grilo

Fala galera, beleza? Como vão indo vcs? Espero que bem… Espero que como eu vcs estejam inspirados e cheios de trabalho. Não trabalhos chatos… Trabalhos obrigatórios. Aquela coisa que a gente detesta fazer. Não, nada disso… Trabalhos legais, aquela coisa que adoramos fazer aquela do velho ditado que diz que se vc fazer aquilo que ama não terá que trabalhar sequer um dia na sua vida.

Eu tenho feito muito disso ultimamente. Trabalhando com aquilo que eu amo que é escrever. Embora seja um trabalho não remunerado hahahahaha. Seria demais se ele fosse remunerado se eu ganhasse para escrever e pudesse me dedicar a esta atividade em horário integral. Infelizmente eu tenho que trabalhar em outra coisa para pagar as minhas contas do mês. Felizmente eu aprendi a amar meu emprego. Não é o trabalho dos meus sonhos, não é a minha vocação entretanto é um trabalho digno é importante socialmente e eu me sinto feliz quando eu o faço de forma competente e bem feito.

O mundo não é perfeitinho… Temos que nos adaptar a ele muitas vezes é a melhor maneira de fazer isso é procurar coisas boas dentro de situações ruins, adversas ou não tão agradáveis quanto gostaríamos que fosse. É assim com os empregos geralmente.

Estamos no verão… Essa época do ano sempre foi minha favorita quando eu era criança. Por causa do sol e de estar de férias e poder ficar, debaixo do sol o dia todo… Pra cima e pra baixo com meus primos pelas ruas do bairro. Andávamos de bicicleta (nosso favorito), soltávamos pipas, jogávamos futebol, Volei, taco, basquete… Nossa única preocupação era comer e brincar. Não tem como não amar o verão assim. E de vez em quando a minha mãe levava a gente num clube que tinha aqui perto de casa… Pra gente nadar na piscina. Quando a gente tinha ainda mais sorte a família se juntava e a gente ia para a praia. Não era sempre… Porque as agendas dos tios, pais, avós e primos tinham que calhar.

Hoje em dia, o verão é a época do ano que eu mais detesto… E eu vou aqui enumerar porque. Primeiro… Eu tenho que trabalhar. Trabalhar de uniforma às vezes com esse calor, atendendo gente chata num ambiente sem ar condicionado… Nada legal. Segundo… No horário de verão meu organismo fica todo zuado. O sol sai mais tarde e demora mais pra se por… Vc olha pra fora tá sol ainda vc acha que é cedo e já está atrasada pra alguma coisa… Terceiro… Chove pra caramba, alaga a cidade o que me causa diversos subproblemas… Alagou a cidade meu trabalho na Prefeitura vai dobrar, alagou a cidade eu vou demorar mais pra chegar no trabalho…ou pra chegar em casa dependendo da hora da chuva. Já teve vezes que eu fiquei presa no trabalho até nove horas da noite esperando a enchente baixar. E essas chuvas sempre ocorrem no começo do ano que é também quando é lançado o novo IPTU, ou seja, já está cheia a Prefeitura… Vai encher mais ainda.

Chove e venta sai voando a telha do prédio de casa, enche de água a late do prédio e aparecem goteiras em casa… Eu tenho que ficar caçando o síndico pra ele procurar uma pessoa pra consertar o problema. Chove e vc esquece de fechar a janela dai molha todo o chão da casa e vc tem que limpar. Cai aquela tempestade, aqueles raios violentos e sempre queima algum eletrodoméstico. Dai começam a cair os raios vc sai correndo que nem uma louca tirando tudo da tomada pra não correr o risco de queimar nada.

E depois de vc sofrer o dia todo com esses problemas chega a hora de vc dormir, vc não consegue dormir porque está calor para um caralho caramba. Felizmente eu remediei este problema. Porque eu comprei um ar condicionado portátil e agora as noites não são tão calorentas. Entretanto… O ar condicionado portátil tem um problema de instalação. Ele tem um tubo gigante que tem ficar para fora do ambiente. Geralmente pela janela… Entonces vc tem que deixar a janela aberta. E eu moro no quinto andar. E bem perto da minha janela tem um refletor bem potente e no calor tem um monte de insetos voando e a lâmpada atrai essas tranqueiras.

Então a coisa mais chata que acontece no verão para mim atualmente é ter que batalhar contra esses insetos voadores que invadem o meu quarto pela fresta da janela que eu tenho que deixar aberta para encaixar o cano do ar condicionado. Mas podia ser pior… Porque quando eu não tinha ar condicionado eu abria a janela pro ar entrar. Não entrava ar nenhum e ainda entrava voando tudo que era inseto e ainda as testemunhas de Jeová.

Outra coisa extremamente pessima do verão é o calor de dirigir indo pro trabalho mais tarde e o calor de voltar para casa num carro sem ar condicionado que ficou debaixo do sol à tarde toda. Eu devia ter gastado mais uma graninha nas parcelas do carro e comprado um carro com ar condicionado. Okay… Próximo carro que eu for comprar… Ar condicionado está na lista de prioridades. Como disse uma amiga minha ar condicionado não é mais item de luxo com esse aquecimento global. É questão de sobrevivência hahahahahaha.

Insetos foi a coisa mais maldita que foi inventado pela mãe natureza. Pelamordedeus!!! Por que baratas voadoras??? Por que grilos??? Por que besouros??? Mano… Esses dias eu tive que ficar até duas horas da manhã tipo, numa batalha capa e espada com um grilo demoníaco que entrou voando pela janela. Literalmente correndo atrás dele pelo quarto com o SPB na mão. Depois vc tem que deixar o ar ligado pra sair o cheiro do remédio para eu poder dormir. Sim… Porque… Como dormir com uma criatura verde voadora e barulhenta voando sobre a sua cabeça??? Tem como não crianças… Insetos são criaturas do capeta.

Vou terminando este post por aqui… Mas… antes de terminar este post eu vou fazer um pouco de propaganda do meu novo blogue o “Estante da Shao”. Cliquem no link conheçam meu trabalho, meus textos, meus contos, meus poemas. Toda a sexta-feira teremos texto novo e inédito para vcs… Ou um conto ou um poema, ou de repente um trecho de uma história que eu esteja escrevendo. Participe e divulgue esse meu novo projeto se vcs curtirem…

See you guys around the corner
Shao