pinoq
Fala terráqueos como vão vcs??? Espero que vcs estejam bem! Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook Clica no link aqui embaixo para ler o texto completo. Eu tô legal… Hoje é dia de falar de desenho antigo novamente… eu sou muito, muito velha (brincadeira, nem tanto… faltam uns 40 anos pra eu ser muito, muito velha eu sou só velha mesmo hahahaha) e por conta disso os desenhos antigos que eu posto aqui, capaz de a maioria das pessoas nem conhecer.

Eu nasci no final dos anos 70 (em 76 para ser mais específica) e eu fui criança e adolescente nos anos 80. Os anos 80 agora estão na moda. “Stranger Things” e “It” e “Star Wars” que o digam. Mas… lá nos finados anos 80 eu não tava nem aí para muita coisa. Minha vida era bem simples. A vida da gente geralmente é bem simples quando a gente é criança. As nossas maiores responsabilidades são ir para a escola, estudar, fazer a lição de casa, tirar boas notas. Depois de cumprir o dever era a hora de ir para casa… em casa vc tinha, claro que fazer a lição de casa… e depois vc podia ficar a tarde toda brincando ou vendo TV.

Eu estudava de manhã e à tarde eu brincava com meus primos na rua (eu morava com a minha vó então meus primos sempre estavam lá em casa) depois, quando dava determinado horário… sempre às três da tarde se eu me lembro bem. A gente largava tudo o que a gente estava fazendo e corria para dentro para assistir aos desenhos. E um dos nossos desenhos favoritos era um desenho japonês que era a adaptação do clássico Pinóquio. O nome do desenho eram “As Aventuras de Pinóquio”.

E era um desenho bem legal que contava as aventuras do nosso amiguinho de madeira rumo à sua tentativa de se tornar um menino de verdade. São muitos episódios e Pinóquio sempre aprontava todas, sempre se metia em confusão e sempre fazia o vovozinho ele sofrer. Teve uma redublagem posteriormente quando o Pinóquio chamava o Gepeto de papai, mas na minha época a dublagem escolheu dublar para vovozinho. 

pinoq1

A história do desenho é a clássica história de Pinóquio o boneco de madeira que quer se tornar um menino de verdade. Com algumas diferenças entretanto da história clássica da Disney e com muito, mas muito mais situações dramáticas. Como também é uma série bem longo, Pinóquio apronta muito mais e o velhinho Gepeto é apresentado como uma criatura de resiliência incrível.

O desenho é bacana porque vai mostrando a evolução do boneco. Que a princípio não sabe a diferença entre bem e mal e por não saber essa diferenças ele acaba não sendo um bom juiz de caráter e se deixa levar para lá e para cá pelas más companhias. Aprontando cada vez mais… Em certos episódios Pinóquio chega a ser um personagem deveras detestável… á vontade de ver ele se ferrar porque ele sempre demonstra ser um ser egoísta e mal caráter e essas suas características nada agradáveis acabam sempre colocando o pobre do Gepeto em sofrimentos inomináveis. E Gepeto nesse anime é a encarnação do que o apóstolo Paulo descreveu como sendo o amor perfeito… ele tudo espera, tudo suporta, tudo sofre… por amor à esse filho de madeira.

Então, com o passar do tempo e através de muito sofrimento seu e de seu pai (mais do pai claro) ele vai aprendendo o que é ser humano e que nem todos os humanos são bons. Ele aprende a diferença entre o certo e o errado e o que verdadeiramente vale a pena nesta vida. E como prêmio por ter aprendido essa lição a Fada Azul o transforma em um menino de verdade e ele e Gepeto são felizes para sempre. Eu queria encontrar o desenho todo para comprar o DVD e rever… mas, acontece que é difícil de encontrar… vc só encontra episódios esparsos na Internet… como a maioria dos desenhos do meu tempo aliás. Mas é um desenho bem bacana e como todo o anime daquela época passa uma lição de vida, para uma moral da história… 

Vou terminando este post por aqui, foi um post curtinho, se eu encontrar uns links bacanas do desenho no YouTube eu prometo colocar aqui mais adiante, só pra vcs pegarem a vibe do desenho… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao