. Massss… vc vai ter que tomar um número grande de remédios para que seu corpo não rejeite o novo órgão, vc ainda vai ter que ter uma vida regrada e cheia de rotina. Tão rigorosa (talvez até mais) quanto a vida com o diabetes.

Por isso, por conta dos vários riscos que um transplante desse pode apresentar que ele só é indicado em casos muitos especiais, muito específicos. Vc pode ter várias infecções, pode ter pancreatite isso sem falar do risco maior que é seu organismo rejeitar de verdade o órgão novo. Então, felizmente eu acho, este procedimento cirúrgico não é para mim, eu consigo controlar bem o meu diabetes com medicamentos, com insulina, com dieta, exercícios e visitas periódicas aos meus médicos. Mas existem casos graves que realmente o transplante é necessário para salvar a vida das pessoas.

Esses dias eu li uma reportagem sobre um cara que criou um rim artificial, que faz com que pessoas que tem problemas renais não precisem mais fazer hemodiálise, nem precisem mais fazer o transplante de rim. Quem sabe daqui uns anos, com a evolução da robótica e da tecnologia em geral, alguém invente um pâncreas artificial que seja mais eficiente que um pâncreas humano transplantado. Enquanto isso a gente fazendo o que a gente pode não é mesmo. Eu acho que meu irmão ficou chateado porque não foi dessa vez que eu me curei desta doença infeliz.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao