Related image

Fala galera, como vão vcs? Espero que esteja tudo bem, estou escrevendo este post no mesmo dia que o post do dia anterior e eu ainda estou com dor de cabeça, eu vou terminar este post e eu vou dormir porque eu vou ter que acordar um pouco mais cedo do que o de costume, porque minha amiga tem exame e eu tenho que ligar o maquinário e abrir o setor… é quinta amanhã, eu espero que chova e que não vá ninguém no trabalho. 

Mas como sempre nem era disso que eu queria falar… Como vcs sabem ultimamente eu tenho cuidado melhorzinho da minha saúde. Esses dias eu fui numa festa de aniversário. E tinha diversas coisas com milho e eu consegui participar da festa, me divertir e eu não comi milho… caso eu não tenha contado, mas eu acho que já contei eu tenho intolerância a diversos grãos milho e soja são os piores.

Gente, e eu sempre tive intolerância, desde criança e eu venho de uma família de italianos, e polenta era um dos pratos favoritos da galera. Polenta como vcs sabem é uma coisa bem barata e sustenta e é muito bom mas toda a vez que eu comia a polenta do meu avô ou da minha avó, primeiro que eu geralmente não conseguia comer tudo… no meio do prato eu já estava enjoada… e cara eu passava muito mal e eu ficava lá jogada, com dor de estômago, suando frio e no dia seguinte eu tinha dor de barriga e a minha vó e meu vô falavam: Ahhh para de frescura… isso é fingimento pra não ir pra escola. Porque quando eu era criança… tudo que a gente falava que tava sentindo era fingimento para não ir para a escola.

Eu detestava a escola… por ‘n’ motivos que explicaremos num outro post… mas nem era fingimento, porque eu era bem songamonga eu nunca tinha essas ideias de fingir que eu estava doente, até porque eu nem precisava fingir porque eu vivia doente mesmo. Resumindo, minha mãe achava que era frescura, meus avós e meus tios e meus primos todos achavam que era frescura. E eu só descobri que era intolerância depois de adulta, depois dos 26 anos, quando eu passei muito mal porque eu comi salgadinho de soja torrada no trabalho… eu fui parar no hospital e tudo, fiquei ruim duas semanas, tive que fazer exames e descobri alergia a alguns grãos e intolerância a outras.

Pior que isso, que é ter a doença e não saber e os outros achar que é frescura é vc não ter nada e do nada vc desenvolver uma intolerância ferrada. Aconteceu isso com o meu irmão. Apareceu do nada nele intolerância à lactose e à gluten… não é alergia, é intolerância ele pode comer, mas não sempre porque senão ele passa muito mal. Ele emagreceu dez quilos ano retrasado porque ele começou só a comer porcaria o ser humano é engraçado… Infelizmente os organismos mudam. Ele também desenvolveu umas alergias doidas a alguns remédios que ele tomou a vida toda e agora não pode tomar mais… e é engraçado que da mesma forma que aparece ela pode sumir do nada.

Coisa mais triste de ter intolerância à milho é que de vez em quando eu vou no cinema e a intolerância está meio atacada eu não posso comer pipoca. E eu amo pipoca mano…

Vou terminando este post por aqui. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios