notalone

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Hoje é sexta novamente, e sexta como sempre vcs já sabem é dia de falarmos de filmes. É o dia em que eu, aqui no meu blogue, indico para vcs meus leitores queridos, algum filme que eu vi, que eu gostei e que eu achei divertido, ou útil, ou importante… e também de vez em quando é o dia em que eu falo de filmes que eu vi e que achei bem ruim e que não recomendo de jeito maneira para vcs… e digo fujam desse filme que ele é ruim.

Felizmente, para mim e para vcs esses filmes são raros. E mais felizmente ainda, hoje não é um desses dias. Mas, também não é um dos dias que eu vou falar de um filme divertido. É um documentário na verdade… o filme de hoje e é sobre um assunto sério e triste. É um documentário sobre depressão e suicídio que tá na Netflix chamado “You Are Not Alone” (Vc não está só – em tradução livre). O documentário foi produzido por uma menina que deu de cara com essa situação da depressão e do suicídio quando sua melhor amiga se matou. E ela entrou em choque porque ela primeiramente se culpou por não ter ajudado mais a amiga, e por não ter percebido que ela estava com problemas.

Mas como podemos ajudar uma pessoa com depressão? Como podemos perceber os sinais de que esta pessoa está pensando em cometer suicídio. Quais são esses sinais… E é exatamente sobre isso que o documentário trata. Ele tenta alertar as pessoas, meio que educar as pessoas sobre possíveis sinais de que uma pessoa esteja pensando em suicídio. O que devemos e o que podemos fazer se um amigo, um parente, um conhecido está passando por esse momento ruim. E se nós mesmos não estamos deprimidos.

E ao mesmo tempo o documentário, se esforça para caramba para desmistificar a imagem que as pessoas tem em geral da depressão. Mostrando entrevistas com pessoas que viveram uma depressão, que muitas vezes ainda lutam contra a depressão e pessoas que tentaram diversas vezes cometer suicídio. O documentário tenta mostrar que é algo que pode acontecer com qualquer pessoa e tenta remover o stigma de ‘doente mental’ das pessoas que estão enfrentando momentos assim.

O documentário também divulga linhas de ajuda, linhas de emergência para que se alguém que se identificar com aquelas sensações e sentimentos ruins ela vai poder ter um canal para pedir ajuda e o quanto é importante receber essa ajuda. É na verdade uma questão de vida e morte… É um filme triste, um filme tenso e sério… mas assim, eu recomendo pra caramba porque a gente que não vive o dia a dia de uma doença como a depressão não tem mitas vezes noção de como é complicado, do que vai pela cabeça da pessoa deprimida. Na grande maioria das vezes a gente simplesmente não sabe como lidar, mas é importante aprender. Então eu recomendo pra caramba esse documentário para vcs. Semana que vem eu prometo tentar trazer um filme menos sério, mais light okay? 

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao