Victor-Frankenstein-Movie-Poster-Foreign

E aí terráqueos, beleza??? Depois que eu escrevi o post de ontem, eu parei para pensar e achei uma boa ideia escrever sobre o filme que me deu a inspiração sobre o post de ontem. Até porque é um filme bem bacana, outra abordagem da história do Frankestein… dessa vez focada no Igor, o famoso ajudante corcunda do médico louco que cria a criatura. Novamente eu vou avisando para vcs que vai rolar uns spoilers então estejam avisados hahahahaahhahahaa.

Então o filme começa com a história da vida do Igor, como ele cresceu num circo e de como todo mundo maltratava ele por causa da sua corcunda. E como ele era apaixonado pela trapezista do circo e de como ele gostava de aprender, especialmente as coisas sobre medicina. Até que um dia ele conhece o médico Victor Frankestein e o médico cura ele daquela corcunda que na verdade não era uma corcunda… era um tipo de abcesso.

E ele descobre que tanto ele quanto Victor tem uma paixão por aprender, pela medicina e por salvar vidas… Então eles se unem e o que começa como uma boa intenção de salvar vidas acaba se tornando no Frankestein. Mas como eu disse o foco do filme é no Igor e o Victor é retratado como um louco de pedra (que é o que ele é na verdade).

A coitada da criatura mesmo que é o Frankestein mesmo fica em quinto plano, ele aparece apenas no final e já logo morre… O que é uma pena porque a criatura criada pelo louco médico é um ser bem complexo, uma criação literária bacana demais e não é nem um pouco aproveitado no filme… o que sempre é um desperdício.

Mas nem por isso o filme é desprezível. Muito pelo contrário é uma nova abordagem da história de terror escrita por Mary Sheley… Então, se vcs estão afim de ver novamente esta história mas com um enfoque totalmente diferente. O enfoque principal aliás é o romance entre o personagem Igor e a moça, a trapezista por quem ele é apaixonado. E… diferentemente da maioria dos filmes de romance dos últimos tempos que tem finais tristes e deprimentes este tem final feliz. Entretanto vá assistir assim com o coração aberto, sem esperar muito do filme… assistir assim sem nenhuma pretensão, sem nenhuma segunda intenção. Só pra passar umas horinhas e ver um filme bonitinho (porém com algumas partes nojentas e loucas) com final feliz.

Vou terminar este post por aqui, ele ficou mais curto do que eu esperava… mas é porque eu tentei pra caramba não dar muito spoiler. Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao