wowc

E aí terráqueos, beleza??? Pensa numa pessoa atrasada com tudo… pois é, sou eu, estou quase desistindo de deixar agendado aqui no blogue trinta posts e quatro no outro porque eu simplesmente não consigo mais HAHAHAHAHHAA. Eu simplesmente estou sofrendo de três males, primeiro e mais grave muita preguiça, segundo eu tô sem ideias para escrever, talvez isso seja consequência da preguiça também e terceiro… falta de tempo mesmo.

Ou seja, geralmente eu não tenho tempo e quando eu tenho tempo eu fico com preguiça ou então não tenho nada de interessante para escrever. Ás vezes eu estou ocupada fazendo alguma coisa daí eu tenho uma ideia para um texto, entretanto, se eu não pegar, parar, anotar a ideia, os tópicos gerais pelo menos… dez minutos depois eu esqueci dela e eu fico… o que é que eu queria escrever mesmo? E o saco é que geralmente eu não consigo me lembrar por nada nesse mundo.

E dos dois blogues, o que mais sofre com essa escassez de ideias e preguiça de colocar a mão na massa para trabalhar na confecção do texto é o blogue de contos. Eu prometo entretanto, que pelo menos até dezembro eu não vou abandonar, as postagens diárias aqui e as postagens semanais no outro blogue, eu vou fazer um esforço hercúleo para conseguir produzir, entretanto eu peço para vcs não serem tão exigentes com essa pessoas que vos escreve porque… sério… tá foda muito complicado mesmo.

Eu sei que eu já falei de filmes ontem, e eu sei que o post foi meio sem graça, hahahahhaha mas vamos falar de filme de novo… eu nem falei muito do filme mas é que quando é filme de suspense ou filme de comédia, eu procuro falar pouco para não dar spoiler e estragar a experiência de quem queira assistir. Falando em assistir… me indicaram um filme alemão esses dias (eu nunca assisti filme alemão… primeira vez) eu já baixei o filme e a legenda (porque não tem em lugar nenhum para assistir online em streaming legal tá?) e ainda não tive tempo de ver… vou tentar assisti-lo neste final de semana que se aproxima se eu curtir eu comento aqui para vcs!!!

A bola da vez do post de hoje é outro filme baseado em um videogame, “World of Warcraft” – uma tradução livre e descomprometida seria… o mundo da arte da guerra??? Mais ou menos isso… Eu sei pouco sobre esse jogo, eu sei que ele tem uma legião de fãs, que é um game em estilo RPG e que tem vários e vários mundos e personagens e livros, tem todo um universo de jogadores e tal… eu particularmente nunca joguei. Eu já tinha ouvido falar, mas eu nem sabia a historyline do game. Então eu fui assistir meio que assim descompromissadamente, só mais para matar o tempo e ver os efeitos especiais.

E é um filme bem bacana. é um daqueles filmes, que se vc não conhece o universo por trás do game e nem as histórias, e nem os personagens envolvidos, vc sai contente do cinema, inclusive querendo conhecer mais daquele universo. Eu vi muitos fãs criticando o filme, isso é normal… nenhuma franquia que já tem um público cativo vai agradar cem por cento essa base de fãs. E geralmente a intenção de filmes assim nem é agradar aos fãs e sim aumentar o número de fãs… entrar em contato com pessoas que não conhecem aquele universo, crianças… e estabelecer uma nova geração de fãs… E nisso eu acredito que eles tiveram bastante sucesso, o filme é longo para caramba, mas não é em nenhum momento monótono.

Tem várias coisas acontecendo ao mesmo tempo, o ritmo da narrativa é bem bacana, em alguns momentos o diretor consegue deixar a gente sem fôlego, os efeitos especiais são muito legais, a maquiagem e o figurino dos atores são maravilhosos e a história tem uma dramaticidade bem bacana.

A história trata mais ou menos de… dois mundos que já estiveram em batalha… o mundo dos humanos, contra o mundo dos Orks (criaturas verdes e grandes que eu chamei de Shrek do mal). Os humanos venceram os Orks e baniram eles para o mundo deles, eles por sua vez destruíram todo o mundo paralelo deles… tipo, eles moravam num mundo verdinho cheio de florestas, mas eles mesmos detonaram tudo e o líder maléfico deles agora quer novamente invadir o mundo humano que ainda tem as florestas verdinhas e tal…

Entretanto, como gafanhotos do mal eles apenas querem invadir aqui para detonar como eles fizeram com o próprio mundo. E dentro da horda de Orks, uns poucos percebem essa intenção maligna do líder e discorda e se unem aos humanos para conseguir impedir a invasão Ork.

Eu curto muito histórias assim tipo literatura fantástica, cheias de ficção e de magia e criaturas que não existem. Entretanto eu particularmente não gostei do final (não, eu não vou contar o final, vejam o filme se quiserem saber haahahahaha). Mas apesar de não gostar ele deixa abertura para próximos filmes e faz bem o papel de criar uma mitologia ainda mais complexa para um possível próximo filme.

Eu não sei como o filme se saiu nas bilheterias mundo afora, não sei se foi um sucesso, se foi certamente vai geral uma continuação, se gerar uma continuação eu vou querer ver… é um daqueles filmes que vc fica com vontade de assistir o que vem depois. Então… numa tarde qualquer se vcs não tiverem nada para fazer e quiserem um filme legal, que não tem um pezinho sequer na realidade… podem ver este, eu recomendo!

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao