talvez-eu-veja-as-palavras-como-sementes-de-flores-eu-acredito-que-colocando-as-no-lugar-certo-scheila-hinnah-frase-132-35

E aí terráqueos, beleza??? Este é o terceiro post ‘in a roll’ (em seqüência) que eu estou escrevendo. Amanhã eu tenho que acordar muito cedo para fazer umas coisas e eu resolvi que eu não vou estudar nada hoje. Eu resolvi que eu ia escrever uns quatro posts… três aqui e um no outro blogue, até umas onze da noite, vou tomar um banho e dormir. Pra não ficar caindo de sono amanhã no trampo porque eu tô tomando remédio pra dor nas costas, que já me dá sono e aí eu tenho que acordar cedo (mais cedo do que eu estou habituada) então sono+sono=Shao babando no guichê da Prefeiturolândia.

Assim sendo… este post vai ser curtinho, tô animada com os posts do meu outro blogue (cliquem no link no último parágrafo e conheçam o blogue é legal, eu garanto), alguns contos que começaram apenas como isso… contos, estão se estendendo e talvez… (talvez apenas) venham a se tornar algo mais. Romances mais longos??? Quem sabe… Se eu continuar escrevendo-os neste ritmo é bem capaz. 

Ou não… Tô muito atrasada… Eu fiz as contas e pra colocar as pastagens em dia eu tenho que escrever vinte textos…. VINTE!!! E eu não tô com tempo pra isso mano. Preciso de uma semana de férias no trabalho e na vida pra poder me dedicar ao blogue. Clarice Lispector tinha razão ao querer ser rica para poder se dedicar à escrever. Li isso na biografia dela… Leiam  é muito boa. Clarice era um gênio… Me identifico pra caramba com ela… Não como escritora. Não tenho nem de longe o talento daquela mulher. Mas com as batalhas internas que ela vivia… Eu tb tenho as minha ( e quem não tem Shao? – somos todos Clarice).

Bom, mas como sempre não era desse assunto que eu quero falar hoje. Eu escrevo para um caramba… E olha que eu escrevo menos do que eu gostaria até mesmo por causa da minha falta de tempo. E eu como pessoa que ama as palavras, amo ler, amo escrever… acredito no poder da palavra. No poder de convencimento da palavra, no poder de mudar o mundo, e mudar a vida das pessoas… que está contido dentro de meras palavras.

Como alguém que escreve eu muitas vezes vejo as palavras como peças de um quebra cabeças, ou ainda como tijolos para construir um muro… eu gosto dessa capacidade compositiva da palavra que vc consegue combiná-las para formar um texto e expressar sentimentos, ideias, e se comunicar. E outras vezes, a maioria delas na verdade, eu vejo as palavras como… sementes!

Sim, porque vc pega as palavrinhas escreve alguma coisa. Joga elas lá no mundo e ela vai cair nalgum lugar, no olhar de algumas pessoas e aquilo que vc escreveu vai gerar uma reação, vai nascer alguma reação naquela pessoa que está lendo seu texto. Então as palavras são sementes. Elas claro, podem ser sementinhas do bem, ou sementinhas do mal. Depende de como vc usa as palavras.

Tem muita gente, políticos, pastores de igrejas (líderes religiosos de diversos dogmas) que tem o dom da oratória. Dom da palavra, de falar e convencer. Que usam isso para o mal. Vcs sabem né? Há casos de lavagem cerebral e o caramba… Vejam por exemplo os diversos casos de líderes religiosos que fizeram os seus seguidores ometer suicpidio, abandonar familia, doar tudo pra igreja… Tudo, porque tem a capacidade de atraves da palavra convencer as pessoas.

E há poetas e pensadores e idealistas que usam as palavras para o bem, para inspirar as pessoas para dar forças. Eu posso citar os compositores de músicas. Quem nunca ouviu uma música, parou pra prestar atenção na letra e pensou… Nossa é isso mesmo que eu tô passando! Nossa, é verdade isso aí… Eu mesma, tem uma música do Engenheiros do Hawaii que eu sempre ouço quando eu tô para baixo, para me dar aquele up, aquele empurrão para eu não desistir, não desanimar. A música se chama “Até o Fim” e tem um trecho que canta assim… “Não vim até aqui pra desistir agora… Se depender de mim eu vou até o fim” cliquem aqui para ouvir…é uma letra bem bacana.

E essa música sempre me coloca para cima. Olha o poder de convencimento, poder  de inspirar da palavra. Eu tento escrever coisas legais, coisas que inspirem. Nem sempre eu consigo eu sei hahahahahaa. De vez em quando eu fico de mimimi eu sei… mas eu sou apenas humana, somos todos. Eu espero que as minha palavras aqui no bloguezinho sirvam para alguma coisa, nem que seja para ajudar vcs a passar um tempo quando vcs estiverem entediados. E lembrem-se, meçam as suas palavras… dependendo do que vc diz as palavras podem causar resultados inesperados.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao