as_vantagens_de_ser_invisivel_nos_aceitamos_o_amor_wl

Fala galera, beleza? Impressão minha ou esta semana está se arrastando para passar. Esperemos que este mês não seja tão demorado quanto outubro. Sim, porque esse ano eu vou contar para vcs… Outubro demorou noventa dias para passar… Provavelmente não vai levar tanto tempo… final de ano passa voando, quando menos a gente espera já é final de PPI, depois e Natal e depois ano novo (sim, são esses eventos importantes que eu tenho neste dezembro – e um aniversário…).

Eu estava assistindo um filme esses dias. Assistindo de novo com meu irmão na verdade. Aquele filme “As Vantagens de Ser Invisível” e depois que assistimos estávamos conversando sobre a frase mais impactante do filme. Quando o autor diz: “Aceitamos o amor que achamos que merecemos”. Ficamos uma cara conversando sobre o assunto e eu não vou ficar reproduzindo toda a conversa toda porque não vem ao caso, mas… eu e meu irmão estávamos discutindo como a maioria das pessoas, em se tratando de amor, acaba se envolvendo, casando, formando um compromisso sério, por infinitas razões (e cada um tem a sua razão… nem da pra entrar no mérito da questão… ) com a primeira pessoa que aparece no caminho dela. Não sendo essa pessoa necessariamente a pessoa que ela mais ama, ou a pessoa que ela esperava que fosse…

Carlos e eu chegamos a conclusão que a maioria das pessoas começa já errado os seus relacionamentos. Pessoa ‘aceita o amor que ela julga merecer’. Ahhhh eu gosto do fulano, fulano seria perfeito pra mim pra minha vida, mas o fulano não quer saber de mim, agora tem o sicrano que ehhh assim, assim… ele e meio troglossauro mas ele tá afim de mim, eu não quero ficar sozinha então vou ficar com ele né?

A maioria dos relacionamento já começam errado! A pessoa já começa com a ideia… eu vou tentar… se não der certo a gente larga. São poucas as pessoas que esperam encontrar uma pessoa que realmente tenha uma conexão afetiva forte com ela, e depois dificilmente vai estar disposta a encarar todas as dificuldades existentes, na vida, no relacionamento em si (porque não é fácil conviver com outro ser humano, dependendo da personalidade de cada um claro…) e ultrapassar esses obstáculos para realmente construir uma vida juntos.

No filme, a frase se refere a muitas vezes nem termos coragem de chegar na pessoa que gostamos, porque nossa auto estima e tão baixa que achamos que não merecemos sequer a atenção daquela determinada pessoa, que no final das contas a gente acaba por idealizar. Como dizia a minha mãe… e o famoso… se não tem tu, vai tu mesmo.

Ahhhh Shao sua chata, mas a vida não e um filme, não e um conto de fadas, como e que a gente vai saber se aquela pessoa e a pessoa certa se a gente não tentar e yadda, yadda, yadda??? Primeiro… eu não acredito que exista “a pessoa certa” mas eu acredito que exista sim a pessoa muito errada! E infelizmente tem gente que tem dom pra escolher justamente aquela pessoa errada… tipo… entre um milhão, aquela é a pior que ela pode esolher e é justamente aquela que ela escolhe… porque na mente da pessoa, que tem a auto estima lá embaixo, não vai conhecer ninguém melhor… conheço várias pessoas que vivem relacionamentos capengas, com pessoas abusivas até… mas ficam naquilo porque acham que aquilo e melhor que ficar sozinho. 

Segundo… eu sei que a vida não e um conto de fadas, e como eu disse eu não acredito que exista a pessoa perfeita para vc e coisa e tal, mas… mano… vc tem que no mínimo tentar encontrar uma pessoa que queira as mesmas coisas que vc para a vida, que vc goste (e que goste de vc) e que vc respeite (e que te respeite também) e por ai vai. De novo, como diz o velho ditado… solidão não é boa conselheira. As vezes vc fica com uma pessoa, porque não quer ficar só e este relacionamento não é bacana pra vc, vai te causar mais tristeza e problemas do que alegria.

A vida já tem problemas demais… vc não precisa criar mais um se envolvendo com uma pessoa que só vai te fazer ficar triste, ficar mal, uma pessoa abusiva, uma pessoa que te explora financeiramente ou emocionalmente…

Se vc ainda não viu o filme, veja e um filme bacaninha, drama adolescente mas até que passa umas mensagens legais. E vc pode fazer uma reflexão bem mais profunda sobre os reais motivos que nos levam a aceitarmos na vida em geral, não apenas nos relacionamentos, menos do que aquilo que sonhamos. Menos do que aquilo que gostaríamos porque nos diminuímos perante nossos próprios olhos. Colocamos limites, barreiras, nos nossos próprios sonhos.

E outra, como meu querido irmão me lembrou. As pessoas preferem ficar em relacionamentos ruins do que ficarem sozinhos. Maioria das pessoas tem mais medo da solidão, ou ainda da opinião das outras pessoas, da cobrança social do que de estar numa relação doentia.

A verdade é que todo mundo é meio assim… meio triste meio alegre… e todo os dias a gente acorda, se levanta… e vai levando. Vai levando a vida… uns dias são melhores que os outros. Uns dias estamos na crista da onda outro estamos lá embaixo tomando uma vaca e comendo areia…

as_vantagens_de_ser_invisivel_entao_esta_e_a_minh_wl

E eu vou ficando por aqui com esse post… que eu acho que ficou muito confuso, talvez tivesse ficado melhor se eu tivesse reproduzido a conversa que eu tive com meu irmão. ahahahahahaha. Masss… eu acho que cada um de vcs que está lendo (se e que alguém vai ler isto aqui) deve fazer sua própria reflexão sobre o tema e tirar suas próprias conclusões.

See you guys around the corner
Shao