magczlam3z2kj93qtabj

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Penúltimo dia do ano galera… Eu sei que vcs já devem estar focados na festa de virada de ano, mas… calma… isso é só para amanhã! Hoje, em tese, ainda é dia útil hahahahaha, ainda é um dia comum. E como dia comum vamos contar um causo de família aqui para vcs.

Eu já disse aqui para vcs que eu sou de uma família muito grande… minha mãe teve cinco irmãos e nos éramos mais de 20 primos, de várias idades e nessa época do ano, quando eu era criança, estávamos sempre juntos. O que deu pano para manga para diversas histórias. Minha família sempre foi bem matriarcal e a grande maioria da galera é muito emocional. Mas ninguém da família nunca teve muita oportunidade de estudar. Minha mãe sempre quis estudar e se formar, mas ela teve que trabalhar muito cedo e também não teve muitas chances, e os irmãos mais novos da minha mãe apesar de terem um pouco mais de incentivo para estudar, nunca se interessaram muito…

Naquele tempo, a galera queria ir trabalhar logo e constituir família… estudar não era prioridade. Minha mãe sempre me incentivou a ler e a estudar. Não só a mim, meus irmãos e meus primos também… e uma das consequências de vc ler muito é acabar por desenvolver bastante seu vocabulário, saber o significado de um maior número de palavras. Chegou um tempo… que estávamos todos reunidos nessa época de final de ano e uma tia minha estava contando uma história qualquer que agora eu não me lembro sobre o que era…

E depois que ela contou a história como era de costume, cada um dos que estava ouvindo a história foi meter o seu bedelho… dar uma opinião sobre o ocorrido. Eu Que ainda não era adulta mas também já não era mais criança, era adolescente… Ou seja, não era levada muito à sério pelos adultos. Aí uma outra tia minha fez um comentário daqueles, ahhhh se fosse comigo eu não aceitava eu faria assim e assado… eu viro pra ela e falo. Nossa, mas vc é muito passional! Ela vira para mim, indignadíssima e diz: Vc tá me chamando de criminosa menina? Eu viro pra ela: Eu? Não tô não, eu quis dizer… Ela muito brava comigo vira pra minha mãe e fala: Tá sim… olha isso Cristina, sua filha tá me chamando de criminosa. Eu sei muito bem que tá, porque eu sei o que é crime passional.

Minha mãe começa a rir. Porque minha mãe sabia o significado da palavra passional. Aliás… Passional significa provocado pela paixão. É tudo aquilo motivado pelo sentimento excessivo da paixão. É um adjetivo que significa emoções amorosas fora do controle. E eu tentei explicar pra minha tia umas três vezes o que significava a palavra. Mas ela ficava brigando comigo, eu tava vendo a hora que ela ia me bater. Então eu desisti e falei pra ela: Beleza, faz assim então… quando vc estiver mais calma vc pega o dicionário e dá uma procurada nele o significado da palavra e depois a gente conversa e saí… fui pra rua, jogar bola com meus primos.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao