solitario

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Domingão, aquele dia deprimente da semana para a gente ficar filosofando sobre a vida e os seus mistérios. Deixa eu dizer para vcs… meus domingos já foram bem piores, e eu descobri que a culpa de os meus domingos serem péssimos era minha e tão somente minha.

Durante um tempo eu detestava muito meu emprego, então os domingos eram teríveis porque ele precedia a segunda e na segunda eu teria que ir para aquele lugar que eu detestava. Mas Shao, vc não continua no mesmo emprego? Sim… meu emprego não mudou, mas duas coisas mudaram, em primeiro lugar, mudaram minhas atribuições no trabalho, coisas que eu detestava fazer eu graças a Deus não tenho que fazer mais. Mas mais importante que isso… a minha postura com relação ao meu emprego mudou. Eu procurei parar de focar nas coisas ruins, no lado ruim do meu trabalho de ter que lidar com determinados tipos de pessoas e comecei a focar nas coisas boas que eu podia fazer (e faço). Depois disso, meus domingos se tornaram bem menos detestáveis.

Mas porque este prólogo todo sobre o domingo? Só para dizer que hoje é dia de filosofar Shao? Não! De uns tempos para cá eu tenho percebido que tudo aquilo que não dá certo na nossa vida, tudo aquilo que a gente acha que tá errado, depende muito mais da gente, da nossa postura diante da vida. Desde ter um domingo melhor só porque a gente parou de focar nas coisas ruins e começou a focar nas boas, até mesmo nos relacionamentos que temos com as pessoas (amigos, colegas de trabalho, família, amores…).

De 2015 para cá, eu resolvi cuidar mais de mim, e esse “cuidar” passou por várias fases. Eu comecei indo mais no médico, levando o tratamento da diabetes mais a sério, ir para a academia… Em 2016 eu comecei a cortar um monte de coisas e de pessoas tóxicas da minha vida. Sabe aquele monte de gente que não acrescenta nada na sua vida, mas vc deixa a pessoa participar da sua vida porque vc pensa: Ahhh mas é meu parente, ahhh mas eu conheço esse fulano faz anos, ahhh mas essa pessoa tem depressão se eu cortar os laços ela pode fazer uma bobagem, ahhh mas esse fulano não tem nenhum amigo além de mim… E eu ficava, usando essas desculpas para mim mesma, para não romper esses laços, por mais que esses laços não me fizessem bem nenhum.

Mesmo algumas dessas pessoas só me trazerem momentos extremamente desagradáveis, só me procurarem quando precisavam, só fazerem comentários críticos e altamente destrutivos a qualquer coisa que eu fizesse, ou só fizessem piadinhas sarcásticas comigo ou com meu nome… Ou seja, pessoas, propositalmente ou não apenas me jogavam para baixo. Por muito tempo, eu levei em consideração o lado dessas pessoas, mas nunca parei para pensar em mim. Então bem no começo mesmo de 2016 eu tive um BOOM de impaciência. Sabe, quando vc perde as estribeiras mesmo? Tipo, acabou o saco pra aturar essas coisas. E eu comecei a cortar muita gente da minha vida… fosse na vida real, fosse na vida online…

Eu meio que já tinha feito isso em 2011 e 2012 quando eu conheci pessoalmente umas pessoas que eu só conhecia online e eu percebi que ao vivo, as pessoas não eram quem elas demonstravam ser. Eu bloqueei um monte de gente, fiz o chamado Ghosting, e mano…  eu descobri que eu não precisava aturar gente chata, nem na internet nem na vida real. Ahhh mas eu sou seu parente, a gente tem o mesmo sangue, amigo… foda-se, vc só me procura quando te interessa. Ahhh mas a gente se conhece faz anos, amigo, desculpam faz anoz que vc é escroto comigo, cansei. Ahhh mas eu tenho depressão vc é minha única amiga verdadeira… sinto muito, procure um tratamento para a sua depressão, e melhore como ser humano, a depressão é uma doença séria é, mas doença nenhuma te dá permissão especial para vc tratar as pessoas mal, com falta de respeito, e se eu realmente sou a única amiga que vc tem repense suas atitudes, vc tem afastado as pessoas de vc faz muito, muito tempo com seu jeito de ser e de agir. Eu cansei… amizade nenhuma dura sendo unilateral, é uma via de mão dupla, vc vai receber exatamente o que vc está dando.

Em 2017 eu estava muito mal, finalmente caiu a ficha, que eu não tinha vivido o luto da perda da minha mãe, eu tive uma crise de pânico e fui parar no hospital. Então eu percebi que eu precisava de ajuda profissional. Porque eu estava à beira de eu mesma cair numa depressão sem volta (então eu posso dizer sim, por experiência própria que depressão não te dá permissão de ser escroto com seus amigos e parentes tá?). Eu comecei a fazer terapia. E eu tô tentando aprender a ser uma pessoa melhor para mim mesma, eu estou aprendendo que eu preciso aprender a determinar limites nas minhas relações com as pessoas… basicamente eu preciso aprender a dizer NÃO! Nem que seja para dizer, não, eu não quero mais me relacionar com vc, eu não quero mais ser sua amiga, não quero mais contato… NÃO! Chega!

E não pensem que é fácil…(tá certo, online é mais fácil – só tascar block, ou silent em todas as redes sociais e esquecer que a pessoa existe, deixa ela lá com sua personalidade desagradável xingando muito – e sozinha – no twitter, ou noutra rede social – e o mais legal é que vc não vai nem ver o surto da pessoa porque vc bloqueou a desgraça). Na vida real é mais difícil. Minha terapeuta disse que é mais fácil vc se encaixar no status quo do que vc estabelecer uma nova forma de relação com aquela pessoa. A pessoa vai questionar, não vai aceitar, vc vai ter que ter perseverança na sua vontade de mudar as coisas.

Eu tô tentando aprender a dizer não, eu tô tentando aprender a cuidar de mim. Se para isso eu tiver que me afastar de algumas pessoas, que assim seja. Se as pessoas não quiserem aceitar se relacionar nos meus termos… 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner

Shao