mascara

E aí terráqueos, beleza??? Como vai a vidinha de vcs? De boas? A minha também, embora eu ainda esteja atrasada para caramba com as postagens do blogue. Como sempre… consegui escrever bastante posts hoje, dei uma adiantada mas ainda assim… lá se foram os tempos que eu conseguia deixar trinta posts agendados. O máximo que eu consigo mesmo deixar agendado com antecedência são quinze posts hahahahaha isso ainda se eu pegar um dia e escrever uns cinco ou seis posts como eu fiz hoje.

Se eu conseguisse deixar os trinta posts agendados, ainda assim eu teria que escrever pelo menos dois posts por dia para manter sempre trinta posts agendados… não é fácil! Nem sempre eu tenho tido tempo nos últimos meses. Estou naquela fase que eu queria que o dia tivesse 48 horas para eu dar conta de fazer tudo o que eu tenho para fazer. E ao mesmo tempo eu tô tão cansada que eu só queria dormir.

Mas, como sempre nem era disso que eu queria falar hoje… Eu queria falar de gente falsa… eu já abordei o assunto aqui diversas vezes. Especialmente quando eu estava chateada porque eu tinha que lidar com uma pessoa do gênero. Eu já disse aqui uns tempos atrás que todos nós conseguimos de vez em quando sermos hipócritas. Mas… infelizmente existem pessoas que são assim 24 horas por dia.

Eu estava pensando nisso num outro dia e estava comentando com os meus irmãos. E engraçado como tem gente que tem a capacidade, talvez o dom de detectar gente falsa. Minha mãe dizia que essas pessoas tem uma antena parabólica melhor do que as demais pessoas em geral. São pessoas que são melhores juízas de caráter que outras.

Minha mãe achava que eu tinha essa capacidade… eu não sei de verdade se eu tenho, eu acho que se eu tivesse eu não ia me decepcionar com as pessoas. Entretanto, de vez em quando eu conheço uma pessoa e eu imediatamente não vou com a cara da pessoa… mas, eu procuro sempre dar uma chance para a pessoa porque afinal, antipatia gratuita é uma coisa bem injusta. Mas… de vez em quando (quase sempre se eu for verdadeiramente sincera com vcs) essa minha antipatia gratuita, conforme o tempo passa, se mostra que não era tão gratuita assim. A pessoa apronta alguma, coloca as garrinhas de fora como a gente costuma dizer e então minha parabólica interior me fala… eu não te disse que tinha motivos para vc não gostar dessa pessoa???

E é engraçado parar para reparar que essas pessoas que eu geralmente não vou com a cara de primeira são aquelas que tem um olhar dissimulado, um sorriso meio forçado sabe? Até o som da risada da pessoa é estranho, é diferente… Eu não sei explicar direito… mas acho que minha mãe tinha razão, algumas pessoas tem uma sensibilidade extra, conseguem detectar com mais facilidade esse tipo de gente.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao