jbj

Fala terráqueos, como vão vcs, eu tô legal. Agora que a TPM passou… TPM é coisa do capeta. Vc tá bem, feliz e contente aí vc acorda de TPM e POW vc tá deprimida e não pode nem ver comercial de margarina que vc chora… não é fácil não galera. Mas a vida da gente é assim mesmo… temos altos e baixos na vida. Temos dias ruins e dias bons…

Eu estava esses dias ouvindo uma playlist que eu criei do Bon Jovi (porque eu estava me preparando mais ou menos para as canções que eles iriam tocar no show aqui de Sampa… especialmente as canções novas que eu conheço mas não sei a letra de cor). E eu estava também ouvindo as minhas músicas favoritas da banda e eu parei para ouvir e refletir sobre a letra de “Someday I’ll Be Saturday Night!” e essa música é uma dessas razões pelas quais eu fui ao show. Simplesmente porque eu precisava ouvir essa música ao vivo e cantar ela a plenos pulmões…(se vc quiser saber como foi o show eu escrevi um post sobre ele, cliquei aqui para ler)

E é verdade o que a letra da música diz. A vida é cheia de altos e baixos. Tem dias e tempos na vida que a gente está triste, estamos para baixo e pensando que nada vai dar certo, que somos azarados e o futuro é negro e triste e… a gente só pensa coisa ruim.

E eu quis escrever este post porque eu sei como é duro ver o lado bom das coisas, quando a gente está lá embaixo e é difícil acreditar que as coisas vão melhorar nos dias que estamos caminhando solitários e perdidos dentro da nossa própria escuridão. E olha que eu sou uma pessoa geralmente otimista… Sério… eu sou… eu sempre acredito que quanto pior a situação melhor vai ser o amanhã… Sabe aquela máxima de ‘pior que está não pode ficar’ ? Pois é… quando a gente chega mesmo ao fundo do poço, o único caminho que resta é para cima, é para melhor…

Eu passei por momentos bem tenebrosos na minha vida, especialmente nos últimos anos. Sabe aquela coisa que é a coisa que vc mais tem medo que aconteça na sua vida? Que vc pede a Deus todas as noites para que aquilo não aconteça com vc porque se aquilo acontecer sua vida acaba, mesmo que ela não acabe de verdade, mesmo que vc continue vivo o sentido, a razão da sua vida deixa de existir e vc vai passar apenas a sobreviver… Pois é… eu tive que enfrentar isso na minha vida, meu maior medo se concretizou, virou realidade. Foi tipo a vida me pegou pelos colarinhos e me deu um senhor murro no meio da cara e me largou sangrando na sarjeta.

E eu tinha certeza absoluta que eu não seria capaz de me recuperar se aquele meu maior medo se concretizasse. Eu tinha certeza que eu não ia resistir a uma dor daquele tamanho e que eu iria morrer mesmo. Mas nós geralmente somos mais fortes, mais resilientes do que pensamos. Por muito tempo eu me deixei ficar sentada no fundo do poço em no qual eu tinha caído acreditando que tudo tinha acabado e sem razões para me mexer e sair daquela posição.

E hoje eu sinto que eu não saí completamente do poço ainda (tô meio que nem a Samara… hahahahaha) mas eu tô escalando, devagar, rumo à luz, rumo à saída… e que eu tô quase lá… quase saindo. Claro que quando uma tragédia grande (ou várias tragédias) se abate sobre a vida de uma pessoa ela nunca mais será a mesma… eu não sou mais a mesma que eu era antes de atingir o meu fundo do poço… sou uma pessoa diferente.  Melhor ou pior Shao? Nem uma coisa nem outra… apenas diferente. Talvez um pouco mais consciente das minhas forças, talvez mais hesitante, mais realista… mas, nem melhor nem pior, apenas mais velha, mais experiente, enfim… diferente.

Quem acompanha meu blogue deve saber que eu tô falando da perda da minha mãe, do meu avô… e de como minha vida deu uma guinada de 180 graus com tudo isso. Dez anos atrás eu jamais imaginaria que eu estaria onde eu estou agora que eu teria passado por tudo que passei… e que eu estaria viva para contar a história ainda.

Mas o que eu queria dizer neste post é que por pior que as coisas pareçam elas melhoram, a gente não acredita nisso, ainda mais quando elas estão na sua pior fase. Mas a verdade é que elas melhoram sim… às vezes a gente só precisa ter um pouco de perseverança e paciência.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao