rota

Fala amiguinhos, beleza??? Espero que sim… A vidinha vai no vai da valsa ou tá coisada? Tá coisada é??? Puxa vida… que pena meu amigo. Mas olha… veja pelo lado positivo. Todo mundo tem alguma coisa que é coisada na vida. Ninguém tem a vida cem por cento bacaninha. Sempre tem uma meleca qualquer para coisar a vida da gente.

Eu estou assistindo televisão aberta, Marcelo Rezende e Datena competem para ver quem noticia a notícia mais sangrenta do dia… E eu detesto ver que o mundo está de cabeça para baixo, porque é só isso que esses programas mostram, eles vivem das desgraças. Mas a culpa não é dos programas em si, o programas apenas lucram em cima das desgraças que acontecem todos os dias no mundo. A culpa é do próprio ser humano que está num momento decadente.

Bom, mas não é o primeiro e não será o último momento decadente da humanidade. A não ser claro… que existam mesmo os ET’s e eles lancem uma bomba na terra e explodam tudo… tô viajando… perdão, é o sono. Foca na postagem Shao!!!

xe5exs

Shao, essa piada da Foca não tem graça… Eu achei engraçado HAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAU. Desculpa, o assunto é meio pesado hoje então só foi para descontrair… eu posterguei este post para caramba, mas hoje me sinto em condições de escrevê-lo. Então bora lá…

Fala-se atualmente muito da violência das polícias militares e eu vejo muita gente defendendo a desmilitarização da polícia. Como alguns de vcs devem saber um dos meus irmãos é policial. Eu não queria que o meu irmão fosse policial. Porque eu me preocupo com ele. E é uma profissão perigosa. Mas é o que ele queria ser, o que ele sonhava em fazer e eu quero que ele seja feliz. A única coisa que me resta é pedir a ele que tome cuidado, que seja honesto e correto e pedir a Deus que o guarde.

Pouca gente entretanto fala das estatísticas do quanté perigoso ser policial. Um policial é assassinado a cada 32 horas no Brasil. O que é coisa para caramba. E a grande maioria dessas mortes não ocorre no horário de trabalho, acontece quando eles estão voltando para casa, em latrocínios ou então em pura execução. Caso vcs não saibam, nalgumas facções criminosas um dos testes para ser aceito… é matar um policial.

Quando meu irmão não era policial eu tinha uma visão diferente da polícia, como a maioria dos cidadãos eu achava desnecessário um policial abordar o meu carro apontando a arma para a minha cara. Eu achava desnecessário e truculento esse modo de abordar. Na academia eles aprendem a não apontar a arma para os cidadãos. Mas a prática ensina para eles que se eles abordarem sem apontar a arma… eles podem não voltar para suas casas e para suas famílias.

Existe sim uma guerra entre policias e bandidos. Uma guerra que a mídia não noticia para não causada pânico. Mas todos os dias há mortes dos dois lados. E eu vejo muito pessoas que são positivistas e constitucionalistas atacando a polícia e chamando de refugo da ditadura e o caramba… mas, são pessoas que não vivem a realidade dos policiais, e provavelmente são pessoas que não tem um policial como familiar. Então eles tem a visão idealizada da coisa, do que deveria ser… não da realidade. E eles não fazem parte dessa guerra que existe.

Se vc é parente de um policial ou é policial vc está… quer queira quer não envolvido nesta guerra. Sim, porque se vc é policial e um bandido descobre isso quando está te assaltando. Vc acha que ele vai ser consciencioso com vc? Se ele descobre que vc é parente de policial… vc acha que ele vai ser gentil na abordagem??? Claro que não… vc provavelmente será torturado, humilhado e depois morto.

Eu não sou favorável à política do bandido bom é bandido morto, eu quero ver os bandidos na cadeia. Ponto! E eu não quero que meu irmão saia matando bandidos a torto e a direito por aí… mas… eu não tenho pena do bandido, quando eu vejo notícias que um deles morreu, que a polícia matou um meliante. Porque se fosse o contrário o bandido não teria pena da gente. Eu tenho pena do policial quando ele vai preso por matar um bandido que estava atirando nele, eu tenho pena da família do policial.

Vcs lembram do caso do policial torturado e morto??? Cliquem aqui e relembrem. Eu imagino meu irmão numa situação dessas. E… como ter pena de uma gente que faz isso com outro ser humano??? Há casos de casas de família invadidas, pessoas sequestradas e executadas por serem apenas parentes de policiais. E eu não vejo ninguém falando disso… Infelizmente, se uma pessoa que vc ama escolhe essa profissão vc não pode ser positivista nem constitucionalista… vc tem que escolher um lado. Nem todo mundo pode se dar ao luxo de não escolher um dos lados dessa guerra. Nem todo mundo pode  se dar ao luxo de defender os direitos humanos e o mundo do dever ser.

O que é o mundo do dever ser Shao??? É a Utopia que as leis buscam alcançar. Onde o preso é tratado com dignidade e tem condições de se reabilitar na cadeia por exemplo. Onde o cidadão tem seus direitos e garantias assegurados sem precisar gritar e espernear na justiça.

A verdade é que estamos em guerra galera… e na guerra ou chora a mãe do policial ou a mãe do bandido. Cada um tem a sua opinião e a opinião de cada um sempre vai ser colorida pelo filtro da realidade que a vida de cada um possui.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Advertisements