afrohair

Fala terráqueos… como vão indo vcs? Eu tô bem. Eu decidi que eu ia escrever pelo menos uns seis textos hoje. Só para me divertir… e eu estou me divertindo hoje, só escrevendo, lendo e vendo filmes e séries.

Mas hoje, eu quero falar sobre coisas sérias. Eu não gosto muito de falar sobre coisas sérias aqui no blogue… de vez em quando eu falo porque… existem coisas que precisam ser ditas. Mas, eu não gosto… porque já tem coisas sérias demais no mundo. Entretanto, como eu disse existem coisas que necessitam ser ditas (escritas) … Esses dias eu estava navegando pelas Internets da vida e eu vi uma reportagem falando de uma criança negra que não queria mais ir para a escola porque a professora, cuidadora, sei lá qual cargo a mulher tinha na escola… lavou o cabelo de todas as crianças menos o dela porque ela tinha ‘cabelo ruim’. Cliquem aqui para ler a reportagem completa, o lado da mãe da criança e a explicação da professora e da escola.

Vc lê essas coisas e vc pensa… que bosta de mundo é esse? E então vc lembra que o mundo é essa bosta todos os dias… que o racismo existe sim, que o preconceito existe sim e existem outras coisas. Coisas piores ainda existem e existem porque o mundo está cheio de gente ruim. Gente podre mesmo. E vc pensa… caramba velho, para o mundo que eu quero descer!

E então tem essa professora!!

Deboismo

E antes que alguém fale alguma coisa… aquele discurso, ahhh Shao, mas vc é branca e vc nunca sentiu na pele a discriminação… olha o cabelo da tia Shao hoje em dia…

2016-10-01_1351588884123610394

E o cabelo da tia Shao bebê… Cabelo enroladinho…

576942_4837252849610_957846039_n

Na primeira reportagem, a ‘desculpa’ da escola e da própria acusada da atitude discriminativa é que o cabelo cacheado é complicado de cuidar… e yadda, yadda, yadda… Eu mesma, cansei de ouvir, dentro da minha própria família que eu tinha ‘cabelo ruim’, de algumas das minhas tias, irmãs da minha mãe, ai a tia não vai pôr a mão no seu cabelo porque a tia não sabe pentear seu cabelo igual a sua mãe…

Só minha mãe… branca e de cabelo liso escorrido daqueles que nem presilha prendia, sabia cuidar e pentear o meu cabelo. Minha mãe aliás amava o meu cabelo… ela me dizia, que era a coisa mais linda e ela fazia caixinhos nele e deixava ele armadão pra cima… e fazia permanente na cabeleira lisa dela e falava. Agora a mãe tá linda e cacheada que nem vc!

Então… às vezes eu fico chateada com o pessoa que fala que porque a cor da minha pele não é escura o suficiente, não é tão escura quanto a pele do meu pai, dos meus avós eu não sei o que é discriminação porque ‘socialmente eu não sou negra’ bom, novidades para vcs… eu também não sou ‘socialmente branca’. E eu acredito que a cultura negra tem que ser valorizada, assim como a indígena e de todas as outras etnias existentes, mas eu acredito profundamente numa coisa… as pessoas tem que parar de se separar em raças… existe apenas uma raça… a raça humana.

Vou terminando este post por aqui, mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Advertisements