Typewriter 1

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Eu tô um tanto quanto atrasada nas minhas postagens aqui, um tanto quanto atrasada nos meus estudos também, mas é por uma boa causa, eu tô levando a sério o lance de descansar e apenas descansar quando eu me sentir cansada. E eu tenho tido dias muito cheios, tenho trabalhado para caramba e tenho estado muito cansada, então tem dias que eu chego em casa e só o que eu faço é tomar um banho, comer alguma coisa e dormir de tão morta de cansaço que eu estou.

Eu estou escrevendo este texto num sábado, e sábado é dia de lavarmos roupa, ir na feira e dormir até tarde, não necessariamente nesta ordem. E de vez em quando dia de descansar, de desligar… Hoje infelizmente eu não posso desligar cem por cento porque nos últimos dois dias em vez de ficar em casa estudando eu sai com as amigas para matar as saudades e para algumas confraternizações de final de ano, entonces hoje eu tenho que ver umas aulas e estudar um pouco para não sair muito fora do meu cronograma de estudos. Felizmente eu estava adiantada nos estudos…

Mas nem era disso que eu queria falar neste post. Eu queria falar sobre o porque eu ainda escrevo neste blogue. Eu acabei falando das minhas folgas porque ultimamente só nas minhas folgas que eu tenho tempo de me dedicar um pouquinho mais às minhas postagens. Quem acompanha o blogue a bastante tempo sabe que eu comecei ele como um diário… por isso o nome “Diário de Bordo”, depois o formato foi mudando, o número de posts, os temas e os acessos foram aumentando… E acabou virando o que é hoje. E a parte diário do blogue é bem pequena, claro que sempre em alguma postagem, aqui e alí eu conto um pedacinho do meu dia, uma coisa que aconteceu comigo porque afinal de contas este era a intenção primordial do blogue. Mas hoje nem é tanto…

Eu me dei conta que o blogue era uma coisa legal para mim e que eu gostava de fazer, que enfim o blogue era uma parte importante da minha vida quando eu me dei conta que eu vinha mantendo ele, mais ou menso, com postagens semanais pelo menos por quase dez anos… isso foi por volta de 2015 porque eu dei início ao blogue em 2005. Foi então que eu resolvi fazer um teste, na época eu estava tentando manter uma rotina de trabalho com meus textos e eu pensei… será que eu consigo, manter postagens diárias no blogue por um ano? Então em Abril de 2015 eu comecei… e fui embora até completar um ano.

Eu queria ver se eu era capaz de me obrigar a escrever todos os dias, mesmo que eu não estivesse tão afim, ou tão inspirada. Eu queria ver se eu seria capaz de manter prazos, manter fluxo de produção textual… todas essas coisas. Deixar de encarar como um hobby e começar a encarar como profissão. E eu consegui, e eu fiquei tão feliz que resolvi continuar e continuamos com as postagens até hoje. Eu aprendi coisa pra caramba lidando com esta auto imposta obrigação de escrever um x número de palavras todos os dias, de ter uma agenda, de ter um prazo, de falar de determinado assunto e fazer tudo isso mesmo estando cansada, mesmo tendo outras coisas para fazer, mesmo estando doente, não estando afim de escrever.

Então podemos dizer que nesses últimos três anos meu blogue também tem sido meu laboratório textual. Eu aprendi por exemplo que no dia que nos dias que eu não estou inspirada para criar um texto mais elaborado, mais trabalhado, eu posso me dedicar a escrever sobre outros temas, mas técnicos, ou então posso me dedicar a dar uma organizada no blogue… ou ler sobre coisas que me interessam para ver se algum assunto me inspira a escrever sobre alguma coisa que eu achei interessante.

Eu aprendi que eu preciso dedicar umas horas para me divertir também e que isso gera textos divertidos que as pessoas curtem mais, por isso eu falo sobre música, livros, filmes… eu aprendi que às vezes a gente precisa falar de temas polêmicos que todo mundo tá falando, mas que também às vezes ficar comentando o assunto já tão espancado na mídia e na internet bem como nas redes sociais é chover no molhado. Eu aprendi que eu tenho sim disciplina para me propor a fazer alguma coisa e conseguir. E conseguir principalmente, manter o foco! E isso me ajudou para caramba em outras áreas da minha vida, não apenas na profissional.

Mas, o engraçado é que nenhum desses motivos, por mais importantes que eles sejam ou que pareçam ser responde a pergunta que eu fiz no começo do texto. Por que eu ainda escrevo neste blogue? Porque eu amo pra caramba escrever… mas nem sempre eu tô afim de sentar e escrever um conto… ou um poema, ou trabalhar no livro que eu tô escrevendo atualmente. Mas eu tenho este blogue que é meu cantinho onde eu posso vir, escrever sobre uma coisa engraçada, contar um causo, falar sobre um assunto interessante, ou importante… e me divertir. Resumindo galera, eu ainda mantenho este blogue porque eu me divirto escrevendo nele… Acho que se não fosse tão divertido eu já teria desistido dele há muito tempo. E enquanto eu continuar me divertindo por aqui, podem ter certeza que eu vou continuar… 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao