coracaopartido

E aí terráqueos, beleza??? Como vai a vidinha??? Espero que esteja tudo bem. Aqui no planeta Shao está tudo beleza… vidinha cansativa mas… tá de boas. Tenho provas em aluns dias… no trabalho as coisas estão mais calmas. Apesar de no Governo Federal as coisas estarem cada vez piores… Dilma foi mesmo afastada e o Temer tomou posse como presidente em exercício… apesar disso tivemos boas novas na Prefeiturolândia…

Uma amiga querida vai voltar a trabalhar no setor com a gente, nosso setor é sempre tão desfalcado, e quase ninguém quer vir trabalhar com a gente, quando a pessoa quer a chega não libera. Quando é uma pessoa querida, trabalhadora que quer trabalhar no setor e que ainda por cima tudo conspira para bem e a pessoa consegue vir trabalhar com a gente é uma alegria. Eu vou voltar agora para o meu horário anterior… foi quase um ano trabalhando num horário mais tarde, agora chega de dormir até tarde hahahaha vou ter que voltar a acordar cedo e cair na labuta a partir de amanhã. O que é bom porque ficarei com a tardezinha, comecinho da noite livre para ir para a academia… porque eu sinceramente não rendo fazendo exercício de manhã.

Bom, mas chega de enrolar…bora escrever um post intimista hoje??? Eu tenho internalizado muitas coisas ultimamente… e este meu blogue aqui a função primeira dele era meio que ter um cantinho para desabafar. Eu sei que é chato e vcs não estão nem aí pra isso nem pros meus problemas hahahaha, mas… é tão efetivo quanto terapia acreditem.

Escrever funciona assim para mim. Por isso que cada post, cada conto, cada história que eu escrevo tem um pouco de mim. Não necessariamente de quem eu sou como ser humano, mas às vezes algo que eu vi, algo que eu ouvi… um acontecimento que eu testemunhei. Um filme que eu vi e o que ele me fez sentir… E esses dias, eu tenho andado muito ocupada e por conta dessas diversas ocupações eu pensei em… largar de lado o ‘escrever’ um pouco. Ahhhh Shao… calma… eu explico…

Vejam só que interessante… eu estava com as manhãs livres, mas eu fico acordada até de madrugada, então mesmo quando eu consigo acordar de manhã cedo eu não rendo muito nos exercícios que eu me propus a fazer. Mas os meus médicos estão me dando bronca, que eu preciso me dedicar mais aos exercícios e sábado que vem eu começo a dieta nova. Eu preciso colocar essa diabetes na linha… Então, agora eu vou voltar para meu horário antigo e vou ter mais ânimo para malhar…

Então, eu tinha pensado em largar de escrever, ou de pelo menos diminuir a constância. Mas agora com meus novos horários… não vou ter que largar nada. E esses dias eu estava pensando que eu preciso escrever. Eu não posso parar… às vezes eu me sinto quebrada, como todo mundo eu acredito, todos nós temos nossos altos e baixos… Mas para mim escrever é o jeito de me remendar quando eu estou me sentindo assim. Eu escrevo e então eu estou inteira novamente.

E eu não escrevo para as outras pessoas… eu não escrevo pensando, planejando, esperando alguma reação ou receptividade de  um possível leitor. Eu escrevo para mim mesma. Claro que o ato de escrever… e escrever na internet… faz com que vc irremediavelmente se conecte com as pessoas. Escrever é se conectar com outros seres humanos. E é uma experiência maravilhosa se conectar com outras pessoas. É emocionante quando alguém lê o que eu escrevi e daí eu recebo uma mensagem, um comentário dizendo… Nossa, me identifiquei… sei exatamente como vc estava se sentindo, eu me sinto da mesma forma. Acho que é tão emocionante quanto ler os seus sentimentos nas páginas de um livro qualquer escrito por um outro autor. É impagável essa conexão.

Mas a conexão que eu busco ao escrever, a conexão mais importante que eu faço quando eu escrevo é comigo mesma, com a minha própria alma, com os pedaços de mim que estão soltos, dando voltas dentro da minha cabeça. Eu escrevo buscando um sentido para tudo… mas maiormente, um sentido para mim mesma… Eu escrevo buscando saber o que eu significo…

Eu acho que todo mundo quer significar alguma coisa neste mundo, mas o que é que a gente significa pro mundo, pras pessoas??? Claro que isso é importante… mas no final das contas é irrelevante perto do nosso próprio significar. Estamos sempre nos fazendo aquelas perguntas, quem sou, onde estou, para onde vou??? Qual a minha missão neste mundo??? E são perguntas tão complexas… Não sei… cada um de nós tem uma missão na vida, mas talvez a nossa grande missão nessa vida seja encontrar o nosso significar. E encontrar as nossas ferramentas para nos remendarmos quando estivermos quebrados.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao

Anúncios