Fala terráqueos… como vão vcs? Espero que estejam legal, eu já tenho trocentos (mentira, tenho um pouco mais de vinte apenas) posts agendados só que eu tive que falar desse assunto. Esses dias tá rolando em todos os meios de comunicação o horror que aconteceu lá numa favela no Rio de Janeiro. Uma menina de 16 anos foi estuprada por mais de trinta homens. É uma coisa horrenda, é um ato inclassificável de tão inumando. A sociedade brasileira está em polvorosa discutindo a ‘cultura do estupro’ e punições para os culpados e cobrando providências do governo do Rio de Janeiro, da polícia e tudo mais. Mas vamos por partes….

Dados, no Brasil uma mulher é estuprada a cada 12 minutos… foram mais de quarenta mil estupros o ano passado. São números absurdos, acho que só se comparam a países em guerra (isso é uma opinião minha, não tenho dados para comparar) isso é apenas o fundinho do poço… porque de acordo com os mesmos dados de cada cinco mulheres estupradas apenas uma vai à delegacia e faz boletim de ocorrência, então… esse número na real pode ser no mínimo cinco vezes maior.

Pessoas falando um monte de coisas nas redes sociais… algumas falando que ela era uma puta, que ela era mina da boca, que o namorado dela levou ela pros traficantes para pagar dívida de droga… Suponhamos que tudo isso seja verdade… ainda assim nada disso importa , o pior ser humano da terra não merece passar por isso…

Coisas assim acontecem todos os dias… aconteceu na favela, mas acontece todos os dias em diversos ambientes. Vai ter gente que vai falar, que só estão sendo presos os ‘supostos’ estupradores porque são pobres e favelados, que se fossem uns filhos de gente de grana como o cunhado da Ana Hickman (que matou lá o fã doido que invadiu armado o quarto da apresentadora sabe lá Deus para quê!!) que não ia acontecer nada com eles e mimimi…

Do outro lado temos também os aproveitadores querendo aparecer. Politicos como Bolsonaro querendo usar o momento para se promover. E outros políticos aproveitando o ensejo para direcionar para coisas que os beneficiem. Teve uns dias atrás… um comentário (ridículo por sinal, tão ridícula que eu nem sequer me dignei a comentar) de uma cantora gospel, metendo o pau numa propaganda da C&A por conta de roupas unissex (roupa unissex existe desde sempre não sei porque toda essa indignação… não concorda, não use roupa unissex oras!) e a galera que odeia os evangélicos começou a postar… Ahhhh porque a Ana Paula Valadão não se posiciona agora contra o estupro. É a mesma babaquice de sempre… a babaquice que fizeram no desafio do balde de gelo, a babaquice quando a galera estava comemorando o casamento gay nos estados unidos.

Se vc não se importa com a causa mano… deixa para lá, deixa quieto… não precisa desmerecer, falar… ahhh quando forem lutar por isso e por aquilo então me chamem… tem hora para tudo, mas tem gente que não tem hora para nada e consegue ser extremamente babaca em qualquer que seja a hora. E agora não é diferente.

Muita gente está sendo babaca e não está focando na questão… a questão é que existe este crime hediondo em todos os cantos do mundo. Eu sempre acreditei que teoricamente nos países latinos havia mais incidência de crimes sexuais (de novo… minha opinião apenas) enquanto que nos países mais ao norte temos mais serial killers. Sangue quente dos latinos, nível baixo de educação, machismo por sua  vez em nível bem alto… mulheres tratadas como coisas… péssima combinação… claro que tinha que dar nisso.

Há não muito tempo aconteceram vários casos de estupros coletivos na Índia, todo mundo ficou, nossa que pais horrível, ainda bem que eu não moro lá… a verdade é que coisas assim acontecem todos os dias em todos os cantos do mundo. E muitas vezes ninguém fica sabendo. A vítima é jogada num canto sem vida, a família fica anos e anos procurando por ela e nunca chega a saber o que realmente aconteceu. Esse caso chegou à mídia porque os próprios monstros que praticaram o crime compartilharam videos em Redes Sociais… mas tem muitos casos que ficam na obscuridade.

É crime… não tem outra palavra para isso… e não vamos nos esquecer que apesar das mulheres serem as maiores vítimas deste tipo específico de crime ela não são as únicas. É o ato mais aviltante que se pode cometer contra um ser humano essa violação do seu corpo. Estão rolando áudios nas redes sociais que diversas pessoas dizem que não houve estupro que a menina estava drogada, tem um áudio supostamente atribuída à vítima, dizendo que ela estava muito louca e que ia ‘dar’ para todo mundo… As coisas precisam ser investigadas…

Não podemos sair condenando quem quer que seja, a menina, ou as pessoas acusadas de estupro. Levando em consideração o ambiente em que as coisas rolaram… tudo pode ter acontecido. Na sociedade MUNDIAL atual há uma banalização tão grande do sexo e da vida humana o que faz com que coisas assim aconteçam mais e mais. Os jovens hoje em dia não dão valor às próprias vidas e aos seus corpos. Ele se drogam, se embebedam, e transam com desconhecidos… e se vc vai falar alguma coisa… “ahhh eu tô aproveitando a vida” estamos vendo crescer uma geração perdida, que classifica, ouvir funk, beber e se drogar até capir e transar com trocentas pessoas nos finais de semana como diversão. Vamos aguardar o desfecho desta história…

Como eu já disse, Independentemente disso tudo da menina ter ou não usado drogas, ser ou não do tráfico… estupro é crime aviltante. Estupro coletivo mais ainda. E isso tem que ser averiguado e se ficar comprovado que houve mesmo esse ato horrendo, que sejam identificados o maior numero possível de culpados e que sejam todos eles colocados atrás das grades.

Vou terminando este post por aqui… Voltamos amanhã com a programação normal deste blogue. E fiquemos no aguardo pelo desfecho desta situação horrível.

See you guys around the corner
Shao