A-Noite-dos-Mortos-Vivos-1990-6.jpg

Fala galera!!! beleza??? eu tô cansadíssima!!! Eu na sexta estava tão cansada que nem fui pra academia, vim para casa e nove e meia da noite eu apaguei! Dormi! E no sábado eu só acordei às dez da manhã porque meu irmão me chamou, senão sei lá até que horas eu ia embora dormindo. Daí fui na casa do meu pai ajudar ele a dar entrada em mais um processo lá que ele tem uma grana para receber. Depois fomos almoçar no shopping e depois ver um filme no cinema, resultado… voltei pra casa nove da noite.

Pela primeira vez ontem, pai andou de Uber, foi muito engraçado! As duas vezes que a gente desceu do carro ele ficou com aquela cara de ‘tá faltando alguma coisa’ hahahahahaha. Porque no uber o pagamento é feito direto no cartão, no app… não tem que pagar como no táxi. Mas ele achou super interessante o serviço e o preço. Outra coisa que foi a primeira vez ontem foi que pela primeira vez eu voltei de moto para casa com o Cezar hahahahaa. Ele foi bonzinho, dirigiu direitinho, não fez bagunça nem me assustou hahahaha.  

Mas, não é disso que eu queria falar hoje, esses dias eu estava nostálgica então eu resolvi acessar o PopCorn Time e ver filme velho. Mas, não qualquer filme velho… Filme velho de terror bem trash!!! “A Noite dos Mortos Vivos” eu resolvi ver o filme que eu vi na minha juventude… essa versão é um remake de um filme mais antigo, se eu não me engano da década de setenta (setenta e oito se eu não me engano), mas o que eu me lembro mais é dessa versão dos anos noventa. Mil novecentos e noventa para ser mais específica!

Pessoal fala tanto de “The Walking Dead” que é uma das séries de maior sucesso hoje em dia (e que eu particularmente não assisti ainda, acho que eu assisti apenas uma meia dúzia de episódios, achei bacana, mas não capturou muito minha atenção) mas, zumbis não são novidades. Apocalipses zumbis já faziam sucesso faz um tempão. Eu morro de medo do apocalipse zumbi hahahahahaha. E deixa eu dizer para vcs… esse filme de 1990 é um dos filmes mais grotescos que eu já vi. É um daqueles filmes que quando eu era criança eu ia fechar os olhos para não ver algumas cenas. O roteiro, ou seja a história do filme, é bem simples.

Mostra um casal de irmãos que a mãe morreu, e eles vieram de longe, para acompanhar o enterro da mãe e eles dão de cara com o apocalipse zumbi. Eles não sabem nem porque e nem como tudo começou (o que é bem clássico em filmes e séries com essa temática) só sabem que todo mundo virou zumbi e que tem que lutar pela sobrevivência. O que é bem complicado porque eles estão bem no meio do nada. E de cara o irmão dela morre. E em filmes de zumbi vc sabe o que acontece com quem morre né? Vira zumbi também!

E o filme se resume a isso, fugir dos zumbis, tentar sobreviver, encontrar outros sobreviventes, uns vão te ajudar, outros vão te atrapalhar, uns vão morrer outros vão sobreviver. E entre uma coisa e outra… você vai ver as mortes mais grotescas de todos os tempos. É bem nojentinho. Claro que é um filme trash dos anos noventa e por conseguinte temos muitos ‘defeitos especiais’ nessas mortes. Valha-me Deus essas mortes… momentos nojinhos diversos nesse filme. Mas, vale a pena pela nostalgia e porque é muito engraçado. Eu particularmente não recomendo esse filme a não ser que vc seja o tipo de pessoa que curta terror B dos anos 90.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao