sonhos

Fala galera… beleza, escrevendo mais um post rapidinho depois eu vou dormir… porque esse post tá praticamente escrito já… Eu só quero dizer uma coisa no post de hoje, a vida não é mole não… e a vida tem mania de passar rasteira na gente e jogar a gente de cara no chão… Desde o ano passado eu decidi que eu ia perseguir meus sonhos, ia dar finalmente os primeiros passos para tentar trabalhar com coisas que eu amo e conseguir pagar as minhas contas com essa grana.

Eu tô pobre pra caramba… a crise me afetou feio, afetou todo mundo… tudo aumentou, meus gastos aumentaram mas meu salário continua o mesmo. E eu tô gastando com a pós graduação em tradução, e eu tô gastando mais com internet para ter conexão e não ficar na mão… e com livro, e com equipamentos e softwares…

Mas como eu já disse galera, desde o comecinho do ano passado eu resolvi cuidar um pouco de mim e do segundo semestre do ano passado para cá eu resolvi que eu ia investir mais nos meus sonhos… por mais efêmeros que eles sejam… mesmo que sei lá, eles não vão se realizar… Então eu gastei essa grana e tô meio enforcada, até pelo menos meio do ano de 2017, mas… eu tenho esperanças que vai valer a pena.

Fora isso eu estou ocupada para caramba por conta de todas as coisas que eu quero fazer…Eu tô escrevendo um livro novo (acho que eu já disse isso para vcs), eu venho juntando trechos dele faz tempo e só agora eu resolvi pegar o danado e começar a organizar direitinho os textos e trabalhar (eu mesma – mesmo não tendo nenhum talento para desenho) nas ilustrações (mas vai ser até interessante porque pode aumentar a comicidade do livro – pelo menos assim eu espero).

E como eu disse a vida gosta de jogar a gente de cara no chão… Como nada na minha vida é fácil, eu fiquei doente aí um tempo, tive que gastar uma grana com remédios, to tendo que ralar para, trabalhar, estudar, fazer as coisas em casa, fazer as coisas da igreja e ainda tirar um tempo para ler, ver série, escrever aqui no blogue e escrever para o livro… está sendo cansativo mas… eu acho que já passou da hora de eu olhar para mim mesma no espelho e falar… eu sou uma escritora. Eu quero escrever… é isso que eu quero como profissão… e só o que eu preciso fazer é escrever. E quando estiver pronto aí eu penso em revisão, em publicação, e quando estiver publicado eu penso se vai vender ou não, se as pessoas vão gostar ou não…

Se vai dar certo ou não eu não sei… com o meu azar eterno, capaz que não dê… mas já passou da hora de eu jogar essa verdade aí pro mundo. Claro… eu preciso de grana também… e eu estava cogitando arrumar um outro emprego paralelo para ganhar uma grana extra e diminuir o tamanho das minhas contas, mas com a crise tá complicado arrumar outra coisa. E eu não quero ficar me matando por causa do vil metal… uma coisa é vc ralar que nem doida porque tá correndo atrás de um sonho que é o que eu estou fazendo agora, outra coisa é vc ralar que nem doida para pagar contas e virar um robô que só trabalha, come, paga conta… e eventualmente morre, porque não é um robô de verdade. O robô pelo menos é uma máquina, ele não morre… ele no máximo quebra, pifa!

Mas… às vezes investir no sonho requer uma grana extra e grana extra quando a gente é pobre significa mais trabalho e mais cansaço… mas eu não vou me deixar desanimar não. Agora vai… ou vai ou racha.

Vou terminando este post por aqui, mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Advertisements