E aí terráqueos, beleza??? Adivinha quem não consegue mais deixar agendado nem sequer dez posts com antecedência??? Exatamente, eu mesma… pura preguiça, sério, de verdade… eu ando profundamente desmotivada em escrever nesse momento. Vcs se lembram que eu disse há uns meses atrás melhor eu escrever bastante enquanto eu posso porque pode aparecer um momento em que eu não tenha ânimo, nem vontade, nem inspiração? Pois é… este momento é agora. Tô de férias em casa e a única coisa que eu quero fazer é praticar o nadismo.

Terminei agora a segunda prova e acho que tô livre até novembro, mas tenho umas aulas para assistir e adivinha quem não tá afim de assistir nada, exatamente… eu mesma… mas eu vou me obrigar a assistir essa semana. Amanhã talvez… Eu fiz coisa para caramba hoje, lavei roupa, paguei contas… organizei meus remédios, li o texto, fiz a prova e TIREI DEZ NA PROVA! Vou ficar com média oito… acho… estou esperando outras notas serem liberadas ainda. E ainda vou escrever pelo menos dois textos hoje… eu tenho que tomar vergonha na cara. Hoje o tempo está chuvoso e frio… um da perfeito para não fazer nada… é engraçado como o tempo lembra a gente de algumas coisas… tempo, não apenas o clima mas… o tempo… as horas… momentos do dia.

Esses dias eu parei para pensar… para me lembrar na verdade. De como alguns dias da semana e alguns. Este ano como sempre julho veio e foi embora e julho hoje em dia é motivo de tristeza para mim, sempre fico triste por causa do aniversário da minha mãe. Tem meu aniversário… todo julho e… é isso. Antes quando eu era criança, julho era o mês das férias. Hoje em dia eu me lembro das tardes de julho… das brincadeiras na rua da minha vó. Eu adorava julho. Aqueles dias de julho que tá frio pra caramba, aquele vendo gelado cortando a pele do rosto, mas… o céu tá azul e tudo o que vc quer fazer é acordar cedo, pegar sua bicicleta e sair rolando pelo bairro com seus primos… 

O amanhecer por exemplo, me lembra o meu avô (pai da minha mãe, que morreu em 2008… aliás hoje, três de outubro fazem exatos oito anos que ele se foi)… toda a vez que eu tenho que acordar cedo por algum motivo e sair de casa, quando ainda está amanhecendo eu me lembro dele. Ele me levava para a escola todos os dias quando eu tinha uns sete anos, ele me acordava cinco horas, fazia eu me arrumar me dava café e me acompanhava caminhando até a escola, a gente via o sol nascendo no caminho. E ele não andava ele marchava… eu praticamente tinha que correr atrás dele, e eu estava sempre sem fôlego, e ele me falava: Respira fundo esse oxigênio da manhã… faz bem. E de tarde ele ia me buscar na escola.

A seis da tarde, tocam os sinos da igreja católica aqui perto de casa, tem uma igreja perto do trabalho que também toca. É a hora da Ave Maria… e eu me lembro da minha vozinha (que graças a Deus ainda tá viva), eu me lembro que o sino tocava e tinha um programa de televisão que se chamava “O Povo na TV” e tocava a música da Ave Maria nesse programa e minha vó e meu vô colocavam um copo de água em cima da TV enquanto o padre rezava a ave maria… e depois eles faziam todo mundo beber aquela água falando que era benta. A minha família era muito católica na época.

E depois disso eu ia pra janela, e ficava vendo o sol se pôr e esperando o surgimento da Estrela D’Alva no céu. Naqueles tempos ainda dava pra ver as estrelas da janela do meu quarto. E ficava esperando minha mãe chegar do trabalho. E eu ficava tão mas tão feliz quando ela chegava…

Eu estou nostálgica hoje e estou com um pouco de TPM por isso eu vou terminando este post por aqui porque eu não quero ficar triste hoje. Eu ainda tenho um texto para escrever. Apesar de quê… a tristeza provém do fato que eu não poderei viver isto tudo novamente, mas as lembranças são alegres… são felizes… são boas. E é com esse sentimento bom que elas me trazem de ter vivido coisas tão legais que eu quero terminar esse post.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao