wwomanposter

Fala terráqueos, como vão vcs? Eu tô doente… espero estar melhor amanhã mas… não tenho certeza se estarei… coisas da diabetes… de vez em quando ela fica doida mesmo, não tem muita coisa que eu possa fazer. Acho que tem alguma coisa a ver com meu estado de espírito. Se eu tô meio chateada, irritada, nervosa… meus níveis de açúcar tendem a ficar meio loucos…

Mas como sempre nem era disso que eu queria falar neste post. Eu queria escrever um post sobre o filme “Mulher Maravilha”. Ahhhh Shao, mas agora? Já faz trocentos anos que esse filme saiu do cinema e já passou a onda e blábláblá… Sim, sim, sim… mas, acontece que eu não consegui ir ver este filme no cinema e só pude ver agora que o filme saiu para alugar em streaming.

Antes de mais nada deixa eu dizer que lá nos anos oitenta, quando eu era criança “Mulher Maravilha” com a atriz Lynda Carter (imagem abaixo) era um dos seriados americanos que eu assistia na TV. Eu era muito criança e eu não me lembro exatamente em qual emissora e qual ano era… ela foi exibida por várias emissoras brasileiras entre os anos de 1977 e 1986 ou seja, quase dez anos (clique aqui para ler mais informações bacanas sobre a série). Era um seriado bacana… tinham outros seriados onde as mulheres eram as heroínas, tínhamos “As Panteras”, “Poderosa Isis” entre outros… mas este era um dos meus favoritos.

mmaravilha

Então claro que depois de tantos anos fora da mídia, eu estava naturalmente curiosa para ver como eles iam fazer, como seria a Mulher Maravilha que a DC e o cinema iriam trazer de volta essa personagem da minha infância!!! Teve boato pra caramba antes do filme ser produzido, teve até eleição online pra escolher a atriz que deveria ser colocada como Mulher Maravilha… claro que os produtores não deram nenhum ouvido aos clamores populares e escolheram a praticamente desconhecida atriz israelense Gal Gadot (acho que é assim que escreve o nome dela, não estou bem certa).

Eu queria muito ter ido ver no cinema, mas coisas aconteceram… primeiro ninguém quis ir comigo, segundo eu estava sem tempo e terceiro eu estava sem grana hahahaha. Então eu esperei disponibilizarem ela pra alugar (sim, alugar) no YouTube e assisti!! Caso vcs não saibam o YouTube (a Google no caso) está disponibilizando este serviço e é bem bacana!!! E tem uma coisa que eu achei super legal também no lançamento do filme foi que a Lynda Carter deu o maior apoio para a escolha da Gal Gadot como Mulher Maravilha na nova versão do cinema e compareceu na pré estréia do filme lá na gringa para apoiar e meio que passar a tocha para a nova intérprete da sua personagem… (veja na imagem abaixo… Lynda Carter envelheceu bem pra caramba né?).

mwomen

Então, vamos falar do filme… a história do filme é mais ou menos assim… O mundo tá todo zoado… Estamos em plena Primeira Guerra Mundial. Num lugar isolado do mundo… as Amazonas (ou o que restou delas pelo menos) estão vivendo isoladas e alheias ao que está acontecendo no mundo vivendo as suas vidinhas e cuidando umas das outras. Elas são lideradas pela sua rainha Hipólita e vivem em paz na ilha de Themyscira. Diana é sua filha querida… todas as amazonas são guerreiras e a princesa demonstra desde cedo inclinação para aprender a guerrear mas sua mãe quer mantê-la o mais longe possível de qualquer treinamento militar.

Conforme o filme vai passando vc entende porque. Porque na verdade as amazonas estão vivendo escondidas de Ares, o deus da guerra. E Hipólita acha que se Diana começar a treinar o deus pode descobrir onde elas estão e destruir todas as amazonas. Fora isso, ela teme pela vida da filha também. Aí tem todo um background de mitologia, onde ela conta para Diana a história das amazonas, como elas foram parar na ilha e porque… Diana fica então mais determinada a aprender a lutar para defender o seu povo e a humanidade, caso um dia Ares retorne. E muito contrariada Hipólita concorda que a filha seja treinada pela sua melhor guerreira Antíope (interpretada pela atriz Robin Wright – vcs devem conhecê-la de House of Cards???). E ela diz para Antíope que ela deve exigir de Diana quatro vezes mais do que ela exige das demais guerreiras porque se a profecia se cumprir ela vai precisar enfrentar coisas que as outras não precisariam.

Então, um belo dia tá todo mundo de boas lá na ilha quando um avião de um espião britânico, ultrapassa a barreira criada por Zeus que deixa a ilha de Themyscira invisível aos olhos humanos e cai no mar. Diana pula na água e salva o espião que se chama Steve Trevor. Acontece que as tropas inimigas seguem o avião do dito cujo e também chegam na ilha e invadem tudo, chegam causando, porque eles querem porque querem pegar o danado do espião. E aí rola uma treta generalizada entre os nazistas e as amazonas.

E apesar dos nazistas terem armas modernas, bombas e porta-aviões e a porra toda, as amazonas levam a melhor e ganham a batalha e salvam Steve. Por ele elas descobrem que o mundo está em guerra e que esta guerra pode destruir toda a humanidade e então Diana cisma que o culpado da merda toda é o Ares, que o danado tá a solta e então ela quer ir com Steve para o front, derrotar Ares e acabar com a guerra.  E esse mais ou menos é o plot do filme… durante todo o resto do filme tudo que Diana fizer é para procurar Ares, derrotá-lo e acabar com a guerra e deixar a humanidade em paz e salvar o mundo.

Uma coisa interessante dessa história é justamente a inocência que ela reflete. Uma inocência bem da época que a personagem da Mulher Maravilha foi criada mesmo. A ideia de que a humanidade em si é boa e que deuses malignos como Ares é que a corromperam. Que sem este fator externo da corrupção o homem é bom, a humanidade é boa… É a teoria do bom selvagem de Jean-Jacques Rousseau no cinema e a personagem da Diana representa essa crença. Ela acredita piamente que ela pode acabar com toda a maldade, com toda a guerra apenas exterminando essa influência maligna externa. E é interessante porque reflete a inocência perdida de uma era pré primeira guerra!

wwoman

Muitos dos heróis dos quadrinhos criados nesse período refletiam esse idealismo e essa inocência e era bacana. O herói imaculado, o bom moço absoluto. O ícone de tudo que é bom e correto e que vinha para inspirar gerações. É tudo tão diferente hoje… E atriz Gal Gadot faz um trabalho extremamente competente em passar essa ‘inocência’ para a personagem Diana.

Mas eu estou divagando, voltando ao filme… Tem muitas cenas de ação, coreografias de luta maravilhosas e os efeitos especiais são maravilhosos e vcs sabem muito bem que a gente só vai ao cinema ver filmes de super-herói para ver essas coisas né? HAHAHAHAHA… se a história for boa e os atores forem bons é um extra. O que a gente quer mesmo ver são as cenas de lutas coreografadas, o mal contra o bem e os efeitos especiais de ponta que Hollywood vai nos apresentar!! E o filme tem tudo isso e muito mais, tem comédia, tem uns questionamentos bem colocados, tem falas extremamente interessantes e tem um timing perfeito entre todos elementos porque não tem um momento do filme que vc pensa, ai que saco termina logo essa parte… não tudo é bem dosado.

Chris Pine que é um ator que eu gosto muito também está muito bem no papel do ‘mocinho’. E como não poderia deixar de ser temos um romancezinho entre ele e a Mulher Maravilha… Essa parte aliás foi extremamente criticada (bem como outras bobagens como as axilas depiladas de Gal Gadot que estaria interpretando um ícone do feminismo… com coisa que ficaria melhor na tela uma Mulher Maravilha com o sovaco cabeludo… poderia ficar mais acurado verossímil, porque é difícil imaginar as amazonas depilando as axilas com gilete ou cera quente… mas, não ficaria bacana na tela).

Temos também os antagonistas, os vilões. E talvez esse seja o grande defeito do filme. Os vilões não são tão carismáticos, nem tão trabalhados como os mocinhos. Mas isto era de se esperar porque afinal de contas o filme era para apresentar a Mulher Maravilha… 

Enfim, resumindo é um filmão… daqueles que vc assiste e nem vê o tempo passando. Eu não vou contar mais do filme porque senão estraga e eu não quero dar spoiler hahahaha. Uma coisa entretanto que eu preciso falar sobre esse filme é… reparem na vestimenta da Mulher Maravilha na imagem abaixo… Assim que divulgaram as primeiras imagens dela, com essa armadura meio marrom a primeira coisa que eu pensei foi… Mas menino se inspiraram na armadura da Xena não??? Reparem bem nas imagens abaixo e me digam se não é parecido para caramba???

Depois, quando foichegando o lançamento que liberaram a imagem do uniforme com as cores clássicas que vcs podem ver na imagem abaixo. Assim, eu amei o filme, me arrependi de não ter ido ver no cinema e em 3D aposto que os efeitos e as cenas de luta ficaram maravilhosas na telona e ainda mais em 3D. É um filme muito bom, melhor filme da DC dos últimos tempos… Finalmente depois de tanta surra que a Marvel deu neles vem a Mulher Maravilha e salva o dia pra DC.

wwoman3

Acho que está entre um dos melhores filmes do ano… Se vc é lerdo feito eu e ainda não viu o filme, veja, vale muito a pena é muito legal. Quando sair em DVD tô pensando seriamente em comprar e ter na minha coleção. Me deixou esperançosa para termos um filme bacana da Liga da Justiça.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao