cEPR5dx1XMMvBtuzBIL4rR5xnh5

Fala terráqueos, beleza? Como vão vcs? Espero que vcs estejam bem… eu tô cansada para caramba… mas eu vou ficar cansada desse jeito até final de setembro, quando eu terminar meu TCC e fizer a minha prova final da pós graduação. Só depois de 16 de Setembro que eu vou sair desse estresse… não tem jeito. Enquanto isso eu vou me arrastando e fazendo pausas esporádicas para não ter uma crise de estresse, não desmaiar de cansaço.

Mas como sempre nem era disso que eu queria falar aqui no post de hoje. De vez em quando, nos finais de semana principalmente, eu tiro um tempinho, geralmente umas horinhas da noite depois que eu fiz coisa pra caramba e estou cansada para caramba, quando eu consigo ficar acordada nessas horinhas finais da noite eu assisto alguns filmes… às vezes eu durmo antes do filme terminar, durmo! Não vou mentir para vcs hahahaha. Mas… às vezes eu consigo ficar acordada e vejo uns filmes legais. Ou nem tanto…

Esses dias, eu e meu irmão fomos assistir a este filme que a gente queria ter ido ver no cinema mas que por conta de falta de tempo não deu. Que é “A Autópsia”. Vc vê um cartaz desse com um nome desse vc já pensa… Eita que é coisa do capeta esse filme, altos sustos e coisas nojentas de autópsia tudo misturado numa coisa só… mas se tem uma coisa que eu aprendi em todos estes anos nesta indústria vital é que as coisas nunca são como elas aparentam ser.

A história do filme é mais ou menos assim… cidade pequena, acontece uma chacina… Não se explica muito a chacina nem nada, mas é uma coisa horrenda, todo mundo numa casa, num lugar… eles não explicam… é encontrado morto. Mas não qualquer morte, mortes horríveis… pessoas todas acabadas e nesta mesma casa é encontrado um corpo de uma jovem, entretanto o corpo da jovem não tem nenhum ferimento aparente nem nada, diferente dos demais corpos.

Então este corpo é enviado com urgência para a funerária da cidade, para um parecer qual a causa da morte… e a tal funerária é aparentemente um negócio particular, porque é uma casa na parte superior e uma funerária onde de avalia e se prepara os corpos no subsolo. Onde moram pai e filho. E a polícia pede uma certa urgência por se tratar de um crime tão horrendo. E o corpo meio que chega no começo da noite…

E pai e filho já tinham terminado o serviço do dia e estavam fechando tudo mas como o policial pede urgência eles ficam mais tarde para fazer a autópsia. O que não é nada incomum na linha de atuação deles. O pai ainda fala para o filho, pode ir para o cinema com a sua namorada, deixa que eu termino aqui sozinho, mas o filho resolve ficar para ajudar o pai assim eles podem terminar mais depressa e irem ambos, um descansar e o outro sair com a namorada.

A namorada inclusive vai até a casa/morgue buscar o bonitão e ele fala vai lá na frente que eu vou depois. Daí ela pergunta pra ele se ele já conversou com o pai dele sobre o que eles tinham combinado. E vc descobre que o filho tá de saco cheio daquela vidinha de cidade pequena e gente morta. Que a mãe dele morreu não tem muito tempo… ele quer ir embora, mas está hesitante em deixar o pai sozinho, sem ninguém para ajudar e sem família. Ou seja, ele quer ir mas está se sentindo culpado. Ele diz que não, que vai falar que precisa de tempo e despacha ela pra ir para o cinema que ele encontra com ela lá depois.

E então os dois começam a fazer a autópsia e a investigar a possível ou possíveis causas da morte da menina, e eles vão encontrando um monte de coisa estranhas. Um monte de ferimentos inexplicáveis, a maioria internos. E é então que coisas estranhas começam a acontecer no morgue… sons estranhos, o rádio começa a ligar e desligar sozinho, tocar umas músicas estranha.

É um filme tenso! São poucos personagens e todo ele se passa no morgue, e noventa por cento das cenas se passam dentro da sala onde eles estão realizando a autópsia. A coisa vai ficando cada vez mais estranha e cada vez mais do capiroto… Mas eu não vou contar nada do que acontece hahahahaha nem como termina porque eu não quero dar spoiler. Se vc curte um terror talvez vc goste. Não foi um filme que me surpreendeu… eu adivinhei mais ou menos o que ia acontecer no final e quem era o agente maligno nas primeiras cenas hahahahaha. Mas, sei lá… é um filme de terror diferente.

Pode ser interessante assistir para quem quer um terror ‘diferente’ do padrãozão de terror. Eu particularmente achei o filme mais nojento do que assustador. Achei o filme fraquinho na verdade… meio chatinho… sem muita ação no meio e depois um monte de coisa acontecendo ao mesmo tempo no final. Aliás eu não curti o final, achei que ficaram coisas meio que sem explicação. Eu não recomendo 100%, se vcs quiserem arriscar… Mas achei ele no mesmo nível de “A Bruxa” que eu achei que ia ser o máximo e foi fraquinho…

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao