1b76a397-2b63-4067-bd76-20ed725d625b_560_420

Fala terráqueos, eu espero que vcs estejam bem… Eu estou legal, um dia meio azarado, mas legal… Acabei de queimar o arroz hahahahahaha coisas da vida. Anyway, eu nem queria escrever hoje eu cheguei em casa, maior calor do universo, e tudo que eu queria era tomar um banho e ir dormir cedo.

Tô cansada para caramba… começo de ano sempre é empolgante para a maioria das pessoas é quando a galera começa a por em prática coisas novas… esse ano eu vou blá-blá-blá… e tal, mas… para mim é sempre uma correria dos infernos e uma agonia dos infernos porque começo de ano significa um monte de contas para pagar e grana curta, e um monte de gente reclamando dos IPTUs no trabalho.

Parei de escrever o post no meio porque eu estava muito cansada e fui dormir antes das onze. Eu estava olhando para a tela e meus olhos fechando. Acabou que eu escrevi um pouco aqui, editei um pouco do meu livro, e fui dormir… E hoje eu me dei o direito de ficar na cama até mais tarde… dormir até não ter mais sono em mim… acordei tarde tomei café e vou escrever o dia todo, à noite eu vou para a igreja e depois da igreja eu vou estudar um pouco. Meu computador ainda não está funcionando a contento, ele deu umas travadas no Windows ontem que me deixou preocupada… Anyway tudo o que eu estou fazendo eu estou salvando na Nuvem ou no meu HD externo para não perder todo o meu trabalho. E eu acho que eu vou ter que gastar uma grana trocando este HD e de repente colocando mais RAM… para ele parar com essas travadas… porcaria de tecnologia!

Mas, nem era disso que eu queria falar… bora lá pessoas, eu quero falar hoje de um filme de terror que é um clássico e eu assisti novamente faz pouco tempo. Vcs que leem meu blogue sempre (vcs são estranhos ahahahahahaha eu não me acho tão interessante, meus posts não são interessantes e ainda assim eu tenho cerca de cem acessos diários e mais de três mil por dia…) sabem o quanto eu gosto de filmes de terror (que mau gosto Shao – sim eu sei, mas… whatever) e “Carrie, a estranha” é um dos filmes que eu mais tinha medo na infância.

Uma coisa que muita gente não sabe, apenas os meus amigos mais chegados é que eu tenho hematofobia, que é medo de sangue, sabe aquelas pessoas que veem sangue e desmaiam? Pois é… sou eu essa pessoa. Uma vez eu estava no pronto socorro aqui perto de casa com pneumonia, com a minha mãe e chegou um rapaz esfaqueado na maca, com a faca ainda enfiada no peito… briga de bar… minha mãe que já sabia do meu problema me disse… não olha, e eu meio que falei “o que?” e olhei e vi aquele sangue todo e… ploft… desmaiei hahahahahaha. E isso acontece sempre comigo, então… se vc já viu o filme, e eu acredito que todo mundo já deva ter visto pelo menos um pedaço desse filme, aquela cena da Carrie coberta de sangue, para mim é uma das cenas mais aterrorizantes de todo o cinema de terror de todos os tempos…

Esse filme, caso vcs não sabem, é baseado num livro… se vc curte o estilo, leia o livro. E o filme original de 1976 (ano que eu nasci gente) é exatamente a réplica do livro, sem tirar nem pôr… coisa que eu como leitora inveterada acho uma das coisas mais legais do filme. Eu posso soar chata, mas eu acho que toda a adaptação de livro deveria ser assim… eles deveriam adaptar literalmente o livro pro cinema e pronto! Eu sei que às vezes não funciona, não é possível mas… foda-se dane-se, eu acho que tinha que ser assim e pronto!

carrie

E a história do filme é mais ou menos assim, Carrie é uma menina daquelas que todo mundo zoa na escola, ela é meio que a menina com a qual as meninas populares implicam e praticam bullying. E isso acontece porque ela é criada por uma mãe religiosa louca conservadora e tal… Só que a Carrie tem uma coisa de especial, na verdade ela tem várias coisas de especial, Carrie não é bonita, mas ela é inteligente e talentosa mas a coisa mais especial sobre ela é que… ela tem poderes paranormais, poderes telecinéticos e tal… e por conta desses poderes, a mãe dela acha que ela está possuída pelo capeta.

Então, como vcs podem imaginar a vida da Carrie era uma merda. E a menina tinha poucos momentos de alegria. Então um dia, zoam a Carrie para um caramba na escola, e uma das meninas populares fica com pena dela e resolve deixar a vida de Carrie mais feliz um pouquinho então ela meio que ‘empresta’ o namorado dela, que é oc ara mais popular do colégio e por quem Carrie tem uma quedinha, para que ele vá com a Carrie no baile de formatura.

Carrie fica super feliz, costura o próprio vestido (ela tinha muitos talentos, como eu já disse), e a mãe dela surta e proíbe ela de ir para a festa mas ela, com seus poderes Jedi’s prende a mãe doida e vai na festa com o bonitão da escola. Entretanto… as meninas populares da escola armam mais um modo de sacanear a Carrie. Eles matam um porco e pegam o sangue do porco e todos votam na Carrie para que ela seja eleita a rainha do baile ao lado do bonitão e quando ela ganha e está lá em cima no palco então jogam sangue de porco em cima dela…

Daí ela surta e perde controle de si mesma para seus poderes e destrói tudo na escola e mata todo mundo que está dentro da festa e sai surtada pela cidade destruindo tudo pelo caminho e então… eu não vou contar o que acontece depois porque vcs tem que ver o final do filme… é bem legal, é um final apocalíptico e vcs tem que assistir!!! O filme tem pelo menos umas três versões (que eu conheço… pode ser que tenha mais… não sei) e uma continuação… um que conta a história da filha de Carrie.

A Versão mais recente é uma adaptação, é bem diferente da versão do livro e da versão do primeiro filme, mas é bacana também e eu gosto pra caramba da atriz que fez essa última versão. Claro que a versão original e mais fiel ao livro é ainda a minha preferida, mas… a última versão é bem bacana também, e os efeitos especiais são muito, muito bons!!!

Vou terminando este post por aqui. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios