Fala galera, belezinha? Como vai indo a semana de vcs? A minha está como sempre… normalzinha. Estou assistindo Alienígenas do Passado, eu me divirto com essa série. Agora eles estão falando das crianças das estrelas, uma nova raça de seres humanos e querendo provar que essas pessoas superdotadas de QI elevado tem alguma ligação com os alienígenas… hahahahahaha… amo essas teorias.

Meu irmão sempre fala pra mim… Ceres, vc não e normal, vc é um alienígena do passado. Porque a gente assiste juntos esse programa e ele diz que eu sou inteligente demais pra ser humana hahahahahaha. Agora vem essa teoria das crianças das estrelas, Carlos vai achar que a teoria dele de eu ser um ser alienígena está confirmada hahahahaha.

Falando nele, acabou de vir aqui na porta do meu quarto me perturbar porque ele quer saber qual o assunto do livro novo que eu estou escrevendo. Curioso… ele acha que porque ele é meu irmão ele tem que saber primeiro que todo mundo o assunto do livro, o final da história. E ele nem quer ler, ele quer que eu conte pra ele o preguiçoso…

Bom, eu cheguei mencionar aqui num post anterior (não me lembro qual… desculpa!) que eu tinha uma coisa com canetas e folhas em branco. E eu prometi que eu ia qualquer dia escrever sobre isso aqui no blogue. Então, chegou esse dia. Eu amo canetas, lápis, lápis de cor, giz de cera… essas coisas, mas especialmente canetas. Sou apaixonada por canetas e eu coleciono elas. Quando eu e meus irmãos vamos no Kalunga comprar papel, ou tinta pra impressora, Carlos e Cezar tem que me arrastar pra longe do corredor das canetas hahahahahaah eu sempre quero comprar um modelo novo apesar de sempre ter trocentas canetas aqui em casa.

E eu tenho mania de colecionar canetas. E eu tenho manias na hora de escrever também. Por exemplo. Ultimamente eu tenho usado muito o tablet e o tecladinho do tablet para escrever e depois uso o PC daqui de casa para corrigir os problemas de acentuação, gramática, etc. Falando nisso preciso colocar bateria no teclado do tablet, eu coloco o tablet pra carregar mas esqueço de carregar o teclado. Mas eu gosto de escrever usando, lápis… dai tem todo o ritual claro… eu pego todos os lápis do meu estojo… geralmente uns seis… e aponto todos eles, deixo bem amontoadinhos, coloco no meu porta caneta na minha mesa pego um caderno ou um bloco de notas e vou escrevendo… conforme os lápis estão ficando sem ponta eu vou trocando ele… ate que todos os lápis fiquem sem ponta ou que acabem as idéias. Se as idéias acabam antes das pontas dos lápis eu aponto tudo novamente. E continuo escrevendo…

Eu gosto de escrever na minha máquina de escrever também, na minha Olivetti Linea 98 que eu ganhei da minha mãe. Minha mãe comprou para mim há muitos anos quando eu fui fazer um concurso para escrevente e a segunda fase do concurso era datilografar um texto. Minha mãe sempre pegou no meu pé para eu fazer um curso de Datilografia, mas quando os computadores começaram a dominar eu não vi muita necessidade… ingenuidade. Haja visto que os teclados das máquinas e dos computadores são semelhantes. A única diferença básica é a força que temos que imprimir num teclado de uma máquina de escrever mecânica.

Eu queria hoje em dia ter feito curso de datilografia, eu digitaria bem mais rápido. Eu uso exatamente seis dedos para digitar e eu uso mais os dedos da mão esquerda que os da mão direita se eu soubesse usar todos os dez dedos aposto que escreveria bem mais rápido, perderia bem menos idéias hahahahahaha. Vou dar uma pesquisada na internet e nas lojas de aplicativos do tablet, capaz de ter um app qualquer para vc aprender a digitar com os dedos certos. Só não sei se vou ter tempo para treinar. Porque isso é uma questão de treinamento. Estou tão mal habituada a escrever apenas com os seis dedos. Ou menos… Eu me arrependo de não ter aprendido e treinado isso quando tinha tempo.

Infelizmente a minha máquina está na casa do meu padrasto, faz tempo que não a utilizo. Ele pegou emprestada quando a dele quebrou e nunca mais me devolveu. Esta lá com ele… uns tempos depois ele queria dar minha maquina sem lá para quem e eu disse. Não!!! Eu ganhei da minha mãe, se vc não quer mais ela me devolve. Ele falou… não, não eu guardo para vc. Não esta me atrapalhando eu só achei que vc não queria mais porque vc já tem o computador. Não senhor… nada de doar minha máquina… um dia eu terei um escritório bem grande e vai ter um cantinho especial para ela.

Depende do meu humor na verdade. Dependendo do meu humor eu gosto de escrever no tablet, no papel, na máquina de escrever. Ultimamente eu tenho tido vontade de escrever no tablet. No tecladinho. Infelizmente tem o problema da acentuação que me da duplo trabalho na revisão e eu confesso… minhas revisões são meio preguiçosas às vezes eu tenho preguiça ou não tenho tempo de reler o que eu escrevi e fica meio sem coesão, coerência… mas… esse blogue e mais sobre o que eu penso do que sobre meu conhecimento gramatical. Eu não gosto de corrigir muito pra que não fique muito formal, muito fake… muito trabalhado o texto. Aqui no blogue eu gosto que ele fique o mais espontâneo possível. Por isso que deixo passar uns errinhos, por isso não me preocupo muito com a forma da escrita. Quero que o texto aqui reflita o máximo possível a minha voz interior.

Outra coisa que eu adoro comprar, mesmo não precisando e blocos de notas e cadernos. Mesmo que eu não precise. Eu preciso me controlar hahahhhaaha. Eu tenho pelo menos uns cinco cadernos novos aqui em casa… ou seja, a não ser que eu volte a estudar novamente (pouco provável… dei uma pesquisada e os preços das faculdades esta um escândalo, e eu não tenho tempo de estudar para um vestibular na USP ou outra faculdade gratuita. E mesmo que eu tivesse a USP fica lá na casa do caramba, quando eu passei na Fuvest anos atrás a distância foi uma das razões pelas quais eu tranquei matrícula depois fiz transferência para uma Faculdade aqui perto de casa. Isso e a doença da minha mãe e o fato de que eu ganhei uma bolsa bem bacana.

Outra coisa que eu amo fazer é desenhar. Mas não desenho há tanto tempo… estou enferrujada. Eu queria ter grana e tempo para fazer um curso de desenho para aprender umas técnicas bacanas. Nem todos são tão talentosos que conseguem expressar no papel sem aprender as técnicas.

Vou terminando este post por aqui porque domingão tá chegando ao fim. Eu queria ter arrumado meu guarda-roupas mas fatores externos atrapalharam meus planos. Eu não consegui nem trabalhar no texto que eu tinha para fazer, porque eu precisava me concentrar e esse final de semana foi o final de semana concentração zero aqui em casa.

See you guys around the corner
Shao