saudade

Fala galera, beleza??? Hoje  não tô legal, deve ser TPM … não sei… mas acordei numa saudades danada da minha mãe hoje. Acordei com aquela vontade imensa de nem levantar da cama. Minha vontade era ficar deitada e dormir, dormir, dormir até eu acordar num dia que a saudades não doa tanto.

Saudades é uma coisa estranha, às vezes vc acorda e a saudade é tão avassaladora que te tira o ar. Dói tanto quanto a dor da perda no dia que vc perdeu a pessoa. Já tem outros dias que vc pensa na pessoa mas não dó tanto… Se vc já perdeu uma pessoa, um parente que vc amava muito, que significava o mundo para vc, vc sabe o que eu quero dizer. Alguns dias são mais difíceis que os outros. Todos os dias eu peso nela em algum momento do dia… Mas tem dias como hoje que não dá vontade nem de fazer nada.

Eu faço claro… mas eu não funciono direito em dias assim. Em dias assim a gente funciona meio que na marra…  E Como medir o tamanho da saudades que a gente sente num dia como o de hoje? Não tem como é imensurável.

Eu descobri uma coisa… a gente pode sentir saudades de coisas que não vivemos. Acho que a coisa que eu mais sinto falta… são exatamente das coisas que eu não tive oportunidade de viver com meus pais. Eu vira e mexe fico pensando… eu não vou poder viver isto e aquilo com eles. Queria tanto poder chegar em casa e contar alguma coisa que aconteceu, ou então contar alguma coisa que eu consegui fazer legal e eu gostaria de contar para eles, para deixar eles orgulhosos mas eu não posso mais.

Eu não tenho intenções de ter filhos, mas se eu tivesse eu ia sempre ficar com aquela sensação de que está faltando alguma coisa. Não ia ter mais os meus pais para ver o netinho e segurar no colo… essas coisas… Eu acho que já comentei aqui mas eu vi uma entrevista da Cissa Guimarães com a qual eu me identifiquei muito… ela disse que estava bem, mas que ela tinha a sensação que jamais seria completamente feliz novamente e eu sei exatamente como ela se sente.

Porque por mais feliz que seja o momento da minha vida, por mais que eu consiga conquistar meus sonhos e que eu consiga realizar grandes feitos… Vai sempre estar faltando minha mãe… Ela não vai estar aqui para se alegrar comigo.

Tem aquele velho ditado que diz que felicidade compartilhada é felicidade dobrada… e eu nunca entendi, até que eu perdi minha mãe e eu não a tenho mais por perto para compartilhar esses bons momentos então, parece que a felicidade da gente fica menor, enquanto a saudades fica maior. Como medir o tamanho da saudades? Não tem como…

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao