123

Fala galera beleza? Espero que sim… eu to legal… consegui descansar… milagre de Deus. Eu ainda tô com a cabeça cansada… mas hoje eu saquei meu fone de ouvidos com cancelamento de ruídos e conectei ele no PC e desliguei do mundo. Fiquei trabalhando nos meus textos e ouvindo música, coisa que eu não fazia… eu nem sei quanto tempo faz. Esses fones são tão bons que eu não consigo nem ouvir o barulho dos meus dedos no teclado. Meu irmão veio me chamar aqui pra falar alguma coisa e ele bloqueia tanto o som que eu tomei um puta susto quando ele tocou no meu ombro.

Como tudo na vida… vantagens e desvantagens de desligar do mundo hahahahaha. Eu preciso de um fone assim pra ouvir direitinho os sons dos videos que eu estou legendando pro meu TCC e ele tem microfone também então ele é ótimo para as aulas de inglês via Skype que eu tô dando. O fio dele é a única coisa que me incomoda um pouco… tem diversas opções de conexão, o que é ótimo, mas também causa complicações porque… mas… deixa isso pra lá eu vou fazer um post sobre esses fones depois tá? 

Mas como sempre nem era sobre isso que eu queria falar. Nunca é Shao a gente já está acostumado. Obrigada, vcs são sempre muito generosos e pacientes com a tia Shao. Assim sendo e como o post de ontem foi longo para caramba, eu vou tentar ser bacana com vcs para vcs não perderem muito tempo neste canto das Internets e vou tentar não ser tão prolixa hoje.

Esses dias eu estava pensando, eu estava voltando para casa do trabalho, um trânsito do capeta, fora de hora… aconteceram diversos acidentes em diversas vias importantes da cidade e ainda por cima choveu então danou tudo  em São Paulo. E  para mim atualmente existe dois lugares que eu uso para pensar e meditar na vida (na minha principalmente) e outras coisas… sabe aqueles… Quem sou? Onde estou? Para onde vou? Pois é… e esses dois lugares são… a igreja e quando o trânsito para e vc simplesmente não tem pra onde ir… vc não pode simplesmente pegar um livro e ler no trânsito.

Já dizia a minha avó (e acho que a avó de todo mundo) cabeça vazia oficina do demônho. Então, lá estava eu presa no trânsito e chovendo e então e não tinha uma música boa na rádio e eu tinha esquecido o cabo do carregador veicular do meu celular e eu estava quase sem bateria não dava pra eu acessar as minhas playlists do Spotify então eu estava lá reclamando comigo mesma. Mas… deu um clique na minha cabeça e eu pensei…

Mas Ceres de Deus para de reclamar, vc estava reclamando que estava calor demais para outono e agora está fresco e chovendo e vc continua reclamando que saco, que pessoa chata, não seja essa pessoa… Como eu sou louca, eu comecei a discutir comigo mesma… Ahhh mas eu estou cansada, eu queria chegar logo em casa e queria dormir… Mas então eu vi que a voz numero um na minha cabeça tinha razão. A outra era só o cansaço da semana puxada falando.

A gente faz isso… quer dizer, eu faço isso… vcs eu não tenho como saber. Eu geralmente agradeço a Deus todos os dias pelas coisas que eu tenho. Eu oro todos os dias e todos os dias eu começo agradecendo a Deus, pela saúde, pelas conquistas, por tudo e depois peço perdão pelas faltas, pelos erros e as coisas que eu sei que eu tenho que melhorar como ser humano. E então a gente pede as coisas a Deus… porque a gente sempre quer mais, sempre tem alguma coisa que a gente ainda precisa. Nunca estamos 100% satisfeitos.

E eu nem tô criticando, é do ser humano isso… Um certo grau de insatisfação com as coisas com o ‘status quo’ serve de motor, de motivação para vc se mexer e sair da estagnação. É bacana vc não se acomodar… ahhhh assim tá bom, cheguei aqui… a minha vida tá boa, vou ficar aqui lesmando… É bacana vc sempre querer aprender, sempre querer melhorar e esse inconformismo muitas vezes é a mola que impulsiona a gente adiante.

Claro que tem graus diferentes. Eu conheço pessoas que vc não consegue conversar cinco segundos com a pessoa sem que ela reclame de algo ou de alguém para vc. E tem pessoas ainda piores, aquelas que SÓ RECLAMAM. Reclamam de tudo e de todos… não sai uma coisa boa da boca da pessoa só sai reclamação e lamúrias. E como eu detesto esses dois tipos de gente eu procuro me policiar bastante para não ser esse tipo de pessoa. Nem sempre eu consigo ahahahahahaha. Mas geralmente eu consigo.

A gente esquece que de vez em quando a gente PRECISA QUEBRAR A CARA pra aprender alguma coisa. Aliás a gente aprende mais com as quedas que com os sucessos. Pode parecer clichê mas não torna isso menos verdade. A gente esquece de agradecer pelas coisas não terem dado certo, a gente esquece de agradecer pela oportunidade de aprender alguma coisa. O fracasso, alguma coisa ter dado errado, no seu dia, na sua semana, na sua vida… pode até ter colocado num lugar ruim, mas vc só fica nesse lugar se vc quiser. E quando vc finalmente sair daquele lugar ruim vc vai ter saído se não uma pessoa melhor, pelo menos uma pessoa mais experiente.

Então, obrigada Deus pela chuva… tava calor e estava precisando dar uma amenizada. Obrigada pelo trânsito porque eu tive um tempinho para discutir comigo mesma e ter uma pequena porém importante epifania…

Então é isso… Vou terminando este post por aqui. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios