Resultado de imagem para guerra de ovo

Fala terráqueos, beleza??? Espero que estejam bem… Eu tô legal, cansada mas legal… Felizmente a semana está acabando. Começo de ano é assim mesmo, eu sempre resmungo que estou cansada porque a gente atende gente para caramba… mais de cem pessoas por dia… é desumano. Eu fico imaginando, o pessoal que trabalha no SUS o pessoal que trabalha no atendimento, os médicos, as enfermeiras… se a fila que eu tenho que encarar todos os dias , que tem no máximo cem pessoas (já teve épocas de ter mais de 500 – graças a Deus este tempo já passou) imagina aquelas filas infinitas com gente doente, muitos morrendo… eu não teria condições psicológicas de trabalhar num lugar assim.

Amanhã teremos mais um dia agitado no trabalho e depois eu tenho consulta com a minha Endocrinologista, certeza que eu vou ter uma sexta-feira cansativa. Mas beleza, eu vou poder dormir até um pouquinho mais tarde no sábado e depois de dormir um pouquinho eu vou ver se eu gasto o final de semana estudando, porque já tem mais uns oito ou dez horas de aula para eu assistir e eu não assisti nada ainda.

Mas, vamos mudar de assunto? Bora pro assunto do post. Vamos descontrair um pouco e eu vou contar um ‘Causo de Família’ aqui para vcs… Eu não sei como funciona as coisas com a juventude de hoje em dia… a sociedade mudou para caramba mas, na minha época (coisa de velha falar ‘na minha época’ hahahahaha), quando eu era criança a gente adorava que os amigos fizessem aniversário para a gente tascar ovo, farinha, pó de café e outras coisas no aniversariante. Eu entretanto faço aniversário em Julho e portanto nunca conseguiram me pegar nessa brincadeira na escola porque estávamos de férias e a maioria dos meus amigos viajavam nas férias, meus primos e tios e família por outro lado até tentaram, mas eu era esperta e escapei a vida toda (até agora) de tomar ovada. Me acertaram com bolo, com confete, com espuma daquelas de festa, com chantilly mas nunca com ovo cru na testa. Eu era aquela filha da mãe que acertava ovo em todo mundo e quando chegava a minha vez eu escapava… hahahahahahaha. E essa história de atirar ovo no aniversariante gerou duas histórias clássicas na família…

Primeira… no meu aniversário de 18 anos, a despedida oficial da adolescência (pelo menos perante a lei) galera combinou que iam me acertar com ovos quando eu chegasse na casa da minha avó para a minha festa “surpresa” de aniversário… (e aqui eu coloco o surpresa entre aspas porque nos meus quarenta anos de vida apenas uma vez realmente conseguiram me surpreender e não foi ninguém da minha família, foram meus amigos do trabalho. Mas essa é uma outra história, voltando à história em questão…

Então, a galera do mau, que eram meus primos e umas tias minhas armaram toda  festa e a armadilha das ovadas, mas… eu escapei. Eu cheguei na casa da minha vó… a primeira coisa que eu fiz, foi descobrir o bolo na geladeira, não era para eu ter aberto a geladeira mas eu fui pegar um gelo para colocar no meu copo de água e lá estava o bolo, com meu nome, bonitinho, aí eu disse… “Opaaaa, bolo! Vai ter festa pra mim hoje???” Daí todo mundo… “Ahhh Ceres, não era pra vc achar o bolo” e eu “Eita, escondessem o bolo melhor então seus coisados!” Aí a galera começou a arrumar as coisas para a festa, e a galera do mau esperou até eu estar distraída… (quer dizer, eles achavam que eu estava distraída, mas eu não estava) daí eles me cercaram… mas eles são burros e me deixaram de frente para a porta de saída… e tinha um vidro espelhado.

Eu estava parada perto da porta, daí elas vieram correndo e eu vi o reflexo delas correndo na minha direção, com os ovos na mão e na época eu fazia Kung Fu e eu era uma ótima aluna hahahaha, minha tia jogou o ovo na minha cabeça, mas em vez dela pegar e pressionar o ovo na minha cabeça ela jogou o ovo na direção da minha cabeça e eu meio que fiz uma esquiva estilo Matrix com a cabeça e eu peguei o ovo em pleno ar… antes dele cair no chão. Na mesma hora eu peguei e tasquei o ovo bem na cara dela hahahahahaa e a outra que vinha correndo atrás ficou toda melecada também porque espirrou ovo nas duas. O segundo ovo espatifou no chão sem me acertar e eu peguei a meleca espatifada e paff na cara dela…

Resumo da ópera, eu a aniversariante fiquei limpinha e as três pestes ficaram melecadas hahahahahha. Daí toca minha vó dar bronca nelas porque estavam desperdiçando comida. E elas tiveram que tomar banho antes da festa. Como sempre, eu perco o amigo mas não perco a piada… enquanto elas três estavam no banheiro tomando banho (juntas hahahahaha porque era muita meleca de ovo) eu dei a volta na casa da minha vó, fui até o quintal dos fundos, peguei a mangueira e pela janela do banheiro ajudei elas a lavar a meleca de ovo com ÁGUA GELADA. Estávamos em pleno Julho galera e estava frio para caramba.

Sim, eu sei o que vcs estão pensando… Shao vc era uma peste e sim… eu era! Dai elas começaram a gritar e minha vó veio correndo para ver o que estava acontecendo e me pegou no flagra e pegou o chinelo e saiu correndo atrás de mim “Agora tá vc desperdiçando água!” eu larguei a mangueira e saí correndo e pra ela não me pegar eu subi pelo muro e me escondo no telhado hahahahahahaha. Minhas primas e tias terminaram de tomar banho me xingando, minha mãe riu pra caramba. E depois todo mundo cantou parabéns e comemos bolo… bons tempos! Tem outro Causo de Família com ovo e aniversário mas vai ficar para outro dia…

Vou terminando este post por aqui. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios