Fala galera, beleza? Tudo Belezinha na vida de vcs… Na minha tá beleza. Hoje é dia 21 de janeiro. Já tia Shao? Já crianças… O tempo passa voando. Eu me pergunto se o tempo voa ou se com o passar do tempo a nossa percepção da passagem do tempo é que se altera…

Não que uma necessariamente anule a outra, as duas podem estar acontecendo simultaneamente. Até mesmo porque o tempo é um conceito. Pode ser que conforme nós vamos envelhecendo e chegando mais próximos do dia da nossa morte temos a sensação que o tempo está passando e nós não estamos aproveitando. E que a qualquer momento podemos morrer e ficamos pessimistas. Como se finalmente caísse a ficha que nossa vida está sempre numa contagem regressiva para o seu fim.

Sim porque quando somos jovens não pensamos muito nisso. Quando vc é criança, adolescente ou um jovem adulto vc não pensa em morrer. Vc só começa a pensar na morte quando perde uma pessoa próxima à vc e geralmente vc pensa na morte das pessoas que vc ama, vc não pensa na própria morte. A não ser que como eu vc já tenha passado perto dela diversas veze. Aí a noção de morrer fica tão arroz e feijão para vc que já nem se importa mais quando é que ela vai chegar. Vc foca mais em estar aqui e não por quanto tempo vc vai estar aqui.

Esses dias eu estava lendo uma reportagem num desses sites de ciência que dizia que a lua está se afastando da terra todo ano uma quantidade X de quilometros que eu não me lembro agora. E falava também na reportagem o que poderia mudar na rotação da terra se um dia a lua se desprendesse da terra. Ao que me parece iria mudar coisa pra caramba. Eu não vou enumerar aqui apesar de eu curtir muito esse lance de astronomia.

O mais interessante da reportagem entretanto era que ela dizia que uma das consequências era que os dias iriam se tornar mais curtos. Porque a terra teria que fazer menos esforço para girar, sem precisar arrastar a lua junto e por conseguinte ela iria girar mais rápido. Tornando assim os dias mais curtos.

Aí eu me pergunto… Eu não sou física nem nada… E nunca nem me detive muito para analisar essas coisas, estudar essas coisas mas eu me pergunto… E se… Esses poucos quilômetros que a lua se afasta da terra todos os anos já tenha meio que diminuído, encurtado mais os dias e só as pessoas que estão aqui há mais tempo, as pessoas mais velhas perceberam essa mudança. Aí Shao que teoria mais tosca hahahahahaha. Sim, sim, eu sei… Me desculpem… Mas poderia ser não? Claro que poderia Shao… A gente vai concordar com vc só pra não te contrariar e te deixar chateada. Obrigada vcs são fofos… Não sei o que seria de mim sem vcs aqui nesse blogue.

A questão entretanto é o seguinte… Hoje é dia 21 de janeiro e daqui a seis meses, exatamente seis meses, será o meu aniversário de quarenta anos… Então amigos este é um ano importante. Esta é uma data importante. Para mim pelo menos. Para vcs não sei… Eu me lembro de quando a minha mãe fez quarenta anos, a maioria da mulherada tem horror do passar do tempo. Minha mãe quase morreu quando ela era bebe. Na rua dela… Quando ela tinha três anos de idade… Haviam quarenta crianças. Trinta e nove tiveram Poliomielite dentre elas… Minha mãe. Minha tia, irmã mais velha da minha mãe escapou da doença. Genes mais fortes… Vai entender. Das trinta e nove crianças apenas a minha mãe sobreviveu. Todas as outras morreram. Então… Minha mãe, como eu, sabia o que era estar ali no limiar do outro mundo. Sabia o que era ser uma sobrevivente. Então… Quando ela completou os seus quarenta anos de idade ela comemorou pra caramba. Eu lembro que a vela do bolo de aniversário dela era maior que o bolo. E ela estava feliz pra caramba.

Ela teve câncer pela primeira vez quando era ela tinha 36 e quando ela fez 40 ela estava saudável e feliz por ter sobrevivido mais uma vez. E todos os anos após a morte dela, no dia do aniversário dela eu fico deprimida e triste por ela não estar mais aqui entre nós. Mas então eu tento me lembrar daquele dia, daquele aniversário, do sorriso no rosto dela e das pessoas ao redor dela é isso me dá forças para continuar. Pequenas coisas…

E esse ano é a minha vez de fazer 40 anos… E eu espero que seja um aniversario tão feliz quanto foi o aniversário de quarenta anos da minha mãe. Vou tentar me lembrar que todos nós de uma forma ou de outra somos sobreviventes nesta terra.

Então é isso… Contagem regressiva para os quarenta anos a partir de hoje então… Nos vemos daqui seis meses aniversário… Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao