crac

Fala terráqueos, como vão vcs? Espero que estejam bem… hoje eu não vou ficar de muitos preâmbulos porque o tema vai ser bem longo. Eu hesitei bastante em tocar neste assunto porque é um assunto controverso. E estamos vivendo num mundo tão cheio de certezas, de posicionamentos tão irremediavelmente firmados que vc falar o que quer que seja sobre o tópico polêmico do dia acaba, quer vc queira quer não atraindo atenção para a sua pessoa. E muitas vezes nem é uma atenção positiva, arai aquilo é chamado de ‘hate de internet’. Mas eu nem vou entrar nesta questão agora porque e outro assunto longo.

Em São Paulo no momento estamos com um novo governo municipal do Prefeito João Dória, do PSDB. Um governo que se declara de direita (sobre isso eu preciso falar ainda… mas não hoje, esquerda e direita nesse país e como tudo é muito nebuloso) que sucedeu um governo do Fernando Haddad que era do PT, declarado de esquerda. E ainda antes desses dois, tivemos o Governo Kassab, que era do PSDB depois saiu do partido e fundou seu próprio partido o DEM mas que segue a linha de direita também.

E temos a Cracolândia… temos este problema social sem solução, incrustado no meio da maior cidade da América Latina. Mas o que é exatamente a Cracolândia? Para quem não é de São Paulo, ou nunca esteve em São Paulo… a Cracolândia é um conjunto de ruas, próximos ao centro que pouco a pouco foram abandonadas pelo poder público e foram tomadas primeiramente por moradores de rua, pessoas com problemas psiquiátricos, e posteriormente dependentes químicos… E com os dependentes químicos, claro… vieram os traficantes e então, a situação que já era caótica ficou pior. As ruas foram tomadas por entulho, viciados, traficantes… vide imagem acima.

E os moradores da região, ou que tinham que passar pela região começaram a pedir uma solução para a situação. Os poderes estabelecidos, sem saberem muito bem como lidar com a situação fizeram o quê? Pegaram a polícia, a Guarda Civil Metropolitana, equipes de limpeza e foram fazer aquele auê lá no meio da Cracolândia. Espalharam as pessoas, que fugiram desesperadas e se instalaram em outras áreas da cidade…

100518_crack_f_003

Vamos começar pelo que tem sido feito neste Governo… Quando o Dória começou querer mexer com a Cracolândia, ele convocou o pessoal dos Direitos Humanos e pediu orientação de como deveriam serem feitas as abordagens, até onde eu sei… Ficou acordado, que equipes médicas e de assistentes sociais iriam avaliar as condições das pessoas (mesmo contra a vontade delas – porque elas estão sequestradas pelas drogas, sem condições de gerir as próprias vidas) e ver se era o caso de submeterem essas pessoas a internação compulsória.

Um pouco diferente das gestões anteriores que criaram programas de emprego e bolsa moradia para as pessoas, e ficavam passando com as assistentes sociais tentando convencer as pessoas a irem para clínicas e ficarem internadas para se tratarem. Esta abordagem mostrou-se ineficiente, porque o pessoal gastava a bolsa em drogas e continuava perdido nessa vida.

crackolandia-4-600x336

E antes de dar minha irrelevante opinião sobre o caso, deixa eu dizer que eu trabalho há 15 anos na prefeitura e eu tenho contato diário com pessoas em situação de rua, pessoas que vão na Assistente Social, pessoas que vão pedir ajuda no Conselho Tutelar… Fora isso eu já morei e trabalhei perto da Cracolândia, meu irmão trabalhou na Cracolândia… eu conheço o lugar pessoalmente, não por foto e vídeo da internet. E deixa eu falar para vcs… é o inferno na terra. Se vc não tem ideia do que seria o inferno e a Cracolândia. Pessoas sobrevivendo em condições abaixo de inumanas e sendo exploradas por outras pessoas verdadeiramente más e inescrupulosas. 

E o que eu acho de tudo isso??? Vamos por partes… eu vejo, pessoas com visões políticas e visões de mundo diferentes se digladiando na internet (a direita atacando a esquerda e vice versa) e a questão nem é esta… eu não me considero uma pessoa de direita, nem tampouco de esquerda… Se eu tivesse que definir meu posicionamento político (o que é difícil no atual cenário político brasileiro) eu diria que eu flutuo entre centro esquerda e centro direita… E eu acho que ambos os pensamentos (esquerda e direita) tem pontos positivos e negativos.

maxresdefault

Vamos começar falando do ponto de vista da esquerda, do ponto de vista socialista que defende que adotar uma postura de tolerância zero, internação compulsória, abordagem policial violenta é errado e que os direitos individuais dessas pessoas não estão sendo respeitados, que viciado não é criminoso, que se eles caíram nessa situação é porque já se encontravam numa situação de vulnerabilidade e foram expostos a esses perigos, que se é pra combater com tolerância zero o crack e o álcool e os remédios prescritos e tudo mais…

Okay, eu concordo com tudo isso… mas vamos lá. Primeiro, maioria das pessoas que moram na Cracolândia estão lá porque estavam em situação de rua… mas nem toda estão nas drogas estão porque eram moradores de rua que foram expostos às coisas ruins. Tem pessoas que estão na rua por causa de outras drogas, álcool por exemplo, e que foram parar na rua porque fugiram ou foram expulsos de casa pelas famílias. Existem pessoas com problemas psiquiátricos que fogem de casa, ou se perdem e vão parar nas ruas e se envolvem com as drogas. Existem pessoas que estavam passando por algum problema de saúde já e caiu nas drogas (mas é inocência vc achar que apenas pessoas em situação marginal e de risco ‘caem’ na armadilha da droga – muita gente usa drogas para se divertir e por irresponsabilidade essa pessoa acaba se tornando um viciado – é extrema inocência vc achar que só parte para as drogas quem tem ‘motivos’ psicológicos ou outros).

Existem pessoas que perderam tudo e querem uma oportunidade de se reerguer e foram sequestradas pelas droga, existem pessoas que vem para SP procurando uma vida melhor e chega aqui e nada dá certo e a pessoa fica nas ruas. Existe tudo isso e muito mais… Cada pessoa que está naquele local está passando pela sua tragédia pessoal. Ponto! Isto não está em discussão!

E claro… famílias que tem condições financeiras podem internar seu ente querido numa clínica e evitar que isso aconteça. Famílias mais pobres que sofrem o mesmo problema, muitas vezes não tem outra opção… ou ela se livra do indivíduo ou de repente a própria vida está em risco e esta pessoa vai claro parar na Cracolândia. Já era um problema social antes da pessoa ir parar na Cracolândia. Já era falta de interesse político antes da pessoa ir pra rua. Isso não está em questão. O que está em questão é… e a solução?

Qual a solução que se sugere, que o pessoal da esquerda sugere para resolver a situação? Ajudar essas pessoas… acabar definitivamente com a Cracolândia através de uma ação que retire essas pessoas deste local, desta situação pútrida e devolva a humanidade e a cidadania a estas pessoas e então sim, devolva o espaço público à cidade? Quando o Haddad era prefeito a solução aplicada por ele, que eu já citei acima e foi bem semelhante à do Kassab, não surtiu efeito nenhum.

E ele também usou a GCM e a PM para ‘limpar’ as ruas e dizer que tinha resolvido a situação e blábláblá. Quem não se lembra do episódio onde ele mandou a GCM tomar os cobertores dos moradores de rua em pleno inverno para obrigar as pessoas a irem para abrigos? Abrigos onde não se podia entrar com os animais e ele queria pegar os animais de estimação dos moradores de rua e levar para o Centro de Controle de Zoonozes e sacrificar todos os animais doentes? No que a postura dele era diferente da postura do atual prefeito? Não era também uma violência? Uma truculência? Claro que era… ambas são!

Mas, para não dizer que tudo que foi feito estava errado, foram feitas diversas abordagens e foram tiradas bastantes pessoas da rua, pessoas que estavam dispostas a enfrentar o tratamento e retomarem as suas vidas. Mas… foi só isso mesmo. Quando vc vai mexer num vespeiro tipo a Cracolândia, vc tem que ter coragem de enfrentar as críticas, os críticos… e os governos de Kassab e Haddad queriam agradar a gregos e troianos e não dá para resolver um problema deste tamanho.

E o que eu vi os movimentos de esquerda fazendo para ajudar os viciados na época do Haddad??? Nada… nadinha… ninguém criticou nada nas redes sociais. Agora o que eu estou vendo essa mesma galera fazer o maior auê com as atitudes do Dória, bem como eles fizeram o mesmo auê na época do Kassab. Porque infelizmente para eles não se trata de solucionar o problema e sim usar o tema para fazer política, usar esses desgraçados viciados como massa de manobra. O que eu vi essa semana e me deixou chateada pra caramba foram algumas organizações indo na Cracolândia fazer passeata, contra a ação do Dória e como? Levando cachimbo gigante, fazendo apologia ao uso de uma droga tão devastadora. E vendendo cachaça a cinco reais para os viciados, para os alcoólatras e moradores de rua da Cracolândia. Em última instância lucrando com a desgraça dessas pessoas já desgraçadas…

Agora que eu já meti o pau na esquerda, vamos meter o pau na direita também hahahaha. Eu vou começar pelo Governo do estado… há quantos anos o PSDB não estão no governo do Estado de São Paulo? E se eu não me engano, neste tempo todo tivemos concomitantemente governos municipais do PSDB em São Paulo… e nunca… Nunca! Foram tomadas atitudes para com a Cracolândia.

Cadê que o Governador não chama os comandantes das duas polícias sob seu comando, a Militar e a Civil e não faz uma ação conjunta destas duas organizações para extirpar os traficantes? Infiltrar policiais naquele antro e acabar com aquilo? Pegar os culpados por toda a destruição na vida dessas pessoas? Nunca houve e duvido que vá haver. Não temos como provar, mas sabe-se que o PCC financia partidos e candidatos políticos. Por que não há interesse em extirpar esse pessoal do crime organizado? Porque eles são todos financiados por essa gentalha! 

E o Dória… tá fazendo errado também… Tudo que o Dória faz é revertido em Marketing para ele… eu tenho muitos amigos de extrema direita (bem como de extrema esquerda), e tenho amigos filiados a partidos e o que eu vejo de ambos os lados é uma cegueira congênita. O cara defender uma ideologia com a qual vc está de acordo não faz dele um bom governante, ponto! O Dória fala tanto em planejamento, em gestão… cadê o planejamento nessas ações dele na Cracolândia? Não existem!!! Ele tá pagando de xerife e quem é fanboy do PSDB tá aplaudindo de olhos fechados sem perceber que essas ações são tão ineficazes e paliativas quanto as ações de governos anteriores. Não tem como combater um problema deste tamanho agradando a todos claro, como diria o velho ditado não se pode fazer um omelete sem quebrar os ovos, mas não adianta quebrar todos os ovos e não fazer omelete nenhum. Eu esperava que um cara que se anuncia como gestor fosse pelo menos capaz de organizar uma equipe mais competente e criar um planejamento eficaz.

Da forma que a coisa está sendo feita… o prefeito está apenas espalhando a Cracolândia para outros pontos da cidade, criando novas Cracolândias e simplesmente expandindo os lucros dos traficantes.

Como eu citei no Facebook outro dia… Nova Iorque e Portugal bem como Amsterdã entre outras cidades tiveram a sua Cracolândia, e a forma de acabar com elas foi através de tolerância zero (não às pessoas mas aos problemas), combate diuturno e de longo prazo aos causadores do problema, aos criminosos. Por que não senhor gestor pegar um desses programas que se mostrou bem sucedido e não adaptar ele à realidade paulistana e então sim atacar o problema de frente?

Eu particularmente, como eu disse já no Facebook sou a favor da internação compulsória. Embora eu também me questione se isso realmente soluciona o problema, nada garante que quando essas pessoas saírem da internação elas não vão voltar ao vício. Mas, apesar disso, quando a pessoa não está em condições de raciocinar por si, presa no vício a família e na falta desta o Governo tem sim competência ao meu ver de tomar a decisão por este indivíduo. E não é falta de respeito aos direitos individuais do cidadão, muito pelo contrário, é defender de forma veemente o direito à vida daquela pessoa, o direito à dignidade e o direito à sua humanidade! E atentem que eu nem tô falando do direito de ir e vir das demais pessoas que tiveram o espaço público roubado delas com a instalação daquele inferno na terra.

Está sendo discutido na justiça de o Prefeito pode ou não internar compulsoriamente os dependentes químicos. Eu acho que o poder público tem que intervir, para salvar a vida dessas pessoas… não intervir seria ser conivente com a morte lenta dessas pessoas. Existe um crime no código penal que é… “auxílio ao suicídio”, qual a diferença de um suicida para um usuário de crack? Ambos estão se matando… um mais rápido, um lentamente… Respeitar verdadeiramente os direitos individuais desses seres que foram desumanizados pelas drogas é resgatar essas pessoas desse inferno que é a vida na Cracolândia.

Espero que eu tenha deixado clara a minha opinião. Ela não é… de forma nenhuma uma verdade absoluta ela é apenas isso, a minha opinião e vc que está lendo este post não precisa sequer concordar. Não precisa nem respeitar. Mas eu peço por favor que pare para pensar… e se quiser conversar comigo, debater o assunto eu estou aberta ao diálogo inteligente. Pode deixar seu comentário aí, pode entrar em contato comigo pelas redes sociais.

E para vcs refletirem eu deixo aqui um vídeo de um professor de filosofia analisando a questão… eu não concordo 100% com o que ele diz no vídeo, mas eu acho que ele levanta pontos bem interessantes.

Vou terminando este post por aqui, espero que vcs tenham curtido. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios