quem-me-dera-ao-menos-uma-vez-explicar-o-que-ninguem-consegue-entender-que-o-que-aconteceu-ainda-legiao-urbana-indios-frase-7489-4623

Fala galera, beleza??? Como vão vcs??? Espero que estejam bem… Assim como de vez em quando eu tenho muitas ideias e escrevo para caramba, de vez em quando eu tenho lapsos e eu fico totalmente sem ideias, bem como eu fico totalmente sem vontade de escrever sequer uma linha e por isso que me obrigar a escrever todos os dias é um exercício tão complicado para mim.

Hoje mesmo, não tô nem um pouco afim, mas estou me esforçando porque é final de semana e eu disse a mim mesma que nos finais de semana eu tinha que escrever pelo menos cinco textos em cada dia… ou seja, cinco para o sábado e cinco para o domingo. São dez textos por semana… pelo menos… E essa semana eu escrevi pouco… durante a semana, dois ou três se eu não me engano. Então bora lá escrever um pouquinho mais essa semana…

Como vocês devem estar sabendo, se vcs acompanham meu blogue devem estar sabendo que eu comecei uma pós-graduação… depois de ponderar muito. Fora isso tenho alguns projetos particulares para este ano que já estão em andamento e eu não quero abandonar… Tenho meu trabalho, que estamos desfalcados de funcionários, tenho meu projeto de escrever mais, e aqui entram meus dois blogues e futuramente a publicação de um livro, tenho meu projeto pessoal de guardar uma graninha ou talvez investir um dinheiro em uma casinha no interior de São Paulo (meu avô e minha mãe me ensinaram que em época de crises melhor lugar para investir seu dinheiro é numa casa ou num terreno), agora tem a pós, tenho que pegar firme na academia e também cuidar melhor da minha saúde e tenho meu projeto pessoal de investir mais na minha vida espiritual… ir mais à igreja, orar mais… basicamente ser uma pessoa melhor.

Então como vcs podem ver eu vou ter um ano bem cheio… não vou ter muito tempo para mais nada… minha família que já estão pegando no meu pé direto porque acham que eu não tenho mais nada para fazer a não ser ficar indo na casa deles visitá-los (e uns moram lá na casa do caralho caramba…). Certeza que meus amigos vão pegar no meu pé também porque não vou poder vê-los tanto quanto eu gostaria (aliás tem amigos que eu de boa trocaria por membros da minha família… devia ser assim formação da família né? Igual encaixar lego…) mas eles vão entender. Amigo geralmente entende a gente mais que a família.

Veja o lance de ‘sonhar’ em ser escritora por exemplo… única pessoa da minha família que sempre me apoiou, me deu força e falou, vai lá, vc leva jeito… vc vai conseguir e tal… foi a minha mãe. Meu pai e meus irmãos até apoiam, mas é aquela coisinha, sem gracinha, sem entusiasmo nenhum… Como se eles não acreditassem em mim sabe? Ou se não me entendessem… Anyway… Minha família não me entende mesmo. Talvez eles botassem mais fé em mim e nos meus devaneios literários se de repente eu publicasse um best seller e ganhasse uma grana com isso… Caso contrário eles continuarão achando que são apenas isso… devaneios.

Eu nem vou mencionar  os membros da minha família estendida… nem vale a pena mesmo. Esses não estão nem aí pra nada disso. Eles devem achar que eu sou doida. Eu me sinto um ET quando eu ‘tento’ conversar com eles sobre livros e literatura e sobre eu gostar de escrever. Enfim… eu fico meio desapontada por minha família não me entender nem me apoiar tanto quanto eu gostaria, mas ao mesmo tempo isso me incentiva a batalhar mais pelas coisas. Porque eu sei que posso contar apenas comigo mesma pra correr atrás das coisas e conquista-las.

Por outro lado eu tenho amigos muito bacanas mano… eu postei no Facebook que estava cursando a pós, vários amigos curtiram e me deram força, vai lá e arrebenta!! Ahhh orgulho de vc e tal. A mesma coisa quando eu publiquei o livro… enquanto que meus parentes só sabem reclamar… porque eu vou estar ocupada demais estudando pra poder dar atenção para eles… aposto que é porque quanto mais desocupada eu estiver mais tempo livre eu tenho para ficar correndo atrás dos problemas deles né? Eu queria que pelo menos uma vez na vida eles me entendessem… e verdadeiramente ficassem felizes por mim, pelas minhas conquistas… sem interesses secundários por trás. Mas… conhecendo a galera como eu conheço… isso é esperar demais deles…

E a vida é assim mesmo, muitas vezes temos que encarar sozinhos os desafios da vida. Como diz a canção… “Friends and liars don’t wait for me, ‘Cause I’ll get on all by myself. “

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao