magczlam3z2kj93qtabj

 

Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Hoje eu resolvi tirar um dia de folga, semana passada foi bem agitada… eu não fiz nada do que eu tinha para fazer porque eu tive que largar tudo e ajudar meu irmão a correr atrás de uma papelada… Não só eu… toda a galera aqui de casa, esforço conjunto pra ajudar o meu irmão. Mas eu vou falar sobre isso num outro post. Como a minha semana foi bastante agitada e o final de semana também foi meio agitado eu resolvi tirar o dia de hoje para descansar.

Então resumo básico do meu dia até agora para vcs… eu acordei tarde (não tão tarde quanto nos bons e velhos tempos que eu conseguia ficar na cama até meio dia –  depois de certa idade se vc ficar deitada muito tempo vc tem que chamar o SAMU para te tirar de lá) mas eu consegui dormir até umas dez… (e também por conta da diabetes eu não posso passar da hora dos remédios, não posso ficar sem comer horas e horas, etc e coisa e tal) daí eu levantei, tomei café da manhã. Trabalhei um pouquinho na minha tabela de glicemia e eu ia escrever, mas me dei uma preguiça filha da mãe e eu voltei pra cama ahahahahaha. Porque fazia muito tempo que eu não fazia isso… tirava um dia todo para não fazer nada.

Mas como sempre nem era disso que eu queria falar. Hoje é dia de contar causos… porque… o que seria da vida sem um causo engraçado para contar não é mesmo? Então bora lá… Como eu disse para vcs já em outras ocasiões, eu sou uma pessoa extremamente distraída… e alguns dos causos que eu conto aqui no blogue só aconteceram porque eu sou extremamente distraída e este causo de hoje é mais um deles…

Minha mãe era uma mulher super família, quando eu era criança eu lembro que todo final de semana a gente estava reunido na casa dos tios, das avós, das bisavós… dos tio avós… E todo mundo tem aquele tio, aquela tia favorita, né? A sociedade politicamente correta diz que a gente não pode gostar mais dessa ou daquela pessoa… mas pode sim gente… relaxem. E minha mãe tinha aquele tiozão que ela gostava, que era todo zueiro, e todo emotivo… e o nome desse tio da minha mãe era Tio Irineu. Ele nem era tio da minha mãe na verdade, ele era tio da minha vó porque ele era irmão da minha bisa, então ele era tio avô da minha mãe.

E eu lembro que toda festa que rolava ele sempre zoava a minha mãe com aquelas piadas de tio do pavê. E depois que o tempo se passou… ele já de uma certa idade, ele sempre ligava para a minha mãe para ver como ela estava, para jogar conversa fora e fazer ela rir… então… um dia tio Irineu faleceu. E eu me lembro que foi de repente, ele já era bem idoso, mas ele era bem saudável… entretanto, foi numa época que a gente estava viajando e foi de repente então quando voltamos da viagem e ficamos sabendo, já havia acontecido o velório e o enterro.

Mas como eu disse, eu cresci acostumada a sempre atender as ligações do tio Irineu. Minha mãe me disse que ele tinha falecido, e eu fiquei bem triste… mas eu e minha memória curta como sempre dando perda total nos assuntos de família. Passou um tempo e eu virei uma noite para minha mãe e disse… Nossa, que estranho, o tio Irineu não ligou mais. Ela virou para mim e disse…  Ceres, vc não se lembra? O tio Irineu morreu. E eu… ahhhh é mesmo…

Passaram-se mais uns meses e de novo a gente estava jantando de noite em casa e eu viro pra ela e faça a mesma pergunta. Nossa, tio Irineu não ligou mais o que será que aconteceu? Eu lembro que ela largou o garfo, olhou bem pra mim com aquela cara de … sério mesmo??? E me disse… assim, secamente… Tio Irineu morreu. E eu… ahhh é mesmo!!! Passa-se mais um tempo e de novo eu esqueço que o tio Irineu morreu e falo a mesma coisa pra minha mãe… daí ela vira para mim e fala: “É… tio Irineu não ligou mais porque pra onde ele foi fica difícil ele ligar para a gente…”  e eu bala perdida… Ahhh é? E pra onde ele foi? Daí minha mãe vira pra mim e fala… Ele morreu Ceres!!! Ele foi pro além!!! E eu… ahhh é verdade. E eu juro pra vcs que depois disso eu nunca mais me esqueci…

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao