tumblr_mlvgyqtnlX1r46o8ko1_500

Fala galera, beleza??? Como vai a vidinha de vcs?? A minha tá na mesma. Uma coisa que a gente aprende vivendo é que a vida é feita de um monte de momentos monótonos, um monte de ocorrências cotidianas é um monte de rotina permeadas por momentos horríveis de tristeza e de angústia e de alguns momentos bons e uns poucos momentos maravilhosos que fazem todos os outros ficarem para trás.

Eu estou no momento rotina, no momento ralação. Trabalhando pra caramba. Eu comentei aqui com vcs que eu estou pensando seriamente em voltar a estudar, fazer uma pós graduação né? E eu não contei para ninguém. Só para os meus irmãos e eles não ficaram muito empolgados e nem me apoiaram muito… Cezar disse que eu devia fazer a OAB e o Carlos falou… Beleza, legal. Então eu não estou bem certa se eu vou realmente seguir em frente com isso. No dia que eu fiz a inscrição eu estava até animada, mas agora estou com mais dúvidas do que outra coisa.

Enfim… Estou escrevendo este post com bastante antecedência… Eu tenho até dia primeiro de fevereiro para decidir se eu quero mesmo encarar mais esta empreitada. Quando este post for publicado eu já vou ter decidido se sigo em frente ou não. Eu retorno aqui para contar para vcs o que eu decidi… Eu ainda tenho uns dias.

Mas vamos ao assunto do post. Não sei se eu contei aqui para vcs, acho que sim, não tenho certeza. Mas eu sou meio azarada… Comigo sempre acontecem umas coisas inimagináveis, e eu conto para as pessoas para os meus amigos e sempre me falam… Não acredito nisso. E eu falo, é verdade mano, aconteceu assim mesmo. E porque eu vivo contando histórias as pessoas acham que é só mais uma das minhas histórias. Mas a minha imaginação jamais seria tão fértil… A realidade é mil vezes mais surpreendente que a ficção a maior parte do tempo.

Além de ser azarada eu de vez em quando sou desastrada e desligada. Na verdade eu sou mais desligada que desastrada. Mas tem dias que eu sou extremamente desastrada e extremamente desligada.. Esse dias são os piores. HAHAHAHAHAHAA. Não é legal ser desastrada e desligada e azarada tudo num mesmo dia. Nem sempre eu sou tudo isso num dia, mas no dia que eu sou… Aí geralmente não é um dia legal hahahahaha.

E por causa disso eu acabo me acidentando pra caramba… Eu sempre me machuco. Eu bato a mão, o pé, a canela nos móveis… Uma beleza né? Mas é no final muito treta porque por causa da diabetes eu deveria evitar ao máximo me machucar porque os machucados demoram mais tempo para cicatrizar e eu tenho que fazer um curativo específico. Mas eu não consigo evitar hahahahahaha.

Eu sou tão desastrada que ano retrasado se eu não me engano eu bati o cedinho na quina do criado mudo e quebrei ele. Deixa eu contar uma coisa para vcs não é fácil quebrar o cedinho, não dá pra engessar, vc não pega licença no trabalho e tem que só enfaixar o danadinho e tomar antinflamatorio e continuar trabalhando e andando em cima dele todo dolorido.

Esses dias eu tive mais um dos meus dias desastrados. Eu estava trabalhando e guardando relatórios e coisa e tal… Então eu ralei todos os quatro dedos da minha mão esquerda no arranha gato da parede do trabalho. Sabe quando vc rala bem a dobra dos dedos??? Pois é… Doeu pra caramba. E eu tive que ficar uns três dias com esparadrapos na curva dos dedos enrolados… Dai fiquei com mão esquerda meio engessada sem poder dobrar os dedos e como vcs podem imaginar… Digitar com as articulações de uma mão imobilizadas não é uma tarefa lá muito fácil.

E justo nas semanas que eu estava cheia de ideias para escrever. Então o que é que eu tive que fazer??? Eu tive que pegar uma caneta e escrever à mão minhas histórias, minhas ideias… Hahahahaha como nos velhos tempos quando eu não tinha minha máquina de escrever e não tinha computador. Fazia tempo que eu não fazia isso… Foi uma sensação estranha hahahahahaha mas boa.

A gente fica tanto tempo escrevendo no teclado do computador, do tablet, do celular… Que raramente escreve alguma coisa manualmente hoje em dia. Saudades de quando eu escrevia mais com caneta e o papel. Acho que eu preciso fazer isso mais vezes. vão ser dois trabalhos claro… Porque depois eu vou ter que digitar tudo novamente para poder publicar no blogue ou no e-book. Mas… E bacana a sensação de escrever como eu escrevi meus primeiros textos. Já que eu estou voltando às raízes… Ressuscitando a minha vontade de escrever, nada melhor que ressuscita-la da forma como ela nasceu. Já que a ressurreição é uma forma de renascimento… Acho que se encaixa.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao