Etiquetas

, , , , ,

wp-1476402631629.jpg

Fala galera… beleza??? Sério… Beleza??? Como é que tá o começo de ano de vcs? Janeiro quase acabou já…Eu tô indo. Devagar e sempre né? Bom… eu nem vou enrolar muito hoje porque eu quero falar uma coisa importante, especialmente para quem tem diabetes ou para quem convive com uma pessoa que tem diabetes…

Como eu já disse para vcs eu estou testando uma nova tecnologia, que vc não tem que ficar furando o dedo toda a hora para medir o nível de açúcar no sangue… o que te dá uma liberdade bacana. Eu falei do Sistema Freestyle Libre noutro post, clique aqui para ler, foram minhas primeiras impressões… este post aqui é complementar ao primeiro… se vc ainda não leu o primeiro leia, depois volte para este. Eu vou até criar no blogue uma sessão especial sobre Diabetes e Sobre o Libre (clique nos links para acesso direto) pra ficar mais fácil de acessar, vou numerar os posts… tem muita gente com diabetes no mundo é legal compartilhar experiências e de repente ajudar alguém de alguma forma.

E agora já se passou mais um tempo, eu pude analisar melhor o sistema então vamos mencionar, neste segundo post mais prós e contras que eu percebi Ok. Primeiro os prós. O relatório que o aparelho gera… com os dados que ele armazena é bem bacana e o resultado da Hemoglobina Glicosada que é o nível de açúcar no sangue dos últimos três meses foi exatamente igual ao exame de sangue que eu fiz no laboratório. O que ajuda para caramba vc controlar o que vc come, se vc tá indo bem ou mal e tudo mais vejam a imagem abaixo… acima tem o relatório do Libre que deu 6.2 e o exame de sangue do laboratório que deu um pouco menos… 6.1.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O ideal para uma pessoa que não tem diabetes é até 5… para um diabético entre 6 e sete… o meu, antes de começar a dieta, os exercícios e usar o Libre estava em 8 galera… muito alto, podendo me causar problemas de rins e de glaucoma. É sério… então eu tô muito contente de ter conseguido baixar para seis que é o ideal para pessoas com diabetes como eu.

Assim sendo a coisa boa é essa quantidade de informações que o aparelhinho fornece… entre elas dá pra vc saber por exemplo que tipo de alimento que vc comendo ele dá um salto imenso de açúcar e vc pode evitar comer aquilo. Ou comer apenas em episódios de hipoglicemia.

Mas, como eu disse no primeiro post… é uma tecnologia nova, ainda em implementação e ainda em testes. Tem muita gente que reclama que dá erro, que dá alergia na pele, que solta da pele.. E nos primeiros quatro sensores eu não tive problema nenhuma… mas nos três últimos sensores eu tive alguns problemas que eu achei interessante comentar aqui para quem esteja interessado em migrar para ele.

Meus três últimos sensores deram problema… um deles me deu alergia… eu não tirei sensor, aguentei a coceira bravamente mas depois que eu tirei eu tive que passar remédio. Não foi uma coceira insuportável tá… só ficou vermelhão e irritado, mas eu acredito que foi o local que eu coloquei. Depois que eu tirei o sensor eu usei a pomada Candicort que é o que eu geralmente uso para minhas crises de dermatite atópica e em três dias já tinha sarado já tava de boas.

O segundo que deu problema foi assim, eu apliquei ele e deve ter pego um vasinho qualquer porque começou a sangrar muito. Primeira reação minha foi arrancar o negócio e estancar o sangue… sério… estava escorrendo pelo braço. Mas… eu me controlei com a minha hematofobia e esperei estancar sozinho ele parou eventualmente de sangrar. Mas, depois ele estava totalmente desregulado. Dando que eu tava com 60 sendo que na verdade eu estava com 140. O que eu fiz? Fácil… eu comprei essas tirar… do Freestyle Optium (imagem abaixo) que serve também para o Libre e medi ponta de dedo três vezes… uma vez a cada duas horas… e isso bastou para regular o sensor e ele funcionou direitinho até o final dos 14 dias… Terceiro sensor deu o mesmo problema de desregular… eu novamente usei as fitas do Optium e ele regulou em quatro horas.

15409784_10211926426536449_1981657288_o.jpg

Outra coisa bacana, eu descobri outro app que serve para ler o sensor… precisa claro como eu já falei no post anterior de um celular que tenha NFC eu tenho o Galaxy Note 5 que funciona bem. O novo aplicativo se chama Glycemia, é gratuito na Play Store.

15491591_10211926431576575_2096103_o (1).png

E aqui abaixo vcs podem ver a imagem da tela dele, apresentando os resultados, o gráfico do dia… como subiu ou desceu a glicose naquele dia. Vcs podem ver também que eu tive um pico miserável de 260 porque eu comi batata frita junto com o meu bife e minha salada… tapa na minha cara… tive que encher o nariz de insulina depois e beber quase três litro de água pra glicemia baixar. Não foi um dia muito bom… Desvantagem dele em relação ao Glimp é que ele é em Inglês ou Francês ou Japonês, enquanto que o Glimp tem em português.

15491550_10211926431456572_1588824089_o.png

De qualquer modo é mais uma opção ao Liapp, e ao Glimp… e é sempre bom, ter mais de uma opção de aplicativos. Como vcs podem ver se olharem o print do meu celular eu tenho diversos apps de glicemia. E cada um me ajuda de um jeito, é um pé no saco atualizar todos eles, mas… quanto mais informação eu tiver sobre meu nível de açúcar no sangue melhor gente.

Então é isso galera… Vou terminando este post por aqui. Qualquer novidade eu vou escrever novos posts. E eu vou acrescentando aqui minhas experiências para quem quiser ler. Espero que vcs tenham curtido… como eu disse antes, vc pode também entrar no Grupo que tem no Facebook pessoal lá é bem bacana e auxilia no que pode a tirar dúvidas sobre o uso do aplicativo.

E… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

 

Advertisements