Fala terráqueos! Como vão vcs? Tudo bem? Tudo belezinha? Espero que sim… Eu tô legal, mas tô cansada. É segunda-feira hoje e eu sempre estou cansada nas segundas. Segunda-feira é um porre para mim. Eu acho que é porque a gente relaxa no final de semana depois é dureza. Pelo menos é assim para mim, tem gente que ama segunda-feira… vai entender. Tô morrendo de sono… e em plena segunda tá um marasmo aqui… no atendimento. Ou seja, menos gente, mais sono… vou acabar cochilando aqui… Eu tô com tanto sono e tanta preguiça que não vou nem me estender nos preâmbulos.

Como vcs sabem, se não sabem imaginam… porque eu posto pra caramba sobe filmes aqui no blogue… o passatempo favorito da minha família é ir juntos ao cinema. E quem quaaaase sempre paga a conta do cinema é meu pai. Ele paga meia, meus irmãos e eu também porque estamos estudando (se bem que o Cezar é todo enrolado e ele não pegou a carteirinha dele ainda, ele sempre paga inteira porque ele tá sem a danada). E… mano… pagando meia não fica assim tão caro, acho que dá última vez a gente pagou uns 55 reais os quatro ingressos. Mas… se vc somar todo o gasto do passeio… velho é caro.

Vamos fazer a conta querem ver… Ingresso normal, inteira… filme comum tá uns 25 reais (x4 já são 100 reais)… daí mais pipoca, refrigerante, mais um chocolatinho… joga mais uns 120 reais nessa brincadeira (estamos em 220 reais). Como a gente nunca vai só no cinema, a gente vai almoçar, ou jantar… ( a gente gasta por volta de 250 ou 300 reais – lá se vão 500 reais) e então depois a gente vai no cinema…

Agora imagina se vc resolver fazer esse tipo de programa todos os finais de semana… lá se vão dois mil reais por mês na brincadeira. Claro, que por conta dos meio ingressos… a gente não paga tanto e a gente não vai todo o final de semana, a gente tem coisas para fazer no final de semana, roupa para lavar, casa para arrumar, matéria pra estudar, não é todo final de semana que a gente sai e faz este passeio todo. A gente às vezes fica todo mundo em casa assistindo Netflix ou jogando videogame. Às vezes vamos na casa de amigos, parentes, vamos para a igreja… Imagina o cara que tem uma família grande, ele, mulher e três filhos… imaginem só? Passeio desse jeitinho pra uma família deste tamanho, deve ser coisa rara com a crise que estamos.

Entretanto outros programas como um show por exemplo, ou uma peça de teatro, é bem mais caro. Claro que nem por isso a vida de quem não tem grana tem que ser chata. Quando eu era criança a gente tinha bem menos folga assim em dinheiro… a gente ia no Parque do Carmo, andar de bicicleta e jogar bola. Era de graça… se a gente não tinha grana para pegar o busão, a gente ia a pé mesmo hahahahaha ou de bicicleta. Não é tão longe… uns quatro quilômetros e meio… dá uns vinte minutos de bicicleta. Ai ai… quando eu era jovem e aguentava ficar o dia todo andando de bicicleta pelo bairro, pelo parque… hahahahahaha. Hoje em dia, se não for pra ir de carro eu nem vou… velhice!

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Tá meio parado por lá por enquanto mas tem bastantes coisas legais. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Advertisements