bates1
Fala galera beleza? Vcs estão legais? Espero que sim… eu ainda estou em modo feriado hahahahahaha. Eu estava com estafa, eu estava precisando descansar e foi isso que eu fiz… aliás, eu sei que se conselho não fosse bom a gente vendia mas… um conselho para vcs, aprenda a dar ouvidos pro seu corpo a gente às vezes precisa dar uma pausa. Primeira reação que a gente tem é mesmo ahhhhh mas eu tenho tanta coisa para fazer… mas se vc não der uma pausa… vc fica doente e não vai conseguir fazer nada. Então… às vezes é NECESSÁRIO fazer uma pausa às vezes. Mas bora pro assunto do post… 

Este post está sendo escrito devagarinho enquanto eu estou assistindo a última temporada de “Bates Motel”. Eu já assisti os primeiros oito episódios, mas ainda faltam alguns… não sei se são dez ou treze episódios esta última temporada. Mas, whatever, faltam ainda alguns episódios para eu assistir quando eu comecei a escrever este texto… Eu ando atrasada para caramba nas minhas séries… por conta do quão ocupada eu tenho andado.

Antes de eu começar a falar da última temporada, deixa eu dizer que eu sou fã do Hitchcock, eu amo os filmes dele (eu morro de medo de “Os Pássaros” até hoje) e “Psicose” é um dos meus filmes de suspense (eu não considero um filme de terror tá…) favoritos. Tem o livro também (que tá na minha lista de livros para ler quando eu tiver mais tempo)… a história em si é bem bacana.

Se vc leu há alguns posts que eu falei sobre o filme “Fragmentado” vc sabe que eu me interesso sobre esses assuntos, de dupla personalidade etc. Aliás além de “Psicose” e “Fragmentado”, tem também um filme bem bacana chamado “As Três Faces de Eva” (clique aqui para assistir, tem o filme todo completo no YouTube – é um filme bem bacana sobre pessoa que sofre de transtorno de personalidade, e como é bem antigo é difícil de encontrar por aí).

Então, quando anunciaram a série, e disseram que seria um prequel (que é quando temos um remake de uma história mas contando o que aconteceu antes da história que todo mundo já conhece) eu fiquei bem interessada, porque a proposta era bem isso, contar como Norman Bates se tornou o assassino psicopata do filme. A galera que é fã hardcore do filme meio que não gostou porque logo de cara eles sacaram que morava aí uma intenção de ‘humanizar’ o psicopata Norman Bates.

Eu particularmente não me importei muito vcs sabem que eu sou geralmente a favor de dar uma nova roupagem para os clássicos, desde que seja feito um bom trabalho. E… em primeiro lugar o elenco para a série foi extremamente bem escolhido e desde o começo foi divulgado que a última temporada da série seria meio que uma ‘reboot’ do filme original. Ou seja, eles iriam recontar a história do filme… de uma forma ligeiramente diferente…

Eu como sempre fiquei mais curiosa que irritada e assisti todas as temporadas, acompanhando o nascimento do serial killer e finalmente chegamos à ultima temporada. Se vcs ainda não viram… tchau… lá vem um monte de spoiler. Na penúltima temporada vemos Norma (grande atuação da maravilhosa Vera Farmiga, deem um Oscar para essa mulher pelo amor de Deus!) finalmente vivendo um pouco feliz, ela consegue colocar o filho doido numa instituição para doentes mentais onde ele está sendo tratado… e ela finalmente começa a viver uma história de amor com o Xerife Romero.

Acontece que lá dentro do hospital Norman não está melhorando. Entretanto ele convence a mãe a tirá-lo do manicômio e levá-lo para casa. Pior escolha que ela faz, ela pede pro marido dar uma semana para eles se adaptarem, então quando ele descobre que a mãe está apaixonada pelo policial ele simplesmente mata a mãe. Ele fecha as saídas de ar da casa e envenena a mãe e a ele mesmo com o carvão. Só que ele sobrevive e a mãe morre… e é assim que termina a penúltima temporada, com a morte da Norma.

bates

E… uma das coisas mais legais depois da morte da Norma é que eles deram asas para a atriz Vera Farmiga interpretar o lado assassino do psicopata Norman Bates. Enquanto viva, Norma era chorona pra caramba, sempre desesperada, emocionalmente instável, extremamente traumatizada pelas merdas que aconteceram na vida dela e extremamente protetiva do filho Norman porque eles dois passaram muitas coisas juntos e ela via como dever cuidar, proteger o filho do mundo.

A Norma que a gente vê surgir depois da morte física da personagem não é a verdadeira Norma, muitas vezes histérica e frágil… A Norma que surge então é a versão ‘inventada’ pelo Norman, na verdade não é nem como ele vê a mãe, é a mãe que ele criou na cabeça doente dele para lidar com situações que ele mesmo é incapaz de lidar. E é uma Norma mais fria, mais calculista, egoísta, ciumenta (do filho) e capaz de qualquer coisa… qualquer coisa mesmo! desgraças e assassinatos à parte crianças… a Norma versão psicopata é muito engraçada.

Quando Norma toma conta do corpo de Norman ela mata tudo e todos que cruzam o seu caminho, não apenas aquelas pessoas que ela sabe que podem atrapalhá-la e sim pessoas que ela não considera dignas de continuar vivendo e isso significa toda e qualquer mulher (vagabunda) que se aproxime de seu filho querido!

A última temporada é praticamente o filme… mas eles mudaram bastante a história, os fãs mais puristas estão revoltadíssimos com essas mudanças. Algumas das mudanças vem vindo desde o começo da série, por exemplo… na série Norman tem um irmão mais velho Dylan, que é fruto de um relacionamento incestuoso entre Norma e o irmão mais velho… eu nem vou entrar muito nisso porque senão… o texto que já tem tendências a ser enorme vai ficar maior ainda.E eles criaram essa relação de amor entre o Norman e o Dylan, o que acaba se mostrando bem importante nos capítulos finais da série.

bates2

Mas eles mudaram a parte mais importante, o assassinato!!! No filme, se vcs viram… Marion (que na série é interpretada por ninguém menos que Rihana) namorava o Sam, que era um pobre, mas honesto camarada, que a amava e não podia casar com ela. Na série, Marion é uma trouxa (não que a original não fosse…) que não sabe que o cara por quem ela é apaixonada é casado com Madaleine, uma moça por quem Norman se interessa… Norma se apaixona por essa moça que acabou de chegar na cidade, que é casada com esse canalha que tem uma amante e que… de vez em quando passa a noite com essa amante no Motel Bates!

E… e agora vem o maior spoiler de todos os tempos… se vcs não querem saber vão embora… Por estar apaixonadinho e por achar que Sam não vale o que come… Norman, mata o Sam… exatamente, a cena do chuveiro, tão famosa… com Marion morrendo, e o vulto de uma pessoa empunhando a faca… não é refilmado… Norman, vestido como ele mesmo… e mais, sendo ele mesmo. Mata o Sam a facadas na banheira. Marion, vai embora com toda a grana que ela roubou.

Uma das melhores cenas da última temporada é a Norma aparecendo depois do crime cometido a ajudando o Norman a limpar a cena do crime. É terrível, é frio, é calculista ao extremo e é extremamente hilário. Tudo ao mesmo tempo. Pulando um pouquinho para frente… E por causa do amor que ele sente pelo Dylan que ele se entrega, ele confessa o assassinato de Sam para a polícia e vai preso. Quando ele está na cadeia a personalidade Norma toma conta e ele acusa a esposa do Sam do crime, para tirar o Norman da cadeia.

Daí pra frente acontece um monte de coisas que não estão no filme, Emma (cunhada do Norman) descobre que ele matou a mãe dela, Dylan está tentando de todas as formas salvar o irmão, e apesar de entender que o Dylan precisa ajudar o irmão, que ele é doente ela fica #chateada com o marido. Ela até vai visitar o Norman e quando ela chega lá na cadeia ele está tomado pela personalidade que é a mãe dele…

Enquanto isso o xerife Romero está solto pela cidade e doido pra matar o Norman de uma vez por todas. Mas o Norman está preso. Então numa rematada loucura ele invade a cadeia (cadeia do interior gente, não tem muitos policiais) e finalmente consegue por as mãos no Norman. Acontece que antes de matar o Norman ele quer que ele o leve até onde ele escondeu o corpo da Norma. Ele quer enterrar a mulher decentemente e quer se vingar da morte dela. Já que a vida dele já foi para o vinagre mesmo.

Norman tá preso na cadeia… mas, quem tá dominando é a personalidade Norma. Então o Xerife Romero invade a cadeia prende todos os outros policiais e sequestra o Norman, ele quer que o moleque diga para ele onde tá o corpo da Norma, porque ele quer enterrar ela de volta na tumba dela. Eles vão até onde está o corpo congelado da mãe dele e o Romero de distrai e pow. Norman mata ele. E então ele simplesmente surta e no surto psicótico dele ele leva o corpo congelado da mãe de volta para casa.

E ele meio que em surto esquece tudo o que aconteceu desde que eles se mudaram para o Bates Motel e ele então liga para o irmão, para Dylan e ele diz para o irmão que ele deveria ir para casa, que ele o ama e que não é uma família completa sem ele… toda a polícia está procurando por Norman e Romero. E o idiota do Dylan em vez de ligar para a polícia ele vai lá na casa… chegando lá ele encontra Norman fazendo o jantar e o corpo congelado da mãe na sala de jantar.

Ele então começa a confrontar o irmão e Norman não querendo sair do mundo de ilusão que ele criou pega uma faca e vai para cima do irmão, que atira nele e… Norman morre nos braços do irmão e acaba assim a série! Como eu disse, bem diferente do que acontece no filme, mas eu no geral… gostei. Foi uma série bem escrita, com atores maravilhosos, vai deixar saudades.

Vou terminando este post por aqui. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios