maxresdefault

Fala terráqueos!!! Como vão vcs? Espero que vcs estejam lindos e muito bem como sempre. Eu tô bem legal… Antes de mais nada se vc está lendo este texto no Facebook cliquem aí no link abaixo para ler o texto completo. Minha última semana de férias como vcs sabem… eu resolvo descansar, me divertir ler livro e ver série… já que eu não posso sair para lugar nenhum porque eu tô sem grana.

Eu tô escrevendo este texto na última semana de Outubro… no último dia de Outubro na verdade… e eu tô feliz só por não estar no trabalho hoje porque além de ser o último dia útil do mês… que geralmente já é agitado, hoje seria o dia final para a adesão ao PPI e vcs sabem né… Brasileiro deixa tudo, mas tudo mesmo pra última hora. Deve ter lotado o trampo. Eu já perdi as contas de quantos PPIs foram abertos mas em todos eles eu sempre estava lá no encerramento de todos, primeira vez que eu não estou… acho que eu mereço um descanso né?

Enfim, como sempre nem era disso que eu queria falar. Como eu ia dizendo lá no primeiro parágrafo… eu tô essa semana fazendo maratona de séries e lendo meus livros (porque eu tô muito atrasada com minha meta de leitura do ano) eu sei que não vou conseguir ler os 24 livros que eu tinha planejado ler este ano mas… se eu conseguir uns 20 até dezembro eu tô feliz, então tô lendo bastante essa semana…

A questão das séries e dos livros atrasados é a seguinte… eu NUNCA consigo colocar as minhas séries e meus livros em dia porque sempre estão surgindo novas séries e novos livros que pulam a frente dos outros na lista, porque naquele determinado momento da minha vida eles me despertaram um interesse. Foi o que aconteceu por exemplo com os livros da Linda Castillo e também com essa série  nova da Netflix “MindHunter”.

A série tem apenas uma temporada (por enquanto) e foi baseada num livro (o que para mim geralmente é uma coisa boa… não sempre, mas geralmente) chamado ” Mindhunter – O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano” do escritor John Douglas e que depois da estréia da série está vendendo para caramba. Eu fui esses dias no Shopping e ele está em destaque em TODAS as livrarias que eu passei… inclusive eu quase comprei o danado hahahaha, mas a minha lista de livros atrasados já está muito grande e a grana tá curta então eu acabei não comprando. Masss… eu tirei dois dias para maratonar essa série e deixa eu dizer para vcs, é uma série muito boa.

Mindhunter-2017-1

A história da série é mais ou menos assim galera, temos o agente Federal Holden Ford que trabalha na parte de negociação de reféns pelo FBI e logo no começo da série ele meio que falha numa negociação e um cara que estava mantendo uma pessoa cativa morre. Holden então fica bem abalado e seus superiores o enviam de volta para Washington e o colocam para dar aulas para os cadetes na academia do FBI. Holden então começa a questionar seus próprios métodos e os métodos do FBI então ele pede um afastamente para voltar à Universidade e Estudar Psicologia para saber porque as forças policiais não estão mais conseguindo prender os criminosos e ele acredita que é porque as técnicas estão ultrapassadas e eles precisam compreender melhor essa ‘nova leva’ de criminosos que está surgindo no novo cenário americano.

A série se passa no final dos anos setenta e reflete bem o cenário americano daquela época. Uma época que ficou marcada nos Estados Unidos como a perda da inocência. Houve o surgimento de diversos serial killers na América naquele período. Quem curte a temática ‘True Crime’ que é o estilão de livros e séries que tratam de crimes reais, criminosos reais que aconteceram e o pessoal curte descifrar os motivos dessas mentes criminosas geralmente insanas. Aliás um dos produtores da série é o David Fincher, uma figurinha bem conhecida de quem curte ‘True Crime’… para quem não sabe e se eu não me engano ele dirigiu dois filmes super badalados sobre o tema… “Seven” e “O Assassino do Zodíaco”.

Mas o ponto principal da série é justamente a saga dos agentes do FBI em desvendar o que se passa pela mente de criminosos tão perigosos, tão imprevisíveis e o começo das investigações, através de entrevistas com assassinos em série que estavam presos, da mente, dos motivos desses assassinos. Foi a primeira vez na história que começou-se a traçar um perfil psicológico dessa espécia de assassino. Hoje em dia isso é comum, existe trocentos estudos e gente especializada nessa área, mas na época esse tipo de procedimento era inexistente, considerado experimental e até mesmo condenado pela sociedade.

Holden, o personagem principal fica eternamente se questionando e questionando todos os especialistas… Sua principal intenção é impedir e prender novos serial killers, antecipar comportamentos que possam indicar um criminoso assim e ele quer saber sempre, as pessoas nascem más ou se tornam más? Os assassinos em série já nascem maus ou alguma coisa horrível aconteceu com eles que os transformou nos monstros que eles se tornaram? Não nos fazemos essas perguntas até hoje?

São dez episódios, são episódios bem longos… diferentemente de grande parte das séries policiais que tem perseguições e caçadas e emoções essa série é relativamente ‘parada’ não tem tanta ação, se vc está procurando uma série de ação não vai encontrar isso nessa série… é uma série mais ‘técnica’ onde todos os atos dos agentes buscam compreender as mentes dos assassinos e colocar através desses estudos esses caras na cadeia.

É uma série boa pra caramba, eu recomendo pra caramba. O ator Jonathan Groff está muito bem no papel do agente Holden, a atriz Anna Torv também manda bem pra caramba como a Psicologa Wendy Carr… E eu aqui destaco pra caramba o trabalho maravilhoso do ator Cameron Britton como o assassino Ed Kemper. As entrevistas dos agentes com os assassinos são baseadas em entrevistas reais e são em alguns pontos idênticos às entrevistas reais chegando a ser bem chocante. então, de novo… recomendo essa série, vale muito a pena ver.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao