17310498._UY630_SR1200,630_

Fala terráqueos!!! Beleza??? Eu tô legal… espero que vcs estejam bem também. Eu sei que eu tinha dito (será que eu disse??? não me lembro) que eu não ia escrever mais nada até o final da semana, do mês, afinal de contas eu consegui o prodígio de deixar mais de quarenta posts agendados. Mas, eu terminei de ler mais um livro da minha meta de leitura do ano e o que isto quer dizer? Quer dizer que eu tenho que falar dele aqui no blogue hahahahahaha.

Desta vez foi um livro bem curtinho. Mais uma short storie do que outra coisa. Portanto, o post de hoje também vai ser curtinho. Antes de adentrar na história… deixa eu dizer aqui novamente. Os livros da Linda Castillo valem muito a pena, ela é a mestra dos romances policiais do momento! E nem sou eu quem está dizendo é a Revista People (entretanto eu concordo em gênero, número e grau). Então se vc curte o gênero Romance Policial (e sabe ler em inglês – porque nem todos os livros dela foram lançados em português, acho que apenas o primeiro) eu recomendo pra caramba esta autora para vcs!

Agora sim vamos ao assunto do post de hoje! Décimo livro do ano e sexto livro desta autora. Sexto livro da Saga da chefe de polícia Kate Burkholder. E pela primeira vez desde que eu descobri esta escritora temos uma história sem assassinatos violentos. Temos um crime… temos uma pessoa desaparecida… temos um Cold Case (que é quando um caso não é resolvido e fica lá arquivado) e temos um final surpreendente.

Pela primeira vez também vemos o lado romântico da heroína, acho que ela finalmente está se acostumando à ideia de estar apaixonada pelo agente Tomasetti e mais ainda com a ideia que ele está apaixonado por ela. A história começa mais ou menos assim… depois de tantos casos estressantes, Kate e John decidem passar um final de semana juntos numa pousada romântica, numa cidade vizinha. Entretanto o local tem fama de mau assombrado e por quê? Porque há vinte anos uma moça da cidade passou uma noite na pousada e depois desapareceu sem deixar vestígios… e alguns dias depois suas roupas foram encontradas, completamente ensanguentadas nas margens do rio que passa próximo à pousada.

Claro que como policiais e workaholics que são Kate e John em vez de concentrarem-se em romance resolvem investigar o caso do desaparecimento e possível assassinato da moça. Porque afinal de contas, se o fantasma da mulher está assombrando a pousada, sinal de que ela está sem paz e quer ver o culpado ou culpados punidos!!!

E como sempre eu não posso falar mais do que isso porque eu não quero estragar o prazer de vcs mesmos lerem e descobrirem o que esta história tem de bacana, de misterioso. É muito, muito legal. É uma história curta, eu li em 20 minutos na esteira…

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios