E aí terráqueos, beleza??? Consegui agendar mais de dez posts (onze para ser específica, vamos ver se eu consigo hoje alcançar a marca de quinze… para tanto preciso escrever apenas quatro textos hoje) grande progresso. Preciso assistir umas aulas mas tô com preguiça, estou escrevendo aqui enquanto isso estou assistindo a quinta temporada de Once Upon a Time… A sexta já estreou, eu preciso terminar a quinta para iniciar a sexta.

Apesar de que eu estou me divertindo assistindo as aulas da pós graduação. É diferente vc estudar uma coisa que vc curte. Eu fiz três anos de licenciatura em Letras e foi bem legal (tirando as matérias de didática e psicologia e coisas relacionadas a ensino), depois eu fiz cinco anos de direito, que apesar de eu ter bastante facilidade com as matérias não eram assuntos pelos quais eu tinha muito interesse e nenhuma paixão, nada que se compare à gramática e à literatura. Não me entendam errado, a área de Direito é interessante, mas não era nada apaixonante.

Meu irmão acha diferente, acho que ele curte mais que eu, especialmente a área de Direito Penal… mas… enfim, questões de afinidade. Infelizmente as escolas brasileiras não estão preparadas para encaminhar os estudantes na direção de seus interesses e afinidades. Eu sempre tive mais dificuldades nas matérias de exatas, e sempre me dei bem nas outras, humanas e biológicas. 

Entretanto eu sempre me questionei… será que essa minha preferência pelas áreas de humanas não foi aumentada pelo fato de que eu tive a sorte de ter ótimos professores neste ramo do conhecimento enquanto ao mesmo tempo eu tive muito azar com professores de exatas. A gente sabe que nem todo mundo segue o seu chamado, segue a carreira que sonhou e na qual tem talento e tal… Infelizmente isso acontece com os professore também, nem todos os professores tem dom de ensinar, passar conhecimento.

Eu conheço trocentos professores que estão na profissão porque precisavam de um emprego e dar aulas foi só o que eles conseguiram, mas na verdade eles detestam lecionar. E isso é uma bosta para o estudante, para a educação brasileira. Mas eu sei que infelizmente muita gente não tem outra opção. Ainda mais agora com a crise que o país está passando. Maioria da galera se forma em engenharia química querendo ir trabalhar num laboratório foda e acaba dando aula de química por 8 reais a hora aula como professor eventual.

E eu me pergunto, será que todas as vezes que um estudante emburra com uma matéria e começa a detestar essa matéria não é culpa exatamente… (não do professor, me entendam. Pelo menos não diretamente do professor, claro que ele acaba sendo parte do problema quando ele se obriga a ficar numa situação não ideal – mas a maioria das pessoas, quando se trata de emprego está numa situação não ideal – eu mesma estou! Eu trabalho numa coisa que eu não curto tanto, mas eu não saio porque eu não encontrei nada melhor, e porque o emprego dos meus sonhos não paga minhas contas…)… mas de toda essa situação… de como o mercado de trabalho e mais a forma como a educação brasileira está estruturada.

Sim, se mais pessoas tivessem a sorte, a oportunidade de trabalharem nas áreas em que elas tem talento, dom. Trabalharem naquilo que amam, que tem paixão. Porque só assim, fazendo as coisas com amor é que conseguimos ser bem sucedidos e por conseguinte inspirar outras pessoas. Repetindo, eu tive muita sorte, com muitos professores de humanas que realmente amavam o que faziam, amavam serem professores e nem tanta sorte com professores de exatas. Somemos isso à minha natural dificuldade com os número… por isso que minha matemática é capenga até hoje. Mas eu tenho esperanças de um dia conseguir me sentar e entender círculo trigonométrico porque foi bem nessa parte que eu e a matemática nos desentendemos definitivamente.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao