magczlam3z2kj93qtabj

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Hoje é dia de eu contar causos para vcs… E hoje eu resolvi contar outro dos muitos causos da minha família. Eu sei que eu falo muito da minha família aqui no blogue, mas… sei lá… é que para mim Família é importante. E apesar de eu já ter falado muito da minha família eu acho que falei pouco do meu avô. E meu avô era um cara muito maneiro. Qualquer dia eu vou tirar um tempinho para falar dele para vcs aqui no blogue.

Mas hoje eu vou contar um dos muitos causos que aconteceram com meu avô. Meu vô sempre foi um cara muito independente. Acontece que quando ele ficou velhinho e doente ele não tinha mais a mesma força e a mesma agilidade de outrora. Entretanto isso não entrava na cabeça dele, ele simplesmente não aceitava o fato de que o corpo dele já não era mais o mesmo. Teve um episódio que ele teve uma perda momentânea de memória em pleno centro de São Paulo… lá no meio do Vale do Anhangabaú. Ele não sabia nem o nome dele. Graças a Deus a minha tia trabalhava por lá, encontrou ele na rua e trouxe ele para casa.

Depois disso… a gente ficava sempre de olho nele para ele não se perder. Não deixando ele sair de casa sozinho. Então um dia… esse vozinho danado, estava na casa da minha tia, sob os cuidados do meu primo e ele disse assim para o meu primo: Eu vou descer no Jardim do Prédio e tomar um sol… No prédio da minha tia tem um jardinzinho, com flores e plantas e um banquinho onde ele podia ficar lá de boa. Meu primo… desconfiado perguntou para ele: Mas o senhor vai só no jardim né? E ele: Sim. Como meu primo estava ocupado, não me lembro com o quê… Ele deixou meu avô descer sozinho.

Passam-se algumas horas minha avó fala pro meu primo: Vai lá buscar seu avô pra almoçar. Meu primo desce no jardim. E cadê o vô??? Nada dele… ele anda por toda a parte térrea do condomínio… e nada do véio. ele sobe para casa correndo e diz pra minha vó e pra mãe dele… o vô não tá lá embaixo. Aí começa aquele salseiro. Ligam pra minha casa pra saber onde estava o vô, meus dois primos, minha tia e meus irmãos saem na rua doidos andando procurando o véio. Eu e minha mãe naquela hora estávamos no trabalho se eu não me engano.

Daí eu chego em casa do trabalho, cansada pra caramba… e dou de cara com a maior assembléia. Todo mundo doido procurando meu avô. Então eu viro pra galera e falo… gente, ele deve ter ido na casa do tio fulano. Minha vó vira e diz, imagina!!! Ele tava de pijama e roupão… como é que ele ia pra casa do fulano. Eu… cansada… pego meu primo e falo, bora lá na casa do tio. Pegamos meu carro, fomos na casa do meu tio e adivinhem? Lá estava o danado… de chinelo, pijama e roupão, belo e formoso tomando café com leite e pão com manteiga na casa do meu tio. Sem lenço e sem documento.

Como foi que meu vô empreendeu a fuga? Simples, ele abriu o portão, atravessou a rua… quando passou uma lotação ele deu sinal. Como idoso não paga condução o motorista levou ele até bem perto da casa do meu tio. Ele desceu… aí pra chegar na casa do meu tio tinha que andar uma rua… ele desceu a rua e chegou lá. Meus tios e meus primos viram ela, colocaram ele pra dentro, começaram conversar, bater papo deram comida pra ele… e nem se tocaram que ele tava de pijamas e sem documento. Nem se tocaram de avisar quem quer que fosse que meu avô estava lá…

Mas eu desci a boca na galera, onde já se viu, não avisar que o vô estava lá… ele ser irresponsável, vá lá… ele tava doente e ficando com a cabeça meio aérea. Agora eles não avisarem, era o cúmulo. Peguei meu vô levei ele de volta pra casa da minha tia… e ele como uma criança levada e nada arrependida ficou rindo o tempo todo da peça que tinha pregado em todo mundo hahahahahahaha.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao