bb

Fala galera beleza??? Espero que sim… eu tô legal… esses dias eu estava vagando pelas internets da vida e vcs sabem né? Às vezes a gente olha pra juventude e pensa… que geração perdida meu Deus. Entretanto eu tenho certeza que nossos pais e nossos avós em algum momento das vidas deles pensaram a mesma coisa da nossa geração… é normal a gente achar que as coisas do passado ‘da nossa época’ eram melhores.

Então… apesar de ser controverso este tema um ponto eu acho que não se discute, a educação, que já há anos anda maus das pernas… tá agora agonizante. Vc vê isso na cultura popular, nas novelas, nas músicas etc e coisa e tal. E esses dias meu irmão e eu estávamos assistindo acho que um jogo do Brasil e ele comentou assim “Engraçado como a galera canta o Hino Nacional mas a grande maioria nem sabe o significado das palavras…” e passaram-se uns dias eu vi um vídeo de uma YouTuber brasileira que cresceu nos EUA tentando cantar o Hino Nacional Brasileiro e ela nem conseguia cantar direito. Vá lá… ela não tem tanto contato com a cultura brasileira lá fora, então ela tem desculpa.

Mas e qual a desculpa nós que moramos aqui e cantamos esse Hino sempre (sempre que tem jogo da seleção brasileira de futebol… vamos deixar isso bem claro aqui) e eu me lembrei de duas coisas… Na minha época (nossa olha a velha falando!) a gente cantava o Hino Nacional toda a quarta-feira na escola. E meus irmãos frequentaram a mesma escola que eu… e tiveram quase os mesmos professores, com uma ou outra exceção.

E eu me lembro também que uma vez… eu estava na sexta série… e a minha professora de Língua Portuguesa (que eu não me lembro o nome – desculpa professora é a velhice – mas que foi uma das professoras mais legais que eu já tive na vida!!!) chegou na sala de aula com uma atividade ‘diferente’. E qual era a atividade??? Era pegar o Hino Nacional Brasileiro e ler o hino… e depois de ler uma vez, escrever o que a gente achava que significava e tal…

Mas não era tudo, segunda parte da atividade era, ler novamente grifando todas as palavras desconhecidas, todas as palavras que dificultassem nosso entendimento. E a terceira parte da atividade era procurar essas palavras no dicionário. E depois ler pela terceira vez com esse Glossário do lado… Todo mundo detestou a princípio mas no final da atividade estavam todos animados porque a gente tinha aprendido muita coisa… primeiro a gente aprendeu que a língua evolui e que não é porque a gente nasceu falando uma determinada língua que a gente conhece todas as palavras desse idioma.

Outra coisa que a gente aprendeu foi a usar o dicionário e não ter vergonha de usar o dicionário… porque muita gente tem preconceito com o dicionário apelidando o livro que dá um trabalhão pra fazer (eu já quis estudar filologia e ser escritora de dicionários tá… sim, esse é meu nível de nerdice… me julguem) de ‘pai dos burros’ e essa minha professora chamava ele de ‘pai dos curiosos’ e ela dizia que a curiosidade levava ao conhecimento e o conhecimento nos tornava pessoas melhores. E vejam bem, a gente tinha uns doze anos… e a professora nos tratava como seres humanos capazes.

Hoje eu vejo professores querendo simplificar os textos de Machado de Assis, para ficar mais fácil para os alunos compreenderem. E se isso não é tratar as crianças e adolescentes como seres incapazes, se isso é dar o peixe e não ensinar a pescar… eu sinceramente não sei o que é…

Então eu pensei de fazer exatamente isto aqui no meu blogue, eu vou postar a letra do Hino Nacional, com as ‘palavras difíceis’ negritadas e depois reescrever a letra com elas substituídas por palavras mais simples… Eu sei que isto vai deixar o post bem grande, mas… dane-se eu já escrevi posts gigantescos sobre assuntos bem mais bobos hahahahaha. Eu vou tentar marcar as palavras que eu marquei lá no passado quando eu tinha meus 12 anos mas não vai ser fácil hahahahaha. E eu não vou fazer o que as professoras querem fazer que é simplificar o texto… eu só vou trocar as palavras por sinônimos se for possível, e fazer uns comentários quando não for possível hahahahaha. Bora lá então? 

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito à própria morte!

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu,brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó brasil, florão da America,
Iluminado ao sol do novo mundo!
Do que a terra mais garrida,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
“nossos bosques tem mais vida,”
“nossa vida” no teu seio “mais amores”.

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! salve!.

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
-paz no futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, à própria morte.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

O Hino Nacional tem uma letra bem bonita, fala coisas muito bonitas, tenta trazer para o brasileiro o orgulhos de ser brasileiro (o que hoje em dia tá complicado), exalta nossas belezas e riquezas e sonha com um futuro utópico para nossa pátria e nosso povo. E eu digo que esse futuro é utópico porque… sem educação primeiramente… jamais vamos alcançar nada do que sonha nosso Hino Nacional. E como não achar que este sonho é apenas uma Utopia quando nossos jovens nem sequer compreendem o significado das palavras do nosso Hino? Mas, deixemos a melancolia de lado e bora pra segunda parte…

Ouviram do Ipiranga às margens calmas
De um povo heroico o grito ensurdecedor,
E o sol da liberdade, em raios cintilantes,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Se o preço dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito à própria morte!

Ó país amado,
Muito muito amado,
Viva! Viva!

Brasil, um sonho intenso, um raio brilhante
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu bonito céu, sorridente e claro,
A imagem do cruzeiro brilha.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, corajoso e gigante,
E o teu futuro reflete essa grandeza.

Terra muito muito amada,
Entre outras mil,
És tu,brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste terra és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Deitado eternamente em berço maravilhoso,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Destaca-se, ó brasil, Jóia da America,
Iluminado ao sol do novo mundo!
Do que a terra mais bonita,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
“nossos bosques tem mais vida,”
“nossa vida” no teu seio “mais amores”.

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! salve!.

Brasil, de amor eterno seja símbolo
A bandeira que mostra estrelada,
E diga o verde-amarelo dessa bandeira
-paz no futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da justiça a arma forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem tem medo, quem te adora, à própria morte.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

E é isso… ficou mais fácil de entender??? Não dá para entender tudo sem uma interpretação de texto, sem uma análise sintática… hahahahahah aliás, essa mesma professora deu como prova para a gente fazer a análise sintática de uns trechos do hino foi no mínimo desafiador na época. Quem sabe um dia eu não faço isso… não faço uma análise sintática do Hino Nacional Brasileiro numa postagem aqui do blogue… veremos!

Vou terminando este post por aqui espero que tenham curtido o texto de hoje… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios