ignorante

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Bora filosofar um pouquinho nesse domingão depressivo… não, não vamos falar da depressão do domingo… eu acho que eu estou cansada de novo hahahahaha. Faz quatro meses apenas que eu saí de férias e já quero férias de novo, mas férias para mim só em Novembro agora. Mas também não é disso que eu queria falar neste post.

Tem uns dias, meu irmão e eu estávamos conversando sobre as pessoas serem ignorantes… aliás, como vcs sabem, um grande número desses post que eu escrevo filosofando sobre alguma coisa é proveniente de conversas que eu tenho com meus irmãos com meus amigos, com diversas pessoas mas maiormente com meus irmãos hahahaha…

A conversa começou com a gente falando sobre gente ignorante, no sentido de… pessoas que são grossas com os outros, e porque muitas vezes elas agem dessa forma. E a gente chegou à conclusão que a maioria das pessoas que age dessa forma são pessoas que em geral só veem o seu lado da história, elas são tão focadas em si mesmas nas suas perspectivas de vida que… pra elas não importa o ponto de vista das outras pessoas, elas simplesmente não conseguem se colocar na posição, no lugar dos outros e nem enxergar pela perspectiva das demais pessoas porque elas são focadas inteiramente nelas mesmas… seja qual for a situação da vida.

E acho que todo mundo pode ser um pouco assim… focado em si mesmos. Tem momentos que a gente simplesmente não consegue compreender pelo que as outras pessoas estão passando, não conseguimos ter empatia o bastante e compreender pelo que o nosso próximo está passando. Simplesmente porque… a gente nunca passou por aquela situação então não tempos parâmetros para comparar àquilo… não temos nenhuma experiência que nos aproxime daquela pessoa. Por exemplo… antes de eu perder uma pessoa muito querida, antes de eu ter sequer experimentado a dor do luto na minha vida… eu não conseguia sequer imaginar a dor que a pessoa enlutada estava passando.

Acontece que eu só percebi isso depois que eu passei pelo luto. Eu sentia que certas palavras como “Meus Sentimentos” e “Eu sei o que vc tá sentindo” soavam extremamente vazias quando saiam da minha boca antes de eu ter perdido meu pai, meu avô e minha mãe… porque antes de eu perdê-los, eu não sabia o que era estar naquela situação. Da mesma forma que eu sentia que essas palavras eram cumprimentos vazios quando vindas de certas pessoas… que também não haviam passado por aquilo.

Depois a gente começou a falar sobre pessoas ignorantes no sentido , de pessoas que desconhecem as coisas sabe… Não só quando a pessoa é simples, por não ter muito estudo. Mas também as pessoas que tem estudo mas que em algumas áreas da vida elas não tem tanto conhecimento. Nesse sentido cada um de nós é um pouco ignorante. Porque não tem como uma pessoa saber tudo o que existe para saber no mundo… eu por exemplo… sou uma porta quando se trata de matemática hahahahaha e em diversos outros assuntos.

Há alguns anos, antes de ser diagnosticada com diabetes eu não tinha nenhum conhecimento da doença. Hoje eu tenho um pouquinho mais, mas tem muita coisa que eu ainda não sei… Na internet hoje em dia, fala-se em bolha de informações… fala-se que as pessoas ficam dentro de suas bolhas, apreciando apenas assuntos que lhes interessam o que faz com que ela deixe de conhecer, de ter contatos com outros assuntos, que não a interessam ou que sejam opostos a coisas que ela acredita. Na vida real também não é muito diferente, muitas vezes somos limitados pelo nosso meio social e nem percebemos isso.

Então quando eu digo que todos nós temos os nossos momentos e que de vez em quando somos um tanto quanto ignorantes… é disso que eu tô falando. Precisamos muitas vezes sair da nossa bolha social, seja ela na internet ou no mundo real para termos contatos com outras realidades e com sorte, deixarmos, um pouquinho por dia de ser tão ignorantes em tantos assuntos… que não fazem parte da nossa realidade, do nosso cotidiano… 

Vou terminando este post por aqui… espero que vcs tenham curtido esse post. Como sempre ele não é para dar respostas e sim para suscitar perguntas… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao